Fique Conectado

Final Feliz

Bombeiros salvam vira-lata de bueiro no interior de SP

Cachorro latiu em desespero, o que chamou atenção dos militares que o resgataram ileso

Publicado

em

Anunciante

Um vira-lata da cidade de Aparecida, famosa pela devoção católica, contou na última sexta-feira com uma ajuda quase divina. Equipe do 11º Grupamento de Bombeiros (GB) resgatou o cão após ele cair num bueiro do bairro Santa Luzia.

Preso na tubulação, o cachorro começou a “chorar” pedindo por socorro. Os bombeiros foram até o local e com técnica o resgataram ileso, embora cansado pelo ocorrido.

AnuncianteClínica Fornari

Os militares que participaram da ação se emocionaram, e certamente economizaram uma súplica para a padroeira do Brasil, ou ainda à São Francisco de Assis, conhecido por ser o protetor dos animais.

Atendimentos

De acordo com o Corpo de Bombeiros de São Paulo, dos quase 2 mil atendimentos diários, cerca de 100 são envolvendo animais. Os profissionais são treinados para resgate dos bichos – tanto os domésticos quanto retiradas de animais silvestres, peçonhentos ou que ofereçam riscos à população.

Deixe sua opinião

PM-SP
Anunciante

flagrante

Traficante que vendia cocaína ‘no peso’ é preso pela Dise, em Araçatuba

Publicado

em

Policiais civis da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) apreenderam cerca de 60 gramas de cocaína em pedra, nesta quinta-feira (20), em Araçatuba.

Um rapaz de 23 anos, identificado pelas iniciais H.P.S., conhecido pelo apelido de Quick, foi preso em flagrante por tráfico de drogas, crime que prevê pena de 5 a 15 anos de prisão.

AnuncianteClínica Fornari

O acusado foi surpreendido em casa, na rua Joaquina de Jesus Pedroso, bairro Morada dos Nobres. Os policiais civis chegaram ao local após denúncia de que o morador estaria envolvido na venda de entorpecente.

Com um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça, os investigadores entraram na casa do suspeito. O morador admitiu o crime e revelou que tinha em casa um saco com cocaína considerada mais pura.

A droga era vendida por peso, sempre acima de cinco gramas. Uma balança usada para pesar as porções foi apreendida, além de R$ 60 em dinheiro.

O acusado alegou que vendia droga para conseguir dinheiro por estar desempregado. Os policiais apuraram que a porção com cinco gramas era comercializada a R$ 100. O pacote com 10 gramas custava R$ 200, conforme o próprio indiciado.

Os investigadores acreditam que outros traficantes compravam a cocaína por peso e batizavam a droga com outras substâncias para a venda no varejo.

Quick foi autuado em flagrante no plantão policial de Araçatuba e seria encaminhado, na manhã desta sexta-feira (21), para audiência de custódia no Fórum.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

feminicídio

IML confirma que morte de Tatiane Spitzner foi por asfixia mecânica

Publicado

em

Luis Felipe e Tatiane estavam juntos havia cinco anos — Foto: Reprodução/Facebook

O laudo do exame de necropsia do Instituto Médico-Legal (IML) confirmou que a morte de Tatiane Spitzner foi por asfixia mecânica, causada por esganadura e com sinais de crueldade. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (20) pelo diretor do IML, Paulino Pastre.

O corpo da advogada foi encontrado em 22 de julho dentro do apartamento onde ela morava com o marido, Luis Felipe Manvailer, em Guarapuava, na região Central do Paraná. Manvailer foi preso no mesmo dia, a mais de 300 km da cidade. Ele é réu em um processo por feminicídio e nega as acusações.

AnuncianteClínica Fornari

O que se sabe do caso de Tatiane Spitzner
Segundo Pastre, o estudo feito pelos médicos legistas de Guarapuava indicava, desde o início, que se tratava de uma morte violenta, utilizando-se de constrição do pescoço, o que é chamado de esganadura.

“Todo o procedimento pericial realizado confirmou unanimemente, tanto os exames complementares realizados em Curitiba como o exame necroscópico lá em Guarapuava, que a Tatiane morreu e posteriormente caiu do prédio”, disse o diretor do IML.

Pastre informou que o corpo apresentava evidências de que houve luta entre as partes antes da morte.

“Ela apresentava no seu corpo – e estão descritas no laudo – muitas marcas de luta”, pontuou.

Ainda conforme o diretor, o exame toxicológico indicou elevado grau de alcoolemia no corpo de Tatiane.

“O que sugere que ela estava bastante fragilizada até para se defender no momento”, afirmou.

O laudo foi concluído quase dois meses depois da morte. Segundo Pastre, esse período foi necessário porque o exame é complexo – um procedimento químico para descalcificação óssea.

Câmeras registraram agressões do marido a advogada Tatiane Spitzner no elevador do prédio — Foto: Câmeras de segurança

Em nota, a defesa de Luis Felipe Manvailer, informou que iria se manifestar.

A família de Tatiane Spitzner informou, em nota, que a recebe com muita tristeza a confirmação de que a advogada “já estava morta quando foi jogada da sacada por Luis Felipe Manvailer”.

Os advogados da família, que atuam como assistentes de acusação no processo, informaram que ainda não tiveram acesso acesso ao laudo, que a conclusão é mais uma prova de que Luis Felipe mente.

“Ele a matou dentro do apartamento, submetendo-a um período prolongado de violentas agressões físicas. Não houve suicídio, mas feminicídio e fuga do criminoso”, diz a nota.

Relembre o caso
A queda de Tatiane foi na madrugada do dia 22 de julho, no Centro de Guarapuava. Conforme a Polícia Civil, depois da queda, Luis Felipe recolheu o corpo de Tatiane e o levou de volta para o apartamento.

Uma testemunha relatou que, logo depois da queda, viu o marido recolhendo o corpo e ouviu ele gritando: “Meu amor, acorda”.

O marido foi preso após sofrer um acidente de carro na BR-277, em São Miguel do Iguaçu, a 340 quilômetros de Guarapuava. Ele disse que se acidentou porque a imagem da esposa pulando a sacada não saía da cabeça dele.

O casal estava junto havia cinco anos e era “feliz”, de acordo com a defesa do marido. O Ministério Público (MP-PR), porém, diz que Tatiane vivia um relacionamento abusivo.

Familiares e amigos relataram que ela queria pedir o divórcio. Para a polícia, eles disseram que Luis Felipe costumava chamar Tatiane de apelidos pejorativos e que a proibia de contratar uma diarista para ajudar nas tarefas domésticas.

Uma amiga da advogada, Rosenilda Bielack, que conviveu com o casal na Alemanha, contou que a advogada era maltratada constantemente pelo marido, que é faixa roxa no jiu-jítsu. “Tudo era motivo para ele maltratar a Tati, falar coisas pesadas, pejorativas sempre”, afirmou.

Conversas por WhatsApp de Tatiane com Rosenilda mostram como estava a relação dela com o marido. Nas mensagens, entre março e junho deste ano, a advogada relatou sentir “medo” e disse que o marido tinha “ódio mortal” por ela.

Uma perícia feita no local da morte constatou que ela teve uma fratura no pescoço, característica de quem sofreu esganadura.

A defesa de Luis Felipe Manvailer pediu por duas vezes a suspensão do processo ao qual ele responde, acusado de matar a mulher.

Os advogados dizem que é impossível apresentar uma resposta à acusação porque, na denúncia, a promotoria não deixa claro quando, onde, e como Tatiane Spitzner morreu.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Rio Preto

Servente é internado em estado grave após levar 17 facadas

Publicado

em

Um servente de pedreiro de 31 anos está internado na UTI em estado grave no Hospital de Base de São José do Rio Preto (SP) após levar 17 facadas no bairro Vila Azul. A mãe da vítima registrou um boletim de ocorrência na noite desta quarta-feira (19).

Segundo o boletim, a mãe foi informada por vizinhos que o filho tinha sido esfaqueado em um matagal perto de sua casa. Ela foi até o Hospital de Base e encontrou o filho em estado grave. O boletim diz que, aparentemente, a vítima levou 17 facadas.

AnuncianteClínica Fornari

Durante a elaboração do BO, a polícia não encontrou registros da agressão nos sistemas da Polícia Civil e da Militar. Apenas o Samu afirmou que socorreu a vítima, que foi encontrada por uma mulher na estrada vicinal do bairro Vila Azul.

A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) irá apurar o caso. A mãe disse para a polícia que o filho é usuário de drogas.

O Hospital de Base disse que a vítima está na UTI, sedada e entubada. Ela passou por cirurgia e o estado de saúde é estável.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

TRAGÉDIA

Batida entre caminhões deixa dois mortos em rodovia de Penápolis

Publicado

em

Caminhoneiro invadiu a pista contrária e bateu de frente com outro caminhão — Foto: Arquivo pessoal

Dois motoristas de caminhão morreram em um acidente de trânsito, na Rodovia Assis Chateaubriand, em Penápolis (SP), na tarde desta quarta-feira (19).

Um dos motoristas, de 39 anos, que seguia sentido Braúna (SP), invadiu a pista contrária e atingiu de frente o outro veículo, que era conduzido por um homem de 33 anos.

AnuncianteClínica Fornari

O motorista que causou o acidente morreu na hora. O outro foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa do município, mas também não resistiu aos ferimentos.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998