Fique Conectado

Assista

Dança de luzes no céu de cidade dos EUA intriga moradores

Incidente causa onda de especulações nas redes sociais

Publicado

em

Anunciante

Os internautas norte-americanos ficaram desconcertados com as luzes que encheram o céu da cidade de Milwaukee, no estado do Wisconsin. Os objetos, supostos OVNIs, foram capturados por uma equipe de filmagem do canal de televisão Fox 6 News.

“O que é isso? Alienígenas? Que diabo é isso? Você também vê?”, disse uma das apresentadoras.

AnuncianteClínica Fornari

O incidente causou uma onda de especulações nas redes sociais. Algumas pessoas especulavam se tratar de vida extraterrestre, outras viam fantasmas e um terceiro grupo afirmou que eram simples vaga-lumes.

Entretanto, as ilusões dos amantes do paranormal se esfumaram quando a organização Ufoofinterest.org publicou outro vídeo capturado nessa mesma noite em Milwaukee. As misteriosas luzes não são mais que gaivotas que refletiam a iluminação noturna da cidade. Com informações do Sputnik Brasil.

Assista ao vídeo:

Deixe sua opinião

Anunciante

FALTA DE ESPAÇO

Polícia mexicana encontra caminhão abandonado com 150 corpos

Publicado

em

© Reuters

Autoridades mexicanas encontraram 150 corpos no interior de um caminhão no município de Tlajomulco de Zuniga. De acordo com o ‘Jornal de Notícias’, o veículo teria sido alugado por agências funerárias de Guadalajara, que não tinham mais espaço para receber cadáveres.

A situação tem revoltado moradores de Tlajomulco de Zuniga. “Temos muitas crianças vivendo aqui. Isto pode deixar todos doentes”, disse um residente da cidade em entrevista à BBC.

AnuncianteClínica Fornari

Não é a primeira vez que o caminhão traz problemas, pois a população de Guadalajara já havia reclamado do mau cheiro do veículo. Só depois de duas semanas o caminhão acabou sendo levado para Tlajomulco de Zúñiga.

De acordo com o jornal português, as leis mexicanas impedem a cremação de corpos ligados ao crime organizado. Uma onda de violência recente fez um número elevado de vítimas mortas: em 2017, foram mais de 25 mil assassinatos. Autoridades agora buscam uma solução a longo prazo para armazenar os corpos.

Segundo a reportagem, as autoridades locais ainda tentavam encontrar destino para os cadáveres nesta segunda-feira (17).

Deixe sua opinião

Continue Lendo

chuvas intensas

Sobe para 24 número de mortos na tempestade Florence, nos EUA

Publicado

em

Um voltunário caminha por enchente antes de tentar atravessar uma estrada alagada com um veículo depois da passagem da tempestade tropical Florence em Dillon, Carolina do Sul, em 17 de setembro de 2018. — Foto: Randall Hill/Reuters

O número de mortos pela passagem do furacão Florence pela costa sudeste dos Estados Unidos chegou a 24 após a confirmação da morte de um bebê, informaram nesta segunda-feira (17) o Departamento de Segurança Pública da Carolina do Norte e veículos de imprensa da Carolina do Sul.

São 18 mortos na Carolina do Norte e seis na Carolina do Sul.

AnuncianteClínica Fornari

O bebê, de três meses, não resistiu aos ferimentos causados pela queda de uma árvore que atingiu a casa na qual estava na tarde de domingo, informou uma autoridade do condado de Gaston, na Carolina do Norte.

O furacão, que perdeu força e já se transformou em depressão tropical, se encontra nesta segunda no extremo oeste do estado da Virgínia, com ventos sustentados de 50 quilômetros por hora.

Florence avança rapidamente em direção ao nordeste e levará intensas chuvas ao estado de Nova York e à região da Nova Inglaterra.

Enquanto isso, partes da Carolina do Norte, Carolina do Sul e Virgínia Ocidental continuarão sofrendo com as fortes chuvas, alertaram as autoridades.

Casa na qual a queda de uma árvore causou a morte de uma mulher e um bebê durante a passagem do furacão Florence em Wilmington, na Carolina do Norte, na sexta-feira (14) — Foto: Andrew Caballero-Reynolds/AFP

De acordo com o último boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC, sigla em inglês) dos EUA, os meteorologistas indicaram que continuam vigentes os alertas de inundações em grande parte do litoral sudeste do país.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta segunda a aprovação da declaração de estado emergência na Carolina do Sul por causa da devastação provocada pelo Florence.

A declaração autoriza o Departamento de Segurança Nacional (DHS) e a Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema) a coordenarem todos os esforços de socorro em casos de desastre e a destinarem verbas federais para enfrentar a tragédia. A assistência financeira será colocada à disposição de diversas instituições – governamentais e civis -, com o objetivo de implantar “medidas de proteção de emergência” na região.

O olho da tempestade Florence, que chegou a ser um furacão de categoria 4 na escala de intensidade Saffir-Simpson, tocou o solo na sexta-feira, já rebaixado à categoria 1.

Veleiro foi jogado pelos fortes ventos do Florence contra casa em New Bern, na Carolina do Norte — Foto: Steve Helber/AP Photo

Embora sua intensidade tenha diminuído nos últimos dias e agora seja considerada tempestade tropical, os fortes ventos e, principalmente, a quantidade de chuva que gerou, provocaram inundações significativas e obrigaram milhares de pessoas a deixarem suas casas.

Apesar do progressivo enfraquecimento da tempestade devido ao afastamento do litoral, especialistas do Serviço Meteorológico Nacional (NWS) alertaram que Florence representa “uma situação incrivelmente séria” para amplas porções na Carolina do Norte e na Carolina do Sul.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

argentina

Juiz determina a prisão da ex-presidente Cristina Kirchner

Publicado

em

(Reprodução)

A ex-presidente argentina Cristina Kirchner foi processada nesta segunda-feira (17) pelo juiz Claudio Bonadio no caso conhecido como “cadernos das propinas”. Ela é acusada de ser membro de uma associação ilícita e comandar uma estrutura para a arrecadação de fundos ilegais.

Bonadio pediu a prisão preventiva de Cristina, que, para acontecer, precisa ser aprovada pelo Senado de maioria peronista, segundo informa o diário “Clarín”, que teve acesso à decisão. O magistrado, no entanto, afirma que só dará início ao procedimento para tirar o foro privilegiado da ex-presidente no Congresso quando o processo for “homologado pela Câmara federal de apelações”.

AnuncianteClínica Fornari

O juiz considerou Cristina Kirchner como uma das organizadoras da associação ilícita com o marido, o ex-presidente Néstor Kirchner, que morreu em 2010, e do ex-ministro de Planejamento Julio de Vido.

Também foram processados vários ex-funcionários kirchneristas e empresários de setores como obras públicas, energia e transporte.

Para Bonadio, a investigação provou que um aparato complexo foi montado dentro do Estado, “uma organização criminosa constituída de funcionários públicos, que utilizam meios oficiais (incluindo veículos, funcionários, equipamentos de telefonia celular etc.) e comandados por aqueles que eram detentores do Poder Executivo Nacional (Néstor Carlos Kirchner e Cristina Elisabet Fernández) e o Ministério do Planejamento Federal, Investimento Público e Serviços (Julio Miguel De Vido), atuando entre 2003 e 2015 “.

O objetivo era “buscar o recebimento de somas ilegítimas de dinheiro por vários indivíduos, muitos deles contratados para obras públicas do Estado Nacional”, afirma.

O escândalo conhecido por “cadernos das propinas” envolve supostos subornos de importantes empresários para obter contratos de obras públicas entre 2005 e 2015 – durante as presidências de Néstor Kirchner e de Cristina.

A causa judicial se baseia em anotações feitas por um ex-motorista do Ministério de Planejamento, Oscar Centeno, em 8 cadernos escolares. Durante 10 anos, Centeno era o responsável pela entrega das sacolas com a propina.

No que seria uma espécie de “diário da corrupção”, Centeno anotou cada movimento com riqueza de detalhes: datas, horários, placas de carros, nomes, endereços e montantes. Algumas vezes fotografou e filmou. O dinheiro era recolhido semanalmente e teria sido entregue aos Kirchner em mãos.

Ele calcula ter transportado US$ 56 milhões em espécie.

As anotações do motorista logo se somaram às confissões de vários empresários detidos e de ex-funcionários de Néstor e Cristina, que decidiram ir à Justiça na condição de arrependidos.

Mais de 20 empresas participaram do circuito que teria movimentado mais de US$ 160 milhões de dólares. As empresas venceram licitações durante os 12 anos do kirchnerismo na Argentina.

Segundo o jornal “La Nación”, entre as empresas suspeitas de envolvimento no esquema estão: Techint, Electroingeniería, Impsa, Iesca, Isolux Corsán e o Grupo Roggio.

Nesse período, o Ministério do Planejamento ficou a cargo de Julio de Vido, que está preso desde outubro de 2017. O motorista Centeno era contratado por Roberto Baratta, secretário de Planejamento de de Vido, preso no início de agosto, junto com outros ex-funcionários do governo e empresários.

Nove empresários prestaram depoimento na condição de arrependidos – entre eles o primo do presidente Mauricio Macri, Ángelo Calcaterra, ex-dono da empresa Iesca. Alguns deles já fecharam acordo de delação premiada. Outros sete empresários estão presos.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

violência

Homem espanca turista britânica que recusou sexo na Turquia

Publicado

em

Uma britânica que viajava pela Turquia foi agredida por um homem dentro do hotel em que estava quando se recusou a fazer sexo com ele. Emma Higginson, de 35 anos, foi vítima de fraturas no crânio, no nariz e no olho.

“Eu fui para o meu quarto e dormi, mas alguns minutos depois ele estava na minha cama tentando fazer sexo comigo. Eu disse que não estava interessada”, lembrou Emma.

AnuncianteClínica Fornari

“Eu me lembro dele dizendo que eu não tinha respeito, mas eu disse que tinha um namorado. Ele então me bateu duas vezes e eu apaguei. Quando acordei eu estava na sacada e havia sangue por toda parte”, revela.

De acordo com a revista ‘Marie Claire’, autoridades turcas prenderam o vendedor de carros britânico Declan Marshall, de 27 anos, suspeito do espancamento. A polícia usou câmeras de segurança da boate para identificá-lo.

“Sinto muito pelos ferimentos que ela sofreu. Ela ficou muito machucada. Meu cliente contesta alguns fatos – ele estava muito bêbado e não consegue se lembrar muito além de empurrá-la muito levemente”, disse o advogado de Marshall ao jornal ‘The Sun’.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998