Fique Conectado

Internacional

Órgão regulador das ONG investiga Oxfam por crimes sexuais

Publicado

em

Anunciante

O regulador das Organizações Não-Governamentais (ONG) no Reino Unido anunciou nesta terça-feira (13) que vai abrir uma investigação para analisar como a Oxfam geriu o escândalo sexual ocorrido em 2011 no Haiti.

A chamada Charity Commission vai investigar o procedimento da ONG britânica depois do jornal “The Times” revelar que alguns dirigentes e funcionários da instituição contrataram prostitutas e organizaram orgias em instalações financiadas pela Oxfam. O episódio teria acontecido durante a missão humanitária pós-terremoto de 2010.

AnuncianteClínica Fornari

A organização, por sua vez, que recebe anualmente cerca de 300 milhões de libras de fundos públicos do Reino Unido, reconheceu que a conduta daqueles trabalhadores foi “completamente inaceitável”, mas negou que teria ocultado os fatos.

Ontem (12), a subdiretora da Oxfam, Penny Lawrence, renunciou ao cargo após assumir “inteira responsabilidade” pelo escândalo.

Além disso, ela relatou sua “tristeza e vergonha pela conduta de funcionários no Chade e Haiti, incluindo a relação com prostitutas”.

Lawrence explicou que os comportamentos inapropriados “do diretor da ONG no Chade e de sua equipe” já tinham sido “apontados antes de ir ao Haiti”. “Não respondemos de forma adequada”, admitiu.

Um dos homens que também saiu do cargo e não recebeu qualquer ação disciplinar foi o diretor da ONG no Haiti na época, Roland van Hauwermeiren, que segundo o “The Times” admitiu que manteve encontros com prostitutas.

Após o escândalo, o presidente do Haiti, Jovenel Moise, condenou fortemente a instituição de caridade do Reino Unido. Em sua conta no Twitter, o mandatário definiu a denúncia como uma “violação extremamente grave da dignidade humana”.

Por sua vez, o governo do Reino Unido ameaçou cortar o financiamento para os projetos da instituição de caridade. Entretanto, a direção da Oxfam garante que as coisas já mudaram.

“Aquilo que aconteceu no Haiti não poderia acontecer hoje com o sistema atual e as novas regras. Mas ainda há coisas que podemos melhorar, estamos empenhados em fazê-lo, e nunca iremos permitir que isto suceda outra vez”, afirma Winnie Byanyima, diretora executiva da Oxfam International.

Nesta terça (13), novas acusações surgiram contra o diretor-executivo da Oxfam, Mark Goldring. Segundo o jornal britânico, ele é acusado de ter sido informado de outros abusos relatados por Helen Evans, que trabalhou como responsável global para a Oxfam entre 2012 e 2015.

Deixe sua opinião

http://www.jb.com.br
Anunciante

Inglaterra

Pó de macaco: A droga que faz as pessoas pularem de prédios

Publicado

em

A polícia britânica alertou que o uso de pó de macaco está em níveis epidêmicos

Ela levou pessoas a pularem de prédios, morder outras e correr para dentro de casas de desconhecidos. Agora, a polícia diz que é apenas uma questão de tempo até que alguém morra como resultado do uso do “pó de macaco” – uma droga sintética que tem sua popularidade em ascensão nas West Midlands, na região central da Inglaterra.

“À noite eu não saio, porque é quando as pessoas drogadas tendem a sair”, diz Molly Lawton, uma chef de 19 anos da cidade de Stoke, localizada na região de West Midlands, ao programa Victoria Derbyshire da BBC.

AnuncianteClínica Fornari

“Você vê pessoas sob efeito do pó de macaco chacoalhando seus braços, gritando e berrando. [À noite] isso pode me assustar até à morte.”

O pó de macaco é uma droga da classe B que está em circulação há vários anos. Mas agora os serviços de emergência de Stoke estão preocupados porque ela está se tornando uma epidemia. A droga pode impedir que os usuários sintam dor e faz com que eles tenham alucinações – tornando-os altamente imprevisíveis.

O que a diferencia, no entanto, é que seus efeitos podem durar dias. A polícia foi chamada para atender casos em que as pessoas correram em direção a carros e pularam de prédios. Ninguém até agora morreu. Mas há a preocupação de que seja apenas uma questão de tempo para que isso ocorra.

Vendido por £ 2 a porção (o equivalente a R$ 10), o pó de macaco é usado por muitos moradores de rua da cidade. Um homem, que se identificou como Ferreiro, disse que usa a droga há um ano. Aos 31 anos, ele que mora nas ruas há 10 anos, diz que essa é uma das drogas mais potentes que ele já experimentou.

“Eu odeio o fato de que eu gosto dela. Eu odeio toda vez que eu uso, mas eu ainda uso”, diz ele, desejando que não fosse viciado. “Está em toda parte. Há muitas pessoas nisso.” ‘O pior que já vimos’

Jeff Moore, superintendente da polícia de Staffordshire, disse que o órgão atendeu a 950 chamados relacionados à droga nos últimos três meses.

“Frequentemente, vemos a paranoia – exemplos de pessoas se jogando no trânsito, pulando de pontes e prédios altos, entrando nas casas das pessoas”, diz ele.

“Do ponto de vista das drogas, essa é a pior que já vimos. É a consequência não apenas de usar a droga, mas também de pessoas colocando a segurança dos outros em risco.”

Ele disse que foi difícil para os policiais lidarem com ela, uma vez que as pessoas sob o efeito da droga são muito imprevisíveis. Moore pediu uma abordagem mais ampla dos problemas sociais e de saúde pública que contribuem para o seu uso.

“Não se trata apenas de um grupo de pessoas que estão desabrigadas e na cidade”, acrescentou ele, dizendo que pessoas de diferentes origens e idades também a usavam.

‘Pessoas escondendo armas’

Darren Murinas, um ex-traficante de drogas que trabalha com o grupo Expert Citizens, diz que anteriormente ele vivia com três pessoas usando a droga.

“Esses caras usavam crack e heroína, mas pararam por causa do preço”, diz ele.

Certa vez, conta ele, um rapaz que morava com ele “pensou que havia alguém sob as tábuas do assoalho atrás dele e não dormiu por dias”.

“Eu vi a droga induzir uma psicose – pessoas escondendo armas porque estavam com medo”, acrescenta.

Murinas diz que conhece uma pessoa que está “constantemente no hospital” por ser viciada na droga, e outra com trauma cerebral grave.

“Precisamos começar a registrar esse problema para que possamos obter os dados”, diz ele.

“E precisamos olhá-lo com uma lente de um problema de saúde mental, não apenas de polícia”.

O Ministério do Interior disse que sua estratégia antidrogas “estabelece uma abordagem equilibrada que reúne a polícia, a saúde, a comunidade e parceiros globais para combater o tráfico ilícito de drogas, proteger os mais vulneráveis ​​e ajudar aqueles com dependência de drogas a se recuperarem e mudarem suas vidas”.

Entre aqueles que vivem no centro da cidade de Stoke, muitos têm visto os efeitos visíveis da droga.

O segurança Ari diz que está causando problemas para as empresas na área.

Charlie, um estudante de 18 anos que experimentou a droga algumas vezes, cujo sobrenome foi preservado, diz que nunca mais a tomaria.

“Eu me senti estranho”, diz ele, lembrando seus efeitos. “Eu senti, na primeira vez que tomei, como se eu estivesse andando como um zumbi. Não é inteligente.”

Ele diz que tem feito esforços para educar estudantes sobre os perigos da droga em sua faculdade, uma vez que a cidade se torna mais consciente de seus efeitos.

Para Molly, a maior preocupação é que a situação piore.

“Há muito dela porque os traficantes estão vendendo por apenas 2 libras (R$ 10) cada porção”, diz ela.

“Com isso tão barato, vai ter muito mais na região de Stoke também”.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

GUERRA

Irã apresenta novas armas diante das ‘ameaças’ de EUA e Israel

Publicado

em

O ministro iraniano da Defesa, Amir Hatami, em 13 de agosto de 2018, na apresentação dos mísseis 'Fateh Mobin', em Teerã - IRANIAN DEFENCE MINISTRY/AFP/Arquivos

O Irã apresentará esta semana um novo avião de combate e uma versão melhorada de seu sistema de mísseis defensivos, para fazer frente às ameaças de Israel e dos Estados Unidos – informou neste domingo (19) a agência de notícias Tasnim, citando o ministro da Defesa, Amir Hatami.

“Nossa primeira prioridade é nosso sistema de mísseis, e devemos melhorá-lo (…)”, declarou Hatami em entrevista a uma rede de televisão no sábado à noite, segundo a Tasnim.

AnuncianteClínica Fornari

O ministro disse ainda que o novo avião “voará no dia da indústria nacional de defesa”, na quarta-feira.

Hatami afirma que o programa de defesa tem como motivação a lembrança dos ataques com míssil sofridos pelo Irã durante os oito anos de guerra com o Iraque na década de 1980, assim como as repetidas ameaças de Israel e Estados Unidos que afirmam que “todas as opções estão sobre a mesa” para enfrentar a República Islâmica.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS UM

Indonésia registra novo tremor neste domingo; é o 4º em menos de um mês

Publicado

em

Um novo terremoto de magnitude 6,3 atingiu, neste domingo (19), a ilha Lombok, na Indonésia, o quarto em menos de um mês, informaram os Serviços Geológicos dos Estados Unidos. O terremoto foi registrado no nordeste do arquipélago, a uma profundidade de sete quilômetros. Até o momento, não há informações de vítimas ou danos causados.

O mais recente balanço das autoridades locais apontava para pelo menos 436 mortos e mais de dez mil feridos após a série de terremotos que, há pouco mais de vinte dias, assola Lombok, no sul do país. Dezenas de milhares de casas, mesquitas e empresas ficaram destruídas.

AnuncianteClínica Fornari

O país está situado no chamado “Anel de Fogo do Pacífico”, zona de grande atividade sísmica e vulcânica que registra cerca de sete mil terremotos por ano, sendo a maioria moderados.

Os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequeno (2,0-2,9), pequeno (3,0-3,9), ligeiro (4,0-4,9), moderado (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grande (7,0-7,9), importante (8,0-8,9), excecional (9,0-9,9) e extremo (superior a 10).

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Cannes

Motorista de Uber erra caminho e carro cai no mar com passageiros

Publicado

em

Os britânicos Nick Christoforou e Sophia Toon tomaram um susto durante uma visita a Cannes, na França. O casal, que viajava a trabalho, decidiu chamar um Uber após finalizar os comprimissos. O motorista do aplicativo de transporte particular se enganou e levou os passageiros para o endereço errado.

O carro acabou caindo no mar da cidade, junto ao Porto Pierre Canto. Todos os ocupantes do veículo conseguiram sair da viatura. Contudo, o casal não queria acreditar quando viu que havia sido cobrada a tarifa da viagem, no valor de 20 euros (quase R$ 90).

AnuncianteClínica Fornari

Segundo o The Independent, o condutor não estaria alcoolizado. Apesar disso, a Uber já o suspendeu de funções. A empresa já emitiu um comunicado em que lamentou o ocorrido e garantiu que o dinheiro será devolvido.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS