Fique Conectado

Rio de janeiro

Juliana Paes é assaltada a caminho da Sapucaí

A atriz se dirigia para assistir ao segundo dia de desfiles das escolas de samba do Rio

Publicado

em

Anunciante

Juliana Paes, rainha de bateria da Grande Rio, estava a caminho da Sapucaí quando o veículo onde estava foi abordado por dois assaltantes na saída do túnel Santa Bárbara.

A atriz se dirigia para assistir ao segundo dia de desfiles das escolas de samba do Rio quando bandidos armados obrigaram que o motorista da van parasse o veículo.

AnuncianteClínica Fornari

Segundo o jornal O Globo, os assaltantes teriam reconhecido a atriz e disseram que levariam apenas os telefones celulares dos passageiros. Restaram pertences como documentos e chaves de casa.

Depois do assalto, Juliana foi para o camarote da Grande Rio para cumprir o compromisso de trabalho. Em seguida, a atriz ficou o restante da noite em um local reservado do camarote.

A entrevista coletiva prevista para a noite de segunda-feira foi cancelada.

Deixe sua opinião

Anunciante

POLÍTICA

Haddad: não trabalho com hipótese da sentença (de Lula) ser confirmada

Publicado

em

O candidato a vice-presidente na chapa do PT, Fernando Haddad, afirmou que não trabalha com a hipótese da sentença contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no caso do tríplex do Guarujá (SP), ser confirmada nos tribunais superiores. Por causa disso, o ex-prefeito de São Paulo evitou responder se assinaria um indulto a favor de Lula, em entrevista ao programa Canal Livre, da Band, no início da madrugada desta segunda-feira, 20. Haddad será o substituto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba, caso ele seja considerado inelegível para a disputa ao Planalto.

Haddad citou a carta de Lula, lida no dia do registro da candidatura, no dia 15, na qual o ex-presidente afirma confiar na revogação da sentença. “Lula tem segurança que os tribunais superiores vão reformar a sentença.” Ele ainda repetiu a declaração de Lula de que “não troca a dignidade pela liberdade”.

AnuncianteClínica Fornari

O ex-prefeito disse também não ter dúvidas de que o movimento internacional em defesa da liberdade de Lula vai crescer, citando o papa Francisco e o prêmio Nobel Adolfo Pérez Esquivel como personalidades que já demonstraram apoio ao petista. Ele voltou a criticar a condenação, segundo ele sem provas, de Lula. “O juiz Sergio Moro fala em ato indeterminado para falar de ilícito do Lula. Como alguém vai se defender de algo que você nem sabe (o que é)?”.

O petista destacou ainda o posicionamento da Comissão de Direitos Humanos da ONU, que solicitou, na semana passada, que Lula possa concorrer até serem esgotadas as possibilidades de recursos em seu processo.

Perguntado sobre quem vai estrelar a campanha do PT no rádio e na televisão, que começa no dia 31, Haddad disse que o PT vai aguardar a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a candidatura de Lula.

“O que nós faremos é aguardar a decisão final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que eu espero que seja confirmada (a candidatura). Mas não sei porque tem um direito que vale para todo brasileiro e um direito que vale para o Lula”, criticou. “Entendo que essa crise institucional só vai terminar quando Lula subir a rampa do Planalto”, completou. Com informações do Estadão Conteúdo.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

BARRA BONITA

Mulher não sabia que estava grávida e dá à luz prematuro de 800g

Publicado

em

© German's EMS / Divulgação

Uma mulher com cinco meses de gestação deu à luz um bebê prematuro de apenas 800 gramas. Ela não sabia que estava grávida e o nascimento inesperado aconteceu em Barra Bonita (SP) na manhã deste domingo (19).

A mãe, Rochelle Gouveia de Messias estava com 25 semana de gestação sem saber, disse a avó da criança aos socorristas.

AnuncianteClínica Fornari

O bebê recebeu o nome de Gabriel. Segundo o G1, mãe e filho foram atendidos inicialmente no Pronto-Socorro do Hospital São José em Barra Bonita, que acionou a equipe especializada para fazer o transporte do recém-nascido para a Santa Casa de Jaú (SP).

O emergentista e paramédico, Jorge Manuel Germam, explicou que apesar de ser um caso de transporte crítico e da necessidade da equipe especializada, a equipe médica de Barra Bonita conseguiu estabilizar o bebê.

“Ele foi entubado e muito bem estabilizado, quando chegamos no hospital em Jaú estava com uma taxa de oxigênio de 100% e com batimentos cardíacos regulares”, disse.

De acordo com o paramédico, o bebê tem chances de sobreviver embora seja tão pequeno. “Agora é aguardar a evolução dele, o ganho de peso, porque apesar do pouquíssimo peso, ele cabe na palma da minha mão, é um bebê que tem chances de sobrevida”, afirmou.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

util

Veja 5 dicas de um engenheiro para economizar combustível

Publicado

em

Quanto está custando a gasolina e do etanol na sua vizinhança? O preço em Araçatuba oscila entre R$ 3,97 a R$ 4,47 e agora o do etanol teve uma ligeira queda, pouco abaixo dos R$ 2. Pois é, não dá pra ficar desperdiçando gasolina à toa. O jeito é apertar o cinto e conferir novas dicas para economizar combustível. Conversamos com Marcio Maia, o engenheiro de motores da Renault que esteve envolvido na homologação de diversos modelos no Brasil (entre eles, a dupla Kwid e Captur). Maia nos passou cinco dicas fundamentais para quem quer economizar combustível em qualquer circunstância. Apesar de utilizar exemplos de veículos da Renault, as dicas valem para qualquer outro automóvel na face da terra. Veja quais são a seguir.

1 – Manutenção preventiva
Calibragem, alinhamento e balanceamento são três palavrinhas chaves para garantir não apenas mais economia na hora de abastecer, mas também maior durabilidade dos pneus do seu carro. Filtro de ar, velas e peso desnecessário também podem acarretar em maior consumo de combustível.

AnuncianteClínica Fornari

Lembre sempre, pneus com pressão abaixo do ideal podem aumentar o consumo de 1% a 3%, de acordo com estudos recentes. Um filtro de ar sujo pode aumentar o consumo em até 20%. Este deve ser trocado a cada 10 mil quilômetros, ou na recomendação específica da fabricante.

2 – Estilo de condução
Durante suas explicações, o engenheiro exibiu um slide com diversos comentários da página do Clube do Kwid no Facebook. Alguns proprietários compartilhavam fotos de suas centrais multimídia, ostentando bons números de consumo. Outros questionavam os dados, dizendo que nunca haviam obtido números tão baixos.

São vários os motivos que podem fazer o consumo de um mesmo modelo variar de pessoa para pessoa. Temperatura e altitude da cidade, por exemplo, são fatores determinantes. Um carro em Campos do Jordão (SP) dificilmente terá o mesmo consumo que o mesmo modelo em Salvador (BA). Mas independente de onde você mora, o estilo de condução é fundamental para garantir melhor economia de combustível.

O consumo é mais elevado na primeira marcha, que deve ser usada apenas para vencer a inércia, ou rodar em trechos muito íngremes. Não há motivos para sair acelerando forte na saída do semáforo. Com o movimento da aceleração, perceba a hora certa de trocar de marcha.

Faça tudo na maior suavidade, executando a troca de maneira progressiva, com cuidado para não deixar subir demais o ponteiro do contagiros. Mesmo em veículos com câmbio automático, Maia diz que o segredo é não pisar forte no acelerador. Alguns carros manuais, como Fiat Argo, Volkswagen Polo e o próprio Kwid indicam no computador de bordo o melhor momento para executar as trocas de marcha.

3 – Banguela
Já desconstruímos o mito da “banguela” aqui no iG Carros, e o engenheiro da Renault volta a passar um lápis por cima do assunto. Esse é um termo popular, principalmente entre os motoristas mais velhos. Ao chegar numa descida, o condutor deve desengrenar o carro ao ponto morto e administrar a velocidade no freio para reduzir o consumo. Você já deve ter escutado essa história em algum lugar, mas saiba que não passa de um mito.

Quando o carro está engrenado e sem aceleração, o sistema diminui a quase zero a injeção de combustível no motor. No entanto, se o veículo estiver no ponto morto, o sistema de injeção continuará lançando combustível para manter o motor ligado. É como se o seu carro estivesse funcionando, porém, parado no semáforo. Portanto, utilize o freio motor para administrar a velocidade e deixe a inércia controlar o seu carro. Além de combustível, você estará economizando nos freios.

4 – Computador de bordo
O computador de bordo de um carro é seu aliado. Uma boa parte dos compactos já em versões intermediárias contam com informações como distância percorrida e consumo médio e instantâneo. Muitos ignoram, mas ele está lá para ser usado e salvar a sua vida em situações de aperto.

No caso do Kwid, a Renault também instalou indicador de mudança de marcha. Conforme as rotações, a tecla no cluster indicará para subir ou reduzir. Isso acarreta em mudanças mais precisas, proporcionando uma boa economia de combustível. Há também o econômetro em um sistema muito semelhante ao que a Fiat utilizou no Palio Fire Economy. Se o condutor estiver dirigindo de forma econômica, uma luz verde se acenderá na parte inferior do cluster . Conforme sua severidade, ela alterna para um tom de amarelo até chegar no vermelho.

5 – Economia
Uma das funções mais interessantes do Renault Kwid é o Media Nav. Ele também marca presença em outros carros, como Sandero, Logan, Duster e Captur. Além de ser uma central multimídia extremamente intuitiva, rápida e descomplicada, conta com o Renault Driving Eco.

É praticamente um “minigame” que o motorista joga consigo mesmo. A central do veículo irá avaliar o seu desempenho na eficiência, dando sempre uma nota ao fim do trajeto. Se o condutor evitar pisadas bruscas, utilizar freio motor e manter uma boa sequência de mudanças de marcha, o Driving Eco mostrará uma notificação parabenizando pelos bons resultados. Um sistema parecido também foi integrado ao Toyota Yaris. Seguindo as dicas para economizar combustível, dá para salvar uma grana para coisas mais importantes. (Com informações: IG Carros)

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ELEIÇÕES 2018

Alckmin pode perder 36% do tempo de propaganda de TV e rádio

Publicado

em

O candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) pode perder 36% do seu tempo de propaganda eleitoral gratuita no rádio e na TV caso o pedido feito pelo MDB anule parte da sua coligação nas eleições 2018. Nesta sexta-feira, 17, a campanha do ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles entrou com uma contestação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a invalidação do apoio de DEM, PP, PRB, PR, PTB e Solidariedade ao tucano. Neste sábado, 18, o ex-governador de São Paulo classificou o pedido como “tapetão”.

“Não há nenhuma divergência na coligação. É tapetão puro. Estive em todas as convenções”, disse o tucano após participar de um evento em São Paulo com sua vice, Ana Amélia (PP), na manhã deste sábado.

AnuncianteClínica Fornari

Publicidade

O argumento dos advogados do MDB é de que os partidos registraram em convenção apenas o apoio ao nome de Alckmin sem formalizar o desejo de se coligar com as outras legendas que o apoiam.

Os defensores dos emedebistas alegam que o apoio à coligação tucana deveria constar “expressamente da ata o nome dos partidos coligados, a fim de que se permita aferir objetivamente a confluência das deliberações partidárias”. Por essa interpretação, só dois partidos da chapa cumpriram a exigência: PPS e PSD.

O caso vai ser relatado pelo ministro Tarcisio Vieira que pode deve tomar uma decisão antes do início da propaganda eleitoral, que começa dia 31 de agosto.

Atualmente, Alckmin tem sozinho 48% do tempo destinado à propaganda eleitoral. O segundo maior tempo é o do PT, com 20%; seguido de Meirelles com 17%. Em termos práticos, o tucano apareceria sozinho por 5 minutos e 32 segundos dos 12 minutos e 30 segundos reservados para a apresentação dos candidatos à Presidência.

Temer. Em evento na manhã deste sábado na sede do PHN, em São Paulo, Alckmin negou que esteja sendo apoiado pelo presidente Michel Temer. “Não tem apoio nenhum. O Temer nem gosta de mim, principalmente depois que a bancada do PSDB na Câmara votou pela investigação contra ele.”

Além disso, para Alckmin, o apoio de Temer a ele não faz sentido porque o partido do presidente, o MDB, tem candidato, o ex-ministro da Fazenda. Na semana passada, em entrevista, Temer disse enxergar seu governo na candidatura do tucano. “Se você dissesse: ‘quem o governo apoia?’. Parece que é o Alckmin, né?”.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS