Connect with us

Tênis

Bellucci vence primeira partida após cumprir pena por doping

Tenista passou pelo argentino Juan Ignacio Galarza no qualifying do Torneio de Buenos Aires
Fabricio Oliveira

Publicado

em

Foi a primeira vitória de Bellucci desde que retornou da suspensão de cinco meses por doping (Buda Mendes/Getty Images)


O brasileiro Thomaz Bellucci, número 108 do ranking mundial, estreou neste sábado com vitória no qualifying do Torneio de Buenos Aires, ATP 250 disputado em quadra de saibro na Argentina. Ele precisou de 1h19 para derrotar o argentino Juan Ignacio Galarza, número 361 do mundo, por duplo 6/4.

Foi a primeira vitória de Bellucci desde que retornou da suspensão de cinco meses por doping. Na última terça-feira, ele perdeu para o dominicano Victor Estrella Burgos na estreia do Torneio de Quito em seu primeiro jogo depois de ter testado positivo por conta de um diurético. Na segunda rodada, Bellucci terá pela frente o argentino Hernan Casanova, número 315 do mundo.

“Logicamente ainda preciso ganhar mais ritmo, fazer mais jogos, mas independente disso foi um bom jogo e fico feliz de estar a um jogo da chave. Agora vamos partida a partida,” analisou o brasileiro. “Foi importante voltar a vencer depois desse tempo todo”, prosseguiu.

A rodada do qualifying teve mais duas vitórias de brasileiros e uma derrota. Guilherme Clezar, 222 do mundo, eliminou o argentino Renzo Olivo (153º), cabeça de chave 7, por 2 sets a 0, com parciais de 7/5 e 6/0. Na próxima fase, ele vai encarar o compatriota Rogério Dutra Silva.

Rogerinho, melhor brasileiro do ranking atualmente, na 86ª posição, também superou um argentino na estreia, Andrea Collarini (228º). Após perder o primeiro set, o paulista conseguiu a reação e virou o jogo em 6/7 (9/11), 6/3 e 2/1, após 2h17 de partida.

A única eliminação veio com João Souza, o Feijão (240º). Ele perdeu, de virada, para o português Gastão Elias (115º), com direito a pneu: 4/6, 6/3 e 6/0. Na próxima rodada, Gastão Elias enfrentará o argentino Facundo Bagnis.

Deixe sua opinião

Fonte: VEJA
Anunciante

RIO DE JANEIRO

Confusão com torcida do lado de fora do Maracanã deixa 29 feridos

Tumulto aconteceu porque uma decisão judicial, tomada de madrugada - quando 30 mil ingressos já tinham sido vendidos - inicialmente impediu que o público entrasse
Fabricio Oliveira

Publicado

em

© Reprodução/TV Globo

O Vasco conquistou neste domingo a Taça Guanabara – o primeiro turno do Campeonato Carioca -, mas a vitória de 1 a 0 sobre o rival Fluminense tornou-se secundária. O resultado foi ofuscado pela confusão que marcou a partida do lado de fora do estádio do Maracanã, com bombas de efeito moral, tiros com munição de borracha e cargas de cavalaria da PM.

A ação policial resultou em pelo menos 29 feridos. O tumulto aconteceu porque uma decisão judicial, tomada de madrugada – quando 30 mil ingressos já tinham sido vendidos – inicialmente impediu que o público entrasse. A entrada só foi liberada às 17h30, quando a partida já tinha passado da metade do primeiro tempo.

Vascaínos e tricolores disputavam o setor sul do Maracanã. O Vasco, que tinha o mando de campo, manteve a venda de ingressos para sua torcida na área das arquibancadas que ocupa desde a inauguração do estádio, em 1950. O Fluminense alegava que, por contrato com o Complexo Maracanã, tinha direito a usar o mesmo espaço, fosse ou não o mandante da partida. O clube das Laranjeiras obtivera liminar garantindo a prerrogativa, mas o rival recorreu. Os tricolores então, alegando problemas de segurança, requereram que o clássico fosse com portões fechados.

A desembargadora de plantão, Lucia Helena do Passo, atendeu ao pedido. A magistrada entendeu que o contrato do clube com o Complexo Maracanã era omisso em relação à situação que se apresentou e também viu problemas de segurança. Determinou que o dinheiro dos ingressos fosse devolvido. Os dois clubes chegaram a fazer um acordo para abertura do estádio durante o jogo, com o Vasco assumindo o risco de pagar R$ 500 mil em multa, mas o Juizado Especial Criminal (Jecrim) não aceitou.

A decisão elevou a tensão. Torcedores chegavam para assistir ao jogo e eram impedidos de entrar. Por volta das 17 horas, uma grade foi derrubada e começou o tumulto. Cavalarianos do Regimento de Polícia Montada investiram contra alguns torcedores, enquanto que bombas explodiam em meio ao corre-corre. Houve pelo menos quatro registros policiais. A multidão chegou a se dispersar, mas, perto das 17h30, voltou a se aglomerar.

Quando uma nova confusão era iminente, a entrada foi liberada pela Justiça. Com algum tumulto, os torcedores entraram no estádio, quando o jogo já tinha mais de 30 minutos. Foi, porém, uma partida praticamente de torcida única: havia muito poucos torcedores tricolores. A maioria do público presente assistiu à vitória cruzmaltina, com gol de falta de Danilo Barcelos, aos 35 da segunda etapa. Com informações do Estadão Conteúdo.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

recuperação

Atleta internado após incêndio no Flamengo inicia dieta oral

Alex Mesmer

Publicado

em

As queimaduras do atleta Jhonata Ventura vem respondendo bem aos curativos e ele já iniciou dieta oral, segundo a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, que divulgou um boletim médico na manhã de hoje (16).

Jhonata está internado no Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Pedro II, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.

O jovem é o último dos três feridos que permanece internado após o incêndio que destruiu o alojamento das categorias de base no Centro de Treinamento do Flamengo, no dia 8 de fevereiro. A tragédia deixou 10 mortos, e, entre os sobreviventes, Jhonata foi o que apresentou os ferimentos mais graves, com entre 30% e 35% do corpo com queimaduras de terceiro grau.

A secretaria informou também que as lesões na face do atleta já estão cicatrizadas e ele está hemodinamicamente estável.

Jhonata está acordado e atende a comandos simples. Ele segue sendo tratado com antibióticos e, apesar da melhora, ainda precisa de máscara de oxigênio.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

penápolis

Prefeitura de Penápolis oferece aulas gratuitas de natação, alongamento e hidroginástica

Fabio Shiz

Publicado

em

Depois das férias coletivas dos professores, as escolinhas de iniciação e treinamento da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude de Penápolis, já retomaram suas atividades diárias normais. São oferecidas gratuitamente aulas de natação, alongamento e hidroginástica.

O intuito é melhor atender aos munícipes oferecendo a oportunidade da pratica esportiva como forma de benefícios à saúde física e mental dos seus praticantes. As aulas são totalmente gratuitas e ministradas pela professora Mariane Carolina Cavenaghi em diversos horários.

As inscrições podem ser feitas com a professora nos dias e horários das aulas. Para a prática da natação e hidroginástica é necessário a confecção da carteirinha na sede da Secretaria Municipal de Esporte, localizada na rua Brasil, 645 – Centro.

É necessário apresentar obrigatoriamente uma foto 3×4 recente e legível, um documento pessoal (RG) e pagar a taxa de R$ 2,00. Após a confecção da carteirinha, que é feita na hora, o munícipe deverá procurar a rede municipal de saúde ou particular e fazer exame dermatológico.

Confira os dias e horários das aulas:

Natação – Treinamento
2ª Feira, no Centro de Lazer, das 15h45 às 18h00;
4ª e 6ª Feiras, no Parque Aquático, das 10h00 às 11h30;
4ª e 6ª Feiras, no Parque Aquático, das 14h00 às 15h00;

Natação – Iniciação
4ª e 6ª Feiras, no Parque Aquático, das 09h00 às 10h00 (7 a 15 anos);
4ª e 6ª Feiras, no Parque Aquático, das 15h00 às 16h00 (7 a 15 anos);
4ª e 6ª Feiras, no Parque Aquático, das 16h00 às 17h00 (7 a 15 anos);

Alongamento
2ª, 4ª e 6ª Feiras, no Ginásio Nagibão (Parque Aquático), das 07h30 às 09h00;

Hidroginástica
3ª e 5ª Feiras, Centro de Lazer do Trabalhador, das 07h30 às 08h30.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

futebol

São Paulo não passa do empate e dá adeus à Libertadores

Alex Mesmer

Publicado

em

O São Paulo deu adeus à Copa Libertadores 2019 na noite desta quarta-feira. Jogando no Morumbi pela primeira vez no ano, o time tricolor voltou a jogar mal, não passou de um empate por 0 a 0 com o Talleres e saiu maciçamente vaiado do duelo de volta da segunda fase preliminar da competição.

Como venceu a partida de ida por 2 a 0, a equipe argentina garantiu sua sobrevivência no torneio continental.

A eliminação precoce, além de aumentar o histórico de vexames sofridos pelo clube nos últimos anos, aumenta a pressão sobre o técnico André Jardine a um patamar elevadíssimo.

Afinal, a equipe acumula resultados negativos neste início de temporada e não apresenta sinais de evolução sob o comando do treinador de 39 anos, que pode ser demitido nas próximas horas.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS