Fique Conectado

VIDA FORA DA TERRA

Como é viver no espaço? Conheça algumas curiosidades fascinantes

Saiba como vivem os astronautas nas estações espaciais. Você pode se surpreender!

Publicado

em

Anunciante

Viver no espaço pode ser entediante? Não, nada disso! A falta de gravidade, os impedimentos e as regras que um astronauta tem de adotar para viver sobre as estrelas é bem diferente do que vivemos aqui na Terra! Ficou curioso?

Então conheça algumas curiosidades sobre a rotina dos astronautas!

AnuncianteClínica Fornari

Deixe sua opinião

  • Ficou curioso? Então conheça algumas curiosidades sobre a rotina dos astronautas!© iStock/Getty Images

  • Fraldas - Durante as caminhadas espaciais, os astronautas têm de usar fraldas especiais chamadas MAGs. (Cobertura de Máxima Absorção). Este tipo de fralda aguenta até dois litros de líquidos.

  • Não prender a respiração - Se algum astronauta for exposto ao vácuo espacial sem a roupa especial, ele não pode prender a respiração. Isto porque a descompressão súbita pode fazer com que os pulmões rompam.

  • Doenças no espaço - Cerca de 80% de todos os astronautas ficam doentes no espaço. Vômitos, tonturas e náuseas são alguns dos sintomas que geralmente duram entre dois a três dias.

  • Temperar comida no espaço - Para os temperos não voarem pra todo lado nas naves espaciais, os astronautas usam sal e pimenta especiais líquidos para colocar na comida.

  • Ventilação adequada - É crucial para qualquer astronauta ter uma boa ventilação durante o sono. Isto porque o ar quente não se propaga no espaço o que leva à formação de uma bolha de gás carbônico que pode deixar os astronautas privados de oxigênio.

  • Ritmo cardíaco - O ritmo cardíaco diminui no espaço, o que pode ser muito perigoso. No entanto, os astronautas fazem exercício físico durante várias horas para conseguir manter o coração em pleno funcionamento.

  • Como cortar o cabelo no espaço? - Quando os astronautas passam vários meses no espaço, eles precisam cortar o cabelo. Como é que fazem? Eles precisam de uma máquina com um tubo a vácuo para evitar que os cabelos fiquem flutuando na nave.

  • Pés que descamam - Como num ambiente com baixa gravidade os astronautas não precisam andar para se mover, a pele dos pés começa a amolecer e a descamar. Quando tiram as meias, eles precisam ter muito cuidado para que as células mortas da pele não fiquem espalhadas pela cabine.

  • Não roncam - Em 2001 foi realizado um estudo que mostra que os astronautas que roncavam na Terra, conseguem dormir no espaço sem fazer qualquer tipo de barulho.

Anunciante

Saúde

Pagodeiro Péricles é internado em São Paulo e passa por cirurgia

Publicado

em

cantor Péricles passou por uma cirurgia para corrigir uma hernia na tarde desta segunda-feira (20), no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

A assessoria do artista informou à revista QUEM que ele passa bem, após o procedimento na região lombar.

AnuncianteClínica Fornari

O problema é decorrente de um acidente de ônibus que o pagodeiro sofreu quando fazia parte do grupo Exaltasamba.

O cantor deve ter alta nesta terça-feira (21) e ficará 15 dias de licença médica, mas retoma sua agenda de shows em seguida.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

educação

Começam hoje inscrições para bolsas remanescentes do ProUni

Publicado

em

A partir desta segunda-feira (20), estudantes interessados em concorrer a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem fazer a inscrição pela internet. Ao todo serão ofertadas 106.252 bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular, das quais 18.070 são integrais e 88.182, parciais de 50%.

O ProUni oferece bolsas de estudo em instituições particulares de ensino superior do país. Podem concorrer brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. É preciso ter obtido nota superior a 450 pontos nas provas e não ter zerado a redação.

AnuncianteClínica Fornari

Os interessados precisam ainda preencher um ou mais dos seguintes requisitos: ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou em instituição privada como bolsista integral, ter alguma deficiência, ser professor da rede pública ou estar enquadrado no perfil de renda exigido pelo programa.

As bolsas integrais são para estudantes com renda per capita de até um salário mínimo e meio. Já as bolsas parciais destinam-se a candidatos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos.

O prazo para concorrer às bolsas varia. Os alunos já matriculados nas instituições de educação superior devem se inscrever até 28 de setembro. Para aqueles para aqueles não matriculados, o prazo é menor e vai até 24 de agosto.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Cuidado

Saiba 4 materiais que não podem ir ao microondas

Publicado

em

Omicro-ondas é um equipamento que a maioria das pessoas já têm em casa. Responsável por facilitar a vida, ele ajuda a descongelar e até preparar alimentos desde o princípio. Há até quem prepare de arroz a pudim com a ajuda do aparelho. Contudo, nem todos os materiais podem ser usados no microondas, para que ele não se torne um vilão da sua saúde. Confira a lista, elaborada pelo site Viva Bem:

1. Alguns tipos de plástico

AnuncianteClínica Fornari

Plásticos que liberam dioxina, bisfenol A (BPA) e ftalatos quando aquecidos devem ficar bem longe do micro-ondas, pois essas substâncias podem imitar hormônios humanos (disruptores endócrinos) e estudos indicam que o BPA pode alterar a função da tireoide e até prejudicar o desenvolvimento fetal, enquanto as dioxinas podem prejudicar o sistema imunológico e reprodutivo. Ftalatos, por sua vez, estão relacionados a alguns tipos de câncer. Plásticos sem essa substância podem ser usados no aquecimento de alimentos.

2. Papel-filme

O PVC, ou plástico-filme, não é indicado para ir ao micro-ondas, pois o PVC é um plástico que podem conter as substâncias citadas acima, potencialmente tóxicas. O vapor gerado no aquecimento, quando se condensa, encosta no plástico e respinga na refeição. O ideal é substituir por uma tampa, uma opção mais sustentável e saudável.

3. Isopor

O isopor tem como matéria-prima o poliestireno, um produto que, quando aquecido no micro-ondas libera uma substância chamada estireno, que se transforma em hipóxido, altamente cancerígeno e obesogênico.

4. Alumínio

A intoxicação por alumínio vem sendo estudada há algum tempo pelos cientistas. Segundo o Portal Educação, o alumínio tem sido associada à constipação intestinal, cólicas abdominais, anorexia, náuseas, fadiga, alterações do metabolismo do cálcio (raquitismo), alterações neurológicas com graves danos ao tecido cerebral, na infância pode causar hiperatividade e distúrbios do aprendizado.

Inúmeros estudos consideram que o alumínio tem um papel extremamente importante no agravamento do mal de Alzheimer (demência precoce) e o excesso de alumínio interfere com a absorção do selênio e do fósforo.

Quando aquecido no micro-ondas, o alumínio pode ainda causar perigos de incêndio. Quando as ondas eletromagnéticas do aparelho entram em contato com o alumínio, um condutor de eletricidade, pode gerar correntes elétricas que levam ao superaquecimento desse metal.

O que usar?

Para aquecer, use cerâmica ou vidro, pois não transferem substâncias ao alimento quando esquentados.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

loteria

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 27,5 milhões na quarta-feira (22)

Publicado

em

Aconteceu, na noite deste sábado (18), o sorteio do concurso 2070 da Mega-Sena, na Coribe (BA). Nenhum apostador acertou as seis dezenas e o prêmio máximo acumulou para R$ 27,5 milhões.

Confira os números sorteados: 05 – 26 – 27 – 34 – 42 – 48.

AnuncianteClínica Fornari

De acordo a Caixa Econômica Federal, a Quina contou com 84 apostas ganhadoras, com prêmio no valor de R$ 25.629,96 cada.

Outras 5.654 pessoas fizeram a Quadra e levaram R$ 543,96.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS