Oi, o que você está procurando?

economia

Bovespa bate 80 mil pontos e atinge patamar inédito

Na véspera, principal índice de ações da B3 subiu 0,51%, aos 79.752 pontos, voltando a alcançar novo recorde de fechamento.

O principal índice da bolsa paulista (B3) bateu 80 mil pontos, pela primeira vez, nesta terça-feira (16), mantendo o bom humor recente que levou a uma sequência de altas no início do ano. A entrada contínua de recursos, com a manutenção do cenário de otimismo no exterior e no Brasil, puxam a alta.

Às 15h53, o Ibovespa subia 0,41%, a 80.076 pontos.

No ano até a véspera, o índice acumula alta de 4,4%, após ter subido quase 27% em 2017.

Na segunda-feira (15), o Ibovespa subiu 0,51%, a 79.752 pontos, renovando a máxima de fechamento. O recorde anterior, de 79.378 pontos, tinha sido registrado em 8 de janeiro de 2018.

Injeção de recursos estrangeiros

No exterior, dados mostrando fortalecimento da economia mundial sem pressão sobre a inflação e juros ainda baixos favorece a busca por ativos de risco, ajudando a impulsionar a entrada de recursos para a bolsa brasileira.

“Diante de baixa taxa de juro no exterior, a tendência é que o fluxo de recursos de investidores estrangeiros siga em busca de países que oferecem bom potencial de retorno, o que é o caso do Brasil, cuja valorização da nossa bolsa de valores neste ano tem sido fortemente alavancada por este fluxo”, escreveram analistas da corretora Magliano em nota a clientes.

O fluxo de investimento estrangeiro segue forte no início deste ano, com o saldo externo registrando entrada líquida de R$ 3,58 bilhões até o dia 11 de janeiro, dando continuidade ao movimento visto em dezembro, quando os estrangeiros injetaram R$ 3,65 bilhões na bolsa em meio a uma série de estreias de novas empresas na B3. No acumulado de 2017, a entrada líquida de capital externo foi de R$ 14,6 bilhões.

Bovespa atinge quase US$ 1 trilhão em valor de mercado

Com a alta desta terça, as ações listadas na Bovespa está prestes a retomar a marca de US$ 1 trilhão em valor de mercado. Segundo dados da provedora de informações financeiras Economatica, a B3 encerrou o pregão com R$ 3,129 trilhões em valor de mercado, o maior valor nominal já registrado. Em dólares, o valor de mercado chegou a US$ 978,7 bilhões, recuperando níveis de outubro de 2014.

Maiores empresas da B3 em valor de mercado (Foto: Divulgação/Economatica)

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!