Oi, o que você está procurando?

POLÍTICA

AGU pede ‘reanálise’ de decisão que permitiu auxílio-moradia a Bretas

Juiz é casado com juíza que também recebe o benefício

A Advocacia-Geral da União que a Justiça remeta para análise do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) a decisão que permitiu que o juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio, receba auxílio-moradia mesmo sendo casado com uma juíza que também tem o benefício.

As informações são da coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, desta quarta-feira (31).

A União concluiu que o o TRF-2 não havia recorrido de decisão até então, quebrando a praxe. Na petição, a AGU alega que não houve “trânsito em julgado da ação judicial, tendo em vista a ausência de remessa dos autos ao TRF-2 para fins de reexame necessário”.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!