Fique Conectado

Estado de SP

Doe sangue: estoque dos tipos O+, O-, A- e B+ estão em estado crítico

Anunciante

A Fundação Pró-Sangue está precisando de doadores. Os estoques de sangue O+, O-, A- e B+ estão em estado crítico. Já o tipo A+ está em estado de alerta. Faça sua parte e ajude a salvar vidas. Doar sangue é mais simples do que você imagina. Veja a lista dos postos e os horários de funcionamento.

Importante lembrar que os estoques podem variar diariamente. Para consultar, acesse o site da Fundação Pró-Sangue.

Conheça os requisitos para doação de sangue:
– Estar em boas condições de saúde.
– Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).
– Pesar no mínimo 50kg.
– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
– Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
– Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Impedimentos temporários
– Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.
– Gravidez.
– 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
– Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
– Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
– Tatuagem nos últimos 12 meses.
– Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.
– Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses Estados deve aguardar 12 meses.

Impedimentos definitivos
– Hepatite após os 11 anos de idade (*).
– Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: hepatites B e C, Aids (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
– Uso de drogas ilícitas injetáveis.
– Malária.

* Hepatite após o 11º aniversário: recusa definitiva; Hepatite B ou C após ou antes dos 10 anos: recusa definitiva; Hepatite por medicamento: apto após a cura e avaliado clinicamente; Hepatite viral (A): após os 11 anos de idade, se trouxer o exame do diagnóstico da doença, será avaliado pelo médico da triagem.

Intervalos para doação
– Homens: 60 dias (máximo de 4 doações nos últimos 12 meses).
– Mulheres: 90 dias (máximo de 3 doações nos últimos 12 meses).

Veja mais informações sobre doação de sangue no site da Fundação Pró-Sangue.

Oque você acha disso?

Portal SP
Anunciante

Maria da Penha

Casos de violência contra a mulher aumentam em Araçatuba

Centro de Referência da Mulher de Araçatuba atendeu 817 vítimas em 2017; No ano anterior foram 641 casos

Dados divulgados pelo Centro de Referência da Mulher (CRM) “Josymary Aparecida Carranza”, de Araçatuba, apontam que em 2017 o órgão teve aumento nos registros de casos enquadrados na Lei Maria da Penha, em relação a 2016.

Nessas condições, o equipamento da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) atendeu, em 2016, 641 pessoas e, em 2017, foram realizados 817 atendimentos.

Entre as modalidades delituosas relacionadas à Lei Maria da Penha, foram registrados 448 casos de ameaça, seguidos de 310 registros de lesão corporal dolosa e 62 casos de calúnia, difamação e injúria.

A secretária da SMAS, Maria Cristina Domingues, destaca a importância de denunciar casos de violência física e psicológica contra a mulher.

“Quando se fala em agressão, não devemos pensar apenas em socos, tapas e chutes. Ela também se faz com palavras, atitudes e manipulações que ferem a dignidade. É preciso que fique claro que as atitudes são de truculência e violência, principalmente psicológica. Sempre é importante destacar que a lei Maria da Penha enquadra a tortura psicológica como violência doméstica”.

O CRM
O Centro de Referência da Mulher (CRM) “Josymary Aparecida Carranza” foi criado em Araçatuba em 2010, com o objetivo de acolher mulheres vítimas de violência e contribuir para que elas conquistem a autossuficiência e resgatem a autoestima. Localizado na rua Chiquita Fernandes, 615, no jardim Bandeiras, com capacidade de atendimento variada. Atualmente, o equipamento funciona das 8h às 17h.

Entre os serviços ofertados estão acolhimento, atendimento socioassistencial, atendimento psicológico, encaminhamentos e atendimentos em rede e orientação jurídica. Ainda há oficinas de reflexão e encaminhamentos para outros programas da Rede de Proteção Especial.

Também fazem parte do trabalho do CRM visitas domiciliares, palestras de divulgação e contatos interinstitucionais, entre outras ações.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

ESTADO DE SAÚDE

Idoso se recupera após ser atingido por raio embaixo de árvore em Ibitinga

Homem de 64 anos recebeu a descarga elétrica enquanto estava sentado embaixo de uma árvore. Não há previsão de alta.

Imagem ilustrativa

O idoso de 64 anos que foi atingido por um raio na quarta-feira (17) em Ibitinga (SP) continua internado na UTI da Santa Casa da Cidade.

Segundo a unidade de saúde, ele está bem, estável e se recupera rápido, porém, não há previsão de alta.

De acordo com os bombeiros, Laerte Wanderley Tambolin estava sentado embaixo de uma árvore na rua Antenor Simões, na Vila Simões, quando foi atingido pelo raio.

Laerte sofreu queimaduras nas pernas e nas costas, e foi socorrido consciente pelos bombeiros à unidade de pronto-atendimento e em seguida à Santa Casa de Ibitinga.

Idoso foi atingido por raio embaixo de árvore em Ibitinga (Foto: Arquivo Pessoal/G1 )

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Investigação

Caso “Estaleiro” terá inquérito no PR e ficará sob coordenação do juiz Sérgio Moro

Depois dos vai e vem o STF (Supremo Tribunal Federal) remeteu o caso do estaleiro de Araçatuba à 13ª Vara Federal, em Curitiba (PR), e a Polícia Federal vai investigar indícios de irregularidade no arrendamento, sem licitação, de uma área em Araçatuba onde funciona o Estaleiro Rio Tietê, que deveria construir 20 comboios para o transporte de etanol.

Agora em Curitiba o caso ficará sob coordenação do juiz Sérgio Moro, responsável por um inquérito que investiga indícios de possíveis crimes no âmbito da Transpetro.

O caso voltou à tona nesta segunda-feira após veiculação da notícia em rede nacional, pela Globo, após a Polícia Federal abrir novos inquéritos com base na delação premiada do ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

De acordo com a reportagem, os alvos dos inquéritos são a ex-ministra Ideli Salvatti, que foi titular em três ministérios, entre eles o de Relações Institucionais do governo, além dos ex-deputados Cândido Vacarezza, Edson Santos e Jorge Bittar, e do presidente da Câmara Henrique Eduardo Alves.

Em sua delação, Sérgio Machado, revelou gravações de conversas importantes que teve caciques do PMDB e beneficiários do esquema de propina e distribuição de vantagens por meio da Transpetro.

Ele disse que, dos cofres da subsidiária, escoaram “pouco mais de R$ 100 milhões” para o partido do presidente da República, Michel Temer, e políticos que o procuraram em busca de ajuda financeira para campanhas eleitorais.

No caso do Estaleiro Rio Tietê, as apurações atendem a um pedido do MPF (Ministério Público Federal) e um procedimento denominado “Verificação Preliminar de Informações”, que tem como alvo seis empresas que, de acordo com Sérgio Machado, teriam pago de forma continuada vantagens ilícitas a políticos, seja por meio de doações oficiais ou repasses em dinheiro.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS DO DIA