Fique Conectado

Mistério

Atrizes pornô e mistério ao redor de suas mortes: entenda onda de suicídio

Publicado

em

Anunciante

Nos últimos dois meses, foram encontradas mortas quatro atrizes pornô supostamente após se suicidar. Líderes do setor se abstêm de comentários enquanto funcionários se queixam de crise profunda e uma epidemia de depressão. O portal Lenta.ru decidiu esclarecer o que faz com que mulheres empregadas na área recorram a medidas radicais.

A situação na indústria pornográfica atraiu atenção da sociedade depois da morte da atriz pornô canadense Shyla Stylez (nome real — Amanda Friedland). Em 9 de novembro de 2017, seu corpo foi encontrado na casa de sua mãe.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

Filipe Fornari

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentara ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.
Quem comentou a tragédia em detalhes foi a celebridade pornô Odette Delacroix. Segundo ela, atrizes deste gênero são alvos de ofensas pesadas na Internet, sem falar na concorrência dura para conseguir um papel.

Igual a suas colegas, Delacroix confessou ter enfrentando depressão por 15 anos sem poder encontrar tratamento adequado.

A crise na indústria, acredita, deve-se à atitude consumista em relação a atrizes. Uma das questões mais doentias é a idade das mulheres — atrizes devem parecer mais jovens por causa da grande procura por meninas menores de idade.

“Atualmente, garotas são obrigadas a filmar com homens já na terceira semana de trabalho e em três meses elas podem ser jogadas para fora da indústria”, declarou Delacroix, comentando endurecimento das condições de trabalho no setor.

Outra razão da morte das atrizes são as redes sociais: “Foram elas que ajudaram a ganhar fama, mas foram elas também que mataram”, disse, explicando a razão da depressão em massa.

O problema é que mesmo que atores e atrizes queiram lidar com doença e encontrar um especialista, a terapia é prejudicada por preconceitos comuns quanto ao pornô partilhados inclusive por médicos, diz o artigo do Lenta.ru.

Ainda por cima, muitos empregados no setor não têm dinheiro suficiente para obter tratamento, gastando este no combate a doenças sexualmente transmissíveis.

Na opinião de Tasha Reign, ativista pelos direitos de atores da indústria pornográfica, para evitar suicídios “é preciso que mudemos de atitude em relação à sexualidade, bem como em relação a trabalhadores sexuais e pornô para que atores do setor não se sintam excluídos”.

No entanto, resume o artigo, dadas as críticas das mulheres nas redes, tal opinião é partilhada por poucos.

Deixe sua opinião

Anunciante

Mundo

Trump diz estar ansioso por segundo encontro com Putin

Publicado

em

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente da Rússia, culparam forças de dentro dos EUA nesta quinta-feira por macularem o que chamaram de sucesso de sua primeira cúpula, e Trump disse estar ansioso pelo segundo encontro entre os dois.

Trump, que vem lutando para acalmar a turbulência política por ter sido incapaz de confrontar Putin pela interferência russa na eleição norte-americana de 2016, renovou suas críticas ferozes a um de seus alvos favoritos, a mídia noticiosa.

O presidente republicano acusou a mídia de distorcer comentários nos quais deu crédito às negações de Putin de intromissão eleitoral, apesar das conclusões da comunidade de inteligência norte-americana sobre a conduta de Moscou.

“A cúpula com a Rússia foi um grande sucesso, exceto com o verdadeiro inimigo do povo, a mídia fake news”, tuitou Trump.

Filipe Fornari

“Aguardo nossa segunda reunião para que possamos começar a implementar algumas das muitas coisas debatidas, inclusive deter o terrorismo, segurança para Israel, proliferação nuclear, ataques cibernéticos, comércio, Ucrânia, a paz no Oriente Médio, a Coreia do Norte e mais”, acrescentou.

Trump atraiu muitas críticas nos EUA, inclusive de parlamentares dos dois partidos, por se recusar a culpar Putin pela interferência na eleição. Putin nega tal interferência.

Um dia depois de se recusar a culpar Putin por interfência nas eleições, Trump disse ter se expressado mal e acusou “algumas pessoas” de odiarem o fato de ele ter se dado bem com Putin.

Agências de inteligência norte-americanas anunciaram no ano passado que a Rússia realizou uma campanha de hackeamento e propaganda visando a eleição dos EUA em 2016, na tentativa de semear discórdia, prejudicar a candidata democrata, Hillary Clinton, e ajudar a candidatura de Trump. Putin tem negado qualquer interferência desse tipo.

Em Moscou, Putin acusou forças “poderosas” dos EUA de tentarem minar o sucesso de sua primeira cúpula com Trump, mas disse que os dois líderes conseguiram começar a melhorar os laços bilaterais apesar disso.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Investigação

Líder do PCC no Paraguai, traficante brasileiro é preso em Assunção

Publicado

em

Eduardo Aparecido de Almeida, conhecido como Pisca, foi preso em uma casa de luxo em Assunção

Apontado como um dos principais líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) no Paraguai, o traficante brasileiro Eduardo Aparecido de Almeida, conhecido como Pisca, foi preso nesta quarta-feira (18) em uma casa de luxo em Assunção, junto com um agente da polícia local que o protegia.

Procurado pela Justiça brasileira por diversos crimes, Almeida, de 39 anos, foi acusado de ser um dos responsáveis, em 2006, pelo sequestro da mãe do ex-lateral Kléber, que na época defendia o Santos e passou também por Corinthians e Internacional, entre outros clubes.

O ministro da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, Hugo Vera, afirmou que o brasileiro era o terceiro principal líder do PCC no Paraguai e na Bolívia. Ele também disse que não consta nenhum registro de entrada do traficante em território paraguaio, o que leva a crer que este usou documentos falsos para ingressar no país.

Hugo Vera afirmou que está em trâmite o processo de “expulsão rápida” de Almeida para o Brasil.

Filipe Fornari

Durante a operação policial que levou à prisão do traficante, Almeida tentou fugir pelos fundos da casa, localizada no bairro Herrera, perto da sede da Controladoria-Geral da República, mas foi interceptado.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Mundo

American University é fechada após relatos de pessoa armada perto de campus

Publicado

em

A American University está fechada após relatos de um invasor armado perto de seu campus em Washington, informou a polícia da instituição em uma série de postagens no Twitter.

Não havia relatos imediatos de tiros disparados ou pessoas feridas.

A polícia da universidade informou que ela e a polícia da cidade estavam vasculhando prédio por prédio no campus.

Um porta-voz da Polícia Metropolitana se recusou a comentar, e um porta-voz da universidade não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Mundo

Rússia pede que Conselho de Segurança da ONU estude aliviar sanções à Coreia do Norte

Publicado

em

O enviado da Rússia para a Coreia do Norte disse nesta quarta-feira que seria lógico abordar a questão do alívio das sanções impostas ao país recluso no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) agora que os Estados Unidos estão defendendo o fim das exportações de petróleo refinado para Pyongyang.
“A mudança positiva na península coreana é óbvia agora”, disse o embaixador Alexander Matsegora, segundo a agência de notícias RIA, acrescentando que a Rússia está disposta a ajudar a modernizar o sistema energético da Coreia do Norte se as sanções forem suspensas e se Pyongyang puder conseguir fundos para a modernização.
    O Conselho de Segurança da ONU vem aprovando reforços nas sanções de forma unânime desde 2006 com a meta de cortar as fontes de financiamento dos programas nuclear e de mísseis balísticos norte-coreanos, proibindo exportações como as de carvão, ferro, chumbo, têxteis e frutos do mar e limitando as importações de petróleo e derivados de petróleo refinado.
    No final do mês passado a China tentou induzir o Conselho de Segurança a emitir um comunicado louvando a reunião entre o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, em Cingapura no dia 12 de junho e expressando sua “disposição de ajustar as medidas para a RPDC (República Popular Democrática da Coreia, nome oficial do país) à luz da obediência da RPDC às resoluções”.
Mas os EUA vetaram o comunicado em 28 de junho, dadas as “conversas muito delicadas e em andamento entre os Estados Unidos e a RPDC neste momento”, disseram diplomatas. No mesmo dia o secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, conversou com seu homólogo chinês, Wang Yi, sobre a importância da aplicação das sanções.
    Pompeo deve atualizar os enviados do Conselho de Segurança, assim como da Coreia do Sul e do Japão, informalmente na sexta-feira.
Diplomatas dizem acreditar que nessa ocasião Pompeo enfatizará a necessidade de manter a pressão sobre a Coreia do Norte.
    Em um tuíte desta quarta-feira, Trump disse ter obtido uma promessa do presidente russo, Vladimir Putin, de ajudar a negociar com Pyongyang, mas não explicou como, e ainda disse: “Não há pressa, as sanções permanecem!”
    Na semana passada Washington acusou a Coreia do Norte de violar um teto de sanções da ONU ao petróleo refinado fazendo transferências ilícitas entre navios em pleno mar, e exigiu o fim imediato de todas as vendas do combustível.
    Os EUA encaminharam a queixa ao comitê de sanções à Coreia do Norte do Conselho de Segurança, que deve decidir até quinta-feira se instruirá todos os países-membros da ONU a suspenderem todas as transferências de petróleo refinado para Pyongyang.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS