Fique Conectado

Mistério

Atrizes pornô e mistério ao redor de suas mortes: entenda onda de suicídio

Anunciante

Nos últimos dois meses, foram encontradas mortas quatro atrizes pornô supostamente após se suicidar. Líderes do setor se abstêm de comentários enquanto funcionários se queixam de crise profunda e uma epidemia de depressão. O portal Lenta.ru decidiu esclarecer o que faz com que mulheres empregadas na área recorram a medidas radicais.

A situação na indústria pornográfica atraiu atenção da sociedade depois da morte da atriz pornô canadense Shyla Stylez (nome real — Amanda Friedland). Em 9 de novembro de 2017, seu corpo foi encontrado na casa de sua mãe.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentara ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.

A causa de sua morte não foi revelada, mas se sabe que seus colegas tentaram ajudá-la a combater uma doença coletando dinheiro para “pagar suas despesas médicas e funerais apropriados”.

Umas semanas depois, teria se suicidado outra atriz canadense, August Ames (nome real — Mercedes Grabowski). Análise mostrou que em seu sangue não havia nem álcool nem drogas, mas perto do corpo estava uma mensagem de despedida pedindo desculpas a seus pais.
Quem comentou a tragédia em detalhes foi a celebridade pornô Odette Delacroix. Segundo ela, atrizes deste gênero são alvos de ofensas pesadas na Internet, sem falar na concorrência dura para conseguir um papel.

Igual a suas colegas, Delacroix confessou ter enfrentando depressão por 15 anos sem poder encontrar tratamento adequado.

A crise na indústria, acredita, deve-se à atitude consumista em relação a atrizes. Uma das questões mais doentias é a idade das mulheres — atrizes devem parecer mais jovens por causa da grande procura por meninas menores de idade.

“Atualmente, garotas são obrigadas a filmar com homens já na terceira semana de trabalho e em três meses elas podem ser jogadas para fora da indústria”, declarou Delacroix, comentando endurecimento das condições de trabalho no setor.

Outra razão da morte das atrizes são as redes sociais: “Foram elas que ajudaram a ganhar fama, mas foram elas também que mataram”, disse, explicando a razão da depressão em massa.

O problema é que mesmo que atores e atrizes queiram lidar com doença e encontrar um especialista, a terapia é prejudicada por preconceitos comuns quanto ao pornô partilhados inclusive por médicos, diz o artigo do Lenta.ru.

Ainda por cima, muitos empregados no setor não têm dinheiro suficiente para obter tratamento, gastando este no combate a doenças sexualmente transmissíveis.

Na opinião de Tasha Reign, ativista pelos direitos de atores da indústria pornográfica, para evitar suicídios “é preciso que mudemos de atitude em relação à sexualidade, bem como em relação a trabalhadores sexuais e pornô para que atores do setor não se sintam excluídos”.

No entanto, resume o artigo, dadas as críticas das mulheres nas redes, tal opinião é partilhada por poucos.

Oque você acha disso?

Anunciante

15 anos

Estudante brasileira morre atropelada no Canadá

ernanda Girotto, de 15 anos, estava com a irmã, de 17, na província de Burnaby desde o início do ano para um intercâmbio de férias.

Estudante de Araraquara morreu atropelada no Canadá (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma estudante de Araraquara (SP) morreu atropelada por um carro no Canadá na quarta-feira (17). Fernanda Girotto, de 15 anos, estava com a irmã, de 17, na província de Burnaby, região de Vancouver, desde o início o ano para um intercâmbio de férias.

O G1 tentou contato com os pais da jovem, mas não conseguiu porque eles viajaram para o Canadá e devem chegar ao país nesta quinta-feira (18) para realizar o processo de liberação do corpo.

O Consulado-Geral do Brasil em Toronto e a agência de viagens responsável pelo intercâmbio também foram procurados, mas ainda não responderam às solicitações da reportagem.

Acidente

Segundo informações do site Vancouver News, a adolescente foi atropelada durante a manhã por um carro que seguia para a região norte do país pela Cariboo Road. Paramédicos que atenderam a ocorrência declararam que a menina morreu na hora. O motorista do carro teria permanecido no local do acidente.

Ainda de acordo com as informações da imprensa canadense, a polícia de Burnaby não soube informar o que causou a colisão. Na quarta-feira, foram registrados outros três incidentes menos graves na região envolvendo pedestres e ciclistas atingidos por veículos.

As autoridades ressaltaram que os acidentes com pedestres aumentam drasticamente nos meses de outono e inverno por causa das curtas horas do dia e do mau tempo.

Familiares e amigos

Diretora do colégio de Araraquara onde adolescente estudou até a 8ª série, Leliana Serafim disse que a família está abalada.

“Ontem, assim que recebi a notícia, fui à casa dos familiares e fiquei lá com eles até saírem para o aeroporto. Estão todos abalados porque não é fácil perder uma filha de 15 anos. Eles também estão muito preocupados com a irmã dela”, relatou.

Segundo a diretora, professores e funcionários do colégio também estão chocados com o que aconteceu. Nesta manhã, eles se reuniram na capela da escola para fazer uma oração.

“Na segunda-feira (22), quando retornam as aulas, vamos fazer uma atividade com os alunos da turma porque os amigos precisam ser acolhidos neste momento de dor. Fernanda era uma boa aluna, estudiosa, alegre e muito amiga”, completou a diretora.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Cazaquistão

Ônibus pega fogo e mais de 50 morrem

Apenas cinco ocupantes do ônibus conseguiram sobreviver à tragédia.

Incêndio em ônibus mata 52 passageiros no Cazaquistão. (Reprodução/Instagram)

Cinquenta e duas pessoas morreram depois que um ônibus com passageiros pegou fogo em uma estrada no oeste do Cazaquistão, nesta quinta-feira (18).

De acordo com a BBC, o acidente aconteceu às 10h30 (no horário local) em Irgiz , no distrito da região de Aktobe.

Apenas cinco ocupantes do ônibus conseguiram sobreviver à tragédia, segundo o porta-voz do Comitê de Situações de Emergências do Cazaquistão, Ruslan Imakoulov.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

europa

Polícia apreende abacaxis com cocaína na Espanha e em Portugal

Carregamento com 745 quilos da droga escondida nas frutas foi encontrado em navios.

Polícia da Espanha e de Portugal apreendeu abacaxis recheados de drogas (Foto: Reprodução/TV Globo)

A polícia de Portugal e da Espanha apreendeu centenas de quilos de cocaína escondidos dentro de abacaxis e prendeu nove membros de uma gangue que havia transportado a droga a partir da América do Sul.

As frutas estavam dentro de containers de navios. Além de apreender os 745 quilos de cocaína, a polícia desmantelou um laboratório onde a droga era processada.

“A organização internacional trouxe repetidamente grandes quantidades de cocaína ao continente europeu”, afirmaram investigadores portugueses em um comunicado.

A droga estava escondida em cilindros dentro da fruta. Os traficantes passaram uma cera amarela em volta do pacote e colocaram dentro da casca do abacaxi.

A Península Ibérica é uma grande porta de entrada para cocaína e outras drogas que chegam à Europa diretamente da América Latina ou via África.

Droga estava escondida em abacaxis (Foto: Reprodução/TV Globo)

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS DO DIA