Fique Conectado

ENTREVISTA

Novo goleiro do São Paulo tem Rogério Ceni como ídolo

Anunciante

Goleiro e disposto a cobrar faltas. No São Paulo, isso já faria com que as comparações com Rogério Ceni fossem, no mínimo, inevitáveis. O caso de Jean, novo arqueiro do Tricolor, entretanto, possui um “agravante” claro, já que o jogador de 22 anos nunca escondeu que tinha Ceni como um de seus ídolos na infância.

Aliás, foi durante um treino do Bahia, ex-clube de Jean, no centro de treinamentos do Palmeiras, em 2016, que o reforço do Tricolor gritou, após fazer um gol de falta, que seria “o novo Rogério Ceni”. Em sua entrevista coletiva de apresentação no novo clube, o goleiro fez questão de esclarecer o episódio.

“O Rogério com certeza é um ídolo, uma referência como goleiro, atleta. Em 2016, a gente veio com o Bahia, na Série B, treinar ao lado. Bati uma falta, fiz o gol e brinquei. Acho que toda criança já brincou em falar que era o seu ídolo. (Na época) Fui mal interpretado, não quis me comparar a ele, foi apenas uma brincadeira. Acho que o Rogério tem uma linda história no São Paulo e estou vindo aqui para construir a minha”, constatou.

No dia 3 de dezembro de 2017, o São Paulo recebeu o Bahia no Morumbi, em jogo válido pela última rodada do Campeonato Brasileiro. Jean, que teve seu nome gritado pela própria torcida tricolor várias vezes, visto que já existia um acordo verbal para o atleta defender a equipe paulista, partiu para uma cobrança de falta. No caminho até a bola, o jogador revelou que pensou em Rogério.

“Não tinha nada certo, então eu dou minha vida pela camisa que visto. Obviamente queria ganhar, estava com o Bahia. Fui cobrar a falta, lembrei do Rogério, que fez diversos gols no Morumbi. Infelizmente o gol não saiu, ou felizmente, não sei agora (risos). Ali fui tentar ajudar a equipe que estava vestindo”, explicou.

Por fim, Jean também reconheceu a grandeza do legado do maior goleiro artilheiro da história do futebol. “Acho que o Sidão terminou o ano bem, mas a torcida ainda não pegou aquela referência de goleiro como o Rogério era. Ele (Ceni) foi um ídolo, construiu a história dele em anos. Rogério sempre vai ser lembrado aqui, então cada um tem que trabalhar e fazer a sua nova história, sem comparações”, completou.

Oque você acha disso?

Gazeta Esportiva
Anunciante

Preparo

Atletismo de Birigui participa de treinamento avançado com técnico cubano

Dois jovens da escolinha de atletismo da Prefeitura de Birigui estão participando de um treinamento avançado que começou no último dia 15 de janeiro e segue até o próximo dia 19.

O evento é promovido pela Confederação Brasileira de Atletismo (CBAT) e acontece na cidade de Bragança Paulista, reunindo atletas de várias regiões do Brasil.

Os atletas Eduardo Augusto, de 15 anos, e Bruno Henrique, de 17 anos, viajaram com o professor Edson Miguel, técnico de atletismo da Prefeitura de Birigui.

De acordo com o professor, os treinos acontecem do Centro de Treinamento Nacional da CBAT e estão sendo ministrados pelo técnico cubano Julian Maloy, junto com uma equipe multidisciplinar formada por psicólogo, nutricionista, fisiologista, médico e fisioterapeuta.

“Essa equipe de profissionais avalia cada detalhe dos atletas, visando melhorar o desempenho técnico dos participantes. O principal objetivo dos treinos é qualificar as revelações do atletismo brasileiro”, explicou o Edson Miguel, que este ano completa 25 anos como concursado da Prefeitura de Birigui.

Edson Miguel é um dos principais nomes do atletismo brasileiro na modalidade arremesso de peso. Quando atleta, conquistou vários títulos: bicampeão sul-americano na Argentina (97); Campeão sul-americano na Colômbia (99); terceiro lugar no Campeonato Sul-Americano do Brasil (2001); foi 5 vezes campeão brasileiro de arremesso de peso, além de um quarto lugar na Pan Americano do Canadá (99). Foi, ainda, vice-campeão nos Jogos Abertos do Interior de 2003.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

futebol

Ponte supera pênalti e vence o Corinthians na estreia do Paulistão

Vice-campeã em 2017, a Ponte Preta sentindo um gostinho de vingança ao carimbar a faixa de campeão do Corinthians na estreia no Campeonato Paulista.

Nesta quarta-feira, no Pacaembu, a equipe de Campinas superou a dificuldade de atuar com um jogador a menos durante toda a segunda etapa e contou com noite inspirada de Felipe Saraiva, autor do gol, para vencer por 1 a 0 mesmo sendo envolvido pelo Timão, que ainda desperdiçou um pênalti com Jadson.

Curiosamente, no último jogo entre os times, pelo segundo turno do Brasileiro do ano passado, a equipe do interior também levou a melhor: 1 a 0, gol de Lucca.

Se a Ponte Preta saiu do Pacaembu com os três pontos deve-se em boa parte a Felipe Saraiva. O camisa 7 dos cabelos louros foi quem mais incomodou o organizado sistema defensivo corintiano e recebeu como prêmio o gol do jogo.

Rápido e inteligente, partiu para cima de Guilherme Romão do lado esquerdo e criou boas chances. Aos 23 do segundo tempo, ganhou mais um duelo contra o lateral-esquerdo e chutou forte de fora da área.

A bola ainda desviou em Gabriel antes de enganar Cássio. Olho no Saraiva, protagonista na primeira derrotada do atual campeão paulista e brasileiro na temporada.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

time unificado

Coreias do Norte e Sul desfilarão juntas nos Jogos de Inverno

Equipe de hóquei feminino no gelo terá membros dos dois países; desfile na abertura terá bandeira da península.

Coreia do Norte e Coreia do Sul vão formar equipe feminina única de hóquei no gelo

A Coreia do Sul e a Coreia do Norte concordaram em formar sua primeira equipe olímpica unificada e em desfilar juntas na cerimônia de abertura dos Jogos de Inverno no mês que vem, afirmou a agência sul-coreana Yonhap nesta quarta-feira (17). O time conjunto será de hóquei feminino.

O anúncio foi feito em um comunicado de ambos os países divulgado pelo Ministério da Unificação coreana, baseado em Seul, após uma reunião realizada em Panmunjom, cidade na fronteira onde foi assinado o cessar-fogo, na zona desmilitarizada (DMZ) que divide a península.

Na abertura dos Jogos, que serão realizados no condado sul-coreano de Pyeongchang, o desfile dos dois países será com uma bandeira unificada da península.

Na mesma reunião, a Coreia do Norte propôs enviar uma delegação com 550 membros, incluindo 140 artistas, 30 lutadores de Taekwondo e 230 animadoras de torcida. A equipe deve chegar à Coreia do Sul no dia 25 de janeiro, segundo o comunicado.

As famosas “brigadas de animadoras” norte-coreanas estiveram presentes em outros eventos esportivos realizados em território sul-coreano, como os Jogos Asiáticos de Busan em 2002 e o Campeonato de Atletismo da Ásia em Incheon em 2005.

A reunião desta quarta foi a segunda em alto nível entre as duas Coreias em pouco mais de uma semana, depois que em 9 de janeiro ambos os países tiveram seu primeiro encontro deste tipo em dois anos e estabeleceram a convocação de futuras reuniões militares para evitar novos atritos e o envio de uma delegação norte-coreana a Pyeongchang.

Detalhes da viagem

O regime norte-coreano propôs ainda que a delegação que enviará aos Jogos viaje por terra e atravesse a passagem situada na faixa ocidental da fronteira empregada para o funcionamento do polígono intercoreano de Kaesong, enclausurado desde 2016, explicou o Ministério de Unificação sul-coreano.

Ainda que sejam necessárias conversas militares para estabelecer o protocolo de segurança em torno da delegação norte-coreana, a viagem por terra parece mais simples que por mar, já que permitir um barco norte-coreano atracar na costa sul-coreana pode violar as sanções que Seul impõe sobre Pyongyang por seu programa de armas.

Durante as conversas desta quarta, as duas partes discutiram também a possibilidade de realizar atos culturais conjuntos no Monte Kumgang e também na estação de esqui de Masikryong, ambos localizados em território norte-coreano.

Resta determinar o alojamento para a delegação norte-coreana e como será custeada a hospedagem e a viagem de modo que a Coreia do Sul não vulnere as sanções.

Na sessão matinal da reunião, o Norte notificou ainda que enviará uma delegação aos Jogos Paralímpicos de Pyeongchang, que acontecerão entre 9 e 18 de março.

Além disso, ambas partes concordaram que a participação de atletas norte-coreanos em competições oficiais de Pyeongchang será determinada conjuntamente com o Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Comitê Paralímpico Internacional (CPI), com o que a Coreia do Norte poderia estrear em Jogos Paralímpicos invernais.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS DO DIA