Fique Conectado

futebol

Corinthians abre o ano contra o PSV no torneio da Flórida

Clube paulista joga nesta quarta-feira, às 22h, pelo Torneio da Flórida

Publicado

em

Kazim em treino do Corinthians nos EUA (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)
Anunciante

O Corinthians que começou 2017 vencendo o Vasco por 4 a 1 no Torneio da Flórida não foi o mesmo que conquistou o Paulistão meses depois e era bem diferente daquele que foi campeão brasileiro em dezembro.

Reforços chegaram (Pablo e Jadson), o desenho tático mudou, e Fábio Carille se consolidou. Ou seja, a primeira impressão em 2018 não será definitiva.

AnuncianteCirco Mágico

Nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), o Timão abre 2018 contra o PSV Eindhoven, da Holanda, pelo Torneio da Flórida, com alguns pontos de interrogação após sete dias de preparação:

  • Juninho Capixaba substituirá Guilherme Arana à altura?
  • Kazim substituirá Jô à altura até a chegada de um reforço?
  • O time funcionará no retorno definitivo do esquema 4-1-4-1?

As respostas, é claro, não serão resolvidas neste jogo. Segundo o preparador físico Walmir Cruz, o time deve engrenar em quatro ou cinco jogos, durante o Paulistão. Até lá, o grupo deve ganhar reforços: o zagueiro Henrique está apalavrado. Um centroavante é buscado pela diretoria – Henrique Dourado desponta como o preferido.

Fábio Carille ainda espera que Alessandro e a diretoria tragam reforços (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Parte tática

Agora no 4-1-4-1, o Timão repetirá a postura que mostrou em alguns momentos de jogos na reta final do Brasileirão. Quando precisava vencer, Carille sacava um volante do esquema 4-2-3-1, apostava na entrada de Jadson e investia na velocidade e na recomposição de seus dois pontas (Romero e Clayson).

A troca funcionou diversas vezes, como por exemplo no jogo do título, quando o Timão virou diante do Fluminense, venceu por 3 a 1 e garantiu o heptacampeonato.

Na frente, porém, Kazim não é Jô. Além dos 25 gols marcados na temporada passada, o centroavante vendido ao futebol japonês participava da construção das jogadas e era peça importante na origem do ataque: Cássio batia o tiro de meta, Jô ganhava de cabeça e iniciava o ataque com algum companheiro.

Kazim, mais brigador e de vigor físico superior, fica preso na área. As opções a ele são Júnior Dutra, Danilo e Carlinhos.

Assim como no ano passado, o Corinthians do Torneio da Flórida terá dois times, um em cada tempo de 45 minutos. A medida é tomada por conta do desgaste, já que apenas sete dias separam o jogo das férias.

Por outro lado, o PSV vem em meio de temporada e lidera o Campeonato Holandês com cinco pontos de vantagem para o rival Ajax.

Deixe sua opinião

ge
Anunciante

2 x 0

Palmeiras vence o Grêmio e se mantém na liderança isolada do Brasileirão

Publicado

em

O jogador Deyverson comemora seu gol contra a equipe do Grêmio, durante partida valida pela vigésima nona rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio do Pacaembu. (Site/Palmeiras)

Com dois gols de Deyverson, o Palmeiras venceu o Grêmio por 2 a 0 na tarde deste domingo, no Pacaembu, e se manteve na liderança isolada do Campeonato Brasileiro. A vantagem do Verdão após a 29ª rodada continua sendo de três pontos sobre o Internacional, que venceu o São Paulo por 3 a 1 no Beira-Rio. O Tricolor gaúcho também não saiu do lugar: é o quinto colocado, mas agora a oito pontos do primeiro.

Dudu foi o principal nome do Palmeiras, que dominou as ações no primeiro tempo. Detalhe: em jogadas rápidas e verticais, já que foi o Grêmio quem mais ficou com a bola (61%). Enquanto os visitantes a tocavam de lado, quase sempre sem objetividade, o time mandante criava os lances de perigo – foram cinco finalizações contra uma. Aos 7 minutos, Dudu cruzou para Deyverson abrir o placar em dividida com Marcelo Oliveira. O único lance tricolor na frente aconteceu aos 15, em cabeçada de Pepê. Aos 26, quase saiu o segundo gol alviverde: Dudu recuperou a bola com um carrinho dentro da área e rolou para Bruno Henrique chutar; Cícero tirou a bola quase em cima da linha.

AnuncianteCirco Mágico

O segundo tempo seguiu igual ao primeiro: o Grêmio manteve a bola nos pés e trocou muitos passes, enquanto o Palmeiras puxou contra-ataques e foi efetivo. Aos 7 minutos, Bressan puxou Dudu dentro da área, mas o juiz não marcou o pênalti. O goleiro Paulo Victor teve trabalho em chute do mesmo Dudu aos 24 e evitou o segundo gol, mas nada pode fazer aos 33: após bola lançada da defesa, Bressan cortou mal, escorregou, e Deyverson fez o seu segundo gols. O Tricolor continou com bem mais posse de bola (63%), mas atrás nas finalizações – Verdão 7 a 3.

Deyverson dedicou os dois gols que fez no Pacaembu a Nickollas, torcedor do Palmeiras de 11 anos, deficiente visual, que ficou conhecido por ter os jogos narrados por sua mãe na arena palmeirense.

O jogador Dudu disputa bola com o jogador Geromel, do Grêmio, durante partida valida pela vigésima nona rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, no Estádio do Pacaembu. (Site/Palmeiras)

– Ele é um anjo que não vê, mas sente. Fico emocionado, sou um ser humano. É um menino que nos motiva por vir ao estádio. Parabéns para a mãe dele também – explicou o atacante, que chegou a sete gols no Brasileirão.

O Palmeiras não perde no Brasileirão desde a 15ª rodada, em 25 de julho, quando tomou 1 a 0 do Fluminense no Maracanã. De lá para cá, são 14 jogos de invencibilidade – 13 deles sob o comando de Felipão. Já o Grêmio de Renato Gaúcho acumulou o segundo jogo sem vitória depois de uma sequência de três triunfos na competição nacional.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

brasileirão

Inter vira para cima do São Paulo e se mantém na caça ao líder Palmeiras

Publicado

em

Diego Souza, do São Paulo, e Rodrigo Dourado, do Inter (Foto: ITAMAR AGUIAR/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO)

Os instantes iniciais deram o tom do que seria o jogo. O São Paulo saiu na frente logo aos dois minutos, mas o Inter virou ainda no começo do segundo tempo e ampliou a vantagem no placar já no fim da partida. Leandro Damião saiu do banco ainda na etapa inicial para comandar a virada colorada ao lado de D’Alessandro e Nico López. Já o time de Aguirre melhorou ao ficar atrás no placar, mas não conseguiu produzir para empatar a partida no Beira-Rio, válida pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo começou em alta velocidade. O São Paulo surpreendeu com uma jogada rápida pelo lado esquerdo e logo abriu o placar com Liziero, em cruzamento certeiro de Reinaldo. A partir de então, o Inter dominou as ações e tentou sempre pressionar o adversário direto na tabela, ainda que com uma marcha mais lenta. Aos poucos, foi criando oportunidades. Antes do empate, chegou a acertar a trave de Jean em cobrança de falta de D’Alessandro e teve um gol anulado. O empate veio aos 45, com Leandro Damião, em grande jogada de Nico.

AnuncianteCirco Mágico

Na etapa final, o Colorado pressionou e buscou a virada logo no início, aos seis minutos, novamente em bola aérea. O centroavante Leandro Damião aproveitou passe de Cuesta e só escorou para o gol de Jean. A partir daí, o São Paulo se expôs mais e assustou. Diego Souza perdeu a grande chance do empate, dentro da pequena área, e viu o Inter conseguir novamente o gol após Damião sofrer pênalti quase no fim da partida.

O centroavante Leandro Damião, grande nome colorado na vitória, iniciou a partida no banco de reservas, recuperado de lesão muscular. Era uma arma para o segundo tempo, mas foi lançada por Odair Hellmann antes do previsto, já que Pottker pediu para sair, machucado. O camisa 9 foi centroavante “de carteirinha”, fez dois gols de imposição física e ainda sofreu o pênalti do gol de Nico López. Foi o grande nome colorado no jogo e responsável direto pelo resultado.

Um dos segredos da campanha do Inter neste Campeonato Brasileiro é a força dentro de casa. Dentro do Beira-Rio, o time de Odair ainda não foi derrotado. Na virada, recorde de público em jogos do Inter desde a remodelação do estádio: 45.263 pessoas (40.474 pagantes), para uma renda de R$ 1.307.521,00

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Brasileirão

Santos vence o clássico contra o Corinthians pelo Brasileirão; veja gol

Publicado

em

Site Oficial do Santos

No clássico paulista da 29ª rodada do Brasileirão, o Santos levou a melhor e venceu o Corinthians por 1 a 0, neste sábado (13). No Pacaembu, Gabriel marcou o único gol do jogo ainda no primeiro tempo.

Com o resultado, o Peixe soma agora 42 pontos e segue na sétima colocação. Já o Timão ocupa a 11ª posição, com 35 pontos.

AnuncianteCirco Mágico

O jogo

O primeiro tempo do clássico paulista teve muito equilíbrio e poucas chances. O Timão chegou com perigo apenas nos momentos iniciais da partida. Com menos de dois minutos de bola rolando, Emerson Sheik bateu cruzado para boa defesa de Vanderlei. Aos quatro, foi a vez de Mateus Vital aparecer para os visitantes.

O meia aproveitou uma sobra e chutou na saída do goleiro rente à trave. O Peixe foi mais eficiente e na primeira oportunidade, Gabriel mandou para o fundo da rede. O camisa 10 pegou um rebote dentro da área para abrir o placar no Pacaembu: 1 a 0.

Na volta do intervalo, o jogo ganhou em movimentação principalmente a partir dos 20 minutos. Aos 21, Sánchez cobro falta da direita, e Gabriel pegou de primeira para grande defesa de Walter.

Dois minutos depois, mais uma chance do Peixe. Diego Pituca aproveitou uma sobra dentro da área e bateu rasteiro rente à trave.

Já aos 44, o Timão criou sua melhor chance no jogo. Clayson cruzou e Gabriel subiu sozinho, mas cabeceou para fora. A resposta do Santos veio nos acréscimos com Eduardo Sasha.

Derlis González mandou rasteiro para dentro da área e o atacante finalizou com perigo, mas Walter apareceu mais uma vez. No último lance da partida, o Corinthians quase chegou ao empate. Marllon, de cabeça, mandou muito perto da meta santista. Sem tempo para mais nada, a partida terminou com o placar do primeiro tempo.

Confira o gol do Santos diante do Corinthians:

Deixe sua opinião

Continue Lendo

PLANOS

Após aposentadoria na F-1, Massa abandona plano de ‘ano sabático’

Publicado

em

Após se despedir da Fórmula 1, no fim de 2017, Felipe Massa tinha planos de fazer de 2018 um “ano sabático” em sua vida. Mas não foi o que aconteceu. O piloto até que descansou bastante na companhia da esposa Rafaela e do filho Filipinho, porém não ficou longe das pistas.

“Achei que ia ser um ano tranquilo, que eu ia ficar bastante tempo dentro de casa. Curti bastante. Mas eu não parei”, afirma o piloto em entrevista ao Estado. “Quando eu estava na F-1, era difícil passar mais de uma semana em casa. E isso eu realmente consegui fazer agora, mas foi menos do que eu imaginava.”

AnuncianteCirco Mágico

Além de acertar sua entrada na Fórmula E, ele disputou duas etapas da Stock Car, no Brasil, e assumiu o cargo de presidente da Comissão Internacional de Karting, da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), com a missão de desenvolver o kart pelo mundo. E ainda participou de diversos eventos de divulgação ligado à Fórmula 1.

Sem conseguir ficar longe do asfalto, o ex-piloto das equipes Ferrari, Williams e Sauber pilotou carros do time italiano, modelos 2006 e 2010, em eventos de divulgação em Suzuka, no Japão. Participou de eventos no GP de Mônaco, foi comentarista do canal italiano RAI no GP da Itália e executará a mesma função na corrida do Brasil, pela TV Globo.

Para ajudar na divulgação da prova disputada no Autódromo de Interlagos, Massa voltará a guiar uma Williams no Rio de Janeiro, no dia 4 de novembro, no evento “F-1 nas ruas”, bancado pelo patrocinador principal do GP do Brasil. Com informações do Estadão Conteúdo.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998