Fique Conectado

Inclusão

Usuários do Ritinha Prates participam de campeonato de bocha

Grupo de 14 usuários do hospital neurológico faz parte da categoria BC3 e começou a treinar neste ano; competidores receberão medalhas

Publicado

em

Usuários do hospital iniciaram neste ano a prática do esporte

O Hospital Neurológico Ritinha Prates, de Araçatuba, realiza no próximo dia 7 de dezembro o primeiro campeonato interno de bocha – categoria BC3. Nesta categoria, o atleta não consegue arremessar a bola sozinho. Para isso, faz uso de uma calha ou uma rampa, mexida por um auxiliar, que faz o comando que o atleta pede. Esta é a primeira vez que a entidade desenvolve esse tipo de atividade esportiva com os seus usuários.

De acordo com a fisioterapeuta do Hospital, Priscila Aparecida Martins Mendes, os usuários começaram a treinar a atividade neste ano, junto com o grupo de estimulação motora. Ao todo, participam 14 usuários da entidade.

A fisioterapeuta explica que a bocha é uma atividade que pode ser praticada por pessoas de diferentes idades e tipos de deficiência. Entre os atletas que irão disputar o primeiro campeonato de bocha, há diversas patologias como paralisia cerebral, deficiência visual, autismo, entre outras. “Utilizamos (a bocha) como uma maneira de estimulação motora e perceptiva, interação social e cognição, se tornando uma atividade funcional e lúdica”, completa Priscila. Os participantes da competição serão premiados com medalhas de ouro, prata e bronze.

Entre os vários aspectos positivos que a prática esportiva proporciona aos usuários do Hospital Ritinha Prates, Priscila explica que, além de acrescentar uma mudança na rotina da instituição, favorece, ainda, o desenvolvimento de habilidades motoras e interativas na vida do usuário. “Tudo isso proporciona respostas significativas nos aspectos biopsicossociais”, conclui Priscila.

Bocha adaptada

Além da categoria BC3, há outras três modalidades de bocha paraolímpica. São elas: BC1, BC2 e a BC4. Na primeira, um auxiliar movimenta a cadeira e entrega a bola, uma vez que o jogador não pode realizar essa ação sozinha por causa das limitações físicas. Na categoria BC2, o atleta tem uma condição física melhor e possui força necessária para atuar sem ajuda de um auxiliar. Nesse caso, o jogador tem condição de pegar a bola no chão e fazer o arremesso. Já a categoria BC4, os atletas apresentam outras deficiências, que não a paralisia cerebral. Eles conseguem mover a cadeira e fazer o arremesso (mas não conseguem pegar a bola no chão).

A Entidade

Sem fins lucrativos, a Associação de Amparo do Excepcional Ritinha Prates (AAERP) existe há 40 anos trabalha na área da saúde e inclusão social, por meio do Hospital Neurológico Ritinha Prates (HNRP), com a prestação de serviços especializados a pessoas com deficiências neurológicas e auditivas. O HNRP atende atualmente 60 usuários internos com deficiências neurológicas profundas e irreversíveis.

A entidade também é a mantenedora do Centro Especializado em Reabilitação (CER III Ritinha Prates). Entre os seus valores está o tratamento humanizado, além do respeito a conceitos éticos, morais, ambientais e filantrópicos.

Deixe sua opinião

Fonte: Assessoria de Imprensa do Hospital Ritinha Prates

Luto

Morre a mãe do vice-prefeito de Birigui, Carlito Vendrame

Publicado

em

Antônio Vendrame e Dona Yolanda (Foto: Álbum de Família)

O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão, decretou na manhã desta quinta-feira, dia 13 de dezembro, luto oficial no município (de três dias) pelo falecimento da senhora Yolanda Bortolaia Vendrame, mãe do vice-prefeito Antônio Carlos Vendrame, mais conhecido como Carlito Vendrame.

A administração informa que o luto não altera os horários de funcionamento e atendimento da Prefeitura Municipal, sendo uma homenagem da prefeitura aos enlutados. Também como homenagem, a bandeira de Birigui, que fica na Praça James Mellor (Paço Municipal), está foi hasteada a meio-mastro em função do luto.

Nascida em Birigui, Dona Yolanda, 84 anos, estava internada em Birigui e nesta quarta-feira foi transferida para Araçatuba, onde faleceu na manhã desta quinta-feira, dia 13.

Casada com o senhor Antônio Vendrame (em memória desde 2003), tiveram os filhos: Antônio Carlos (Carlito), Valcir, Valmir, Valdecir, Mirlei e Marildes.

Antônio Vendrame, Yolanda Bortolaia Vendrame, Carlito e Alphio Parpinelli foram os fundadores da Indústria de Bebidas Vendranelli, a fabricante do conhecido Guaraná Paulistinha, refrigerante tradicional do município.

“Meus sentimentos aos familiares da Dona Yolanda, em especial ao amigo Carlito, que divide comigo a função de administrar o município. Dona Yolanda é de uma família tradicional de Birigui, que muito contribuiu para o progresso da cidade. A história desta família é maravilhosa e é com pesar que assino esse decreto de luto oficial”, comentou o prefeito Cristiano Salmeirão

VELÓRIO 

O velório de Dona Yolanda será na capela Bom Pastor (rua Francisco Galindo de Castro, 947). O sepultamento será às 16h30, no Cemitério Consolação (rua Consolação, 865), Vila Bandeirantes.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ATENÇÃO

Municípios da região estão em situação de alerta para doenças do mosquito Aedes aegypti

Publicado

em

Aedes aegypti é o transmissor da febre amarela, dengue, zika e chikungunya no Brasil — Foto: Pixabay/Divulgação

Seis municípios da região noroeste paulista estão com índice de infestação do mosquito Aedes aegypti preocupantes, segundo relatório do Ministério da Saúde divulgado nesta quarta-feira (12).

Ao todo, 250 cidades do Estado de São Paulo estão em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya. Na região, as cidades são Adolfo, Araçatuba, Ipiguá, Nova Granada, Riolândia e Sales (SP), segundo o ministério.

Os dados são coletados no Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa) de 2018. Dos 250 municípios, 208 estão em alerta e 42 em risco de surto das doenças.

Outras 388 estão em situação satisfatória e outros cinco municípios utilizaram armadilha, metodologia utilizada quando a infestação do mosquito é muito baixa ou inexistente. Todas as formas de coleta de dados ocorreram no período de outubro e novembro deste ano.

O Ministério da Saúde recomenda aos municípios que realizem ao menos quatro vezes ao ano o LIRAa.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Utilidade Pública

Samu Araçatuba implanta novo sistema de informatizado de Atendimento

Publicado

em

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Araçatuba implantou um novo sistema de informatização de atendimento que é utilizado pelos profissionais durante o chamado médico.

O Novo sistema tem umas estrutura de gravação e arquivamento pós-atendimento de chamado. De acordo com a Enfermeira Responsável Técnica Tássia Paludetto Silveira, esse novo sistema deu melhores condições e agilidade aos trabalhos de informação de toda equipe. Cada viatura é equipada com um tablet com todas as informações.

Para a implantação do novo sistema, as equipes passaram por amplo treinamento pela Sys4web da cidade de Piracicaba.

Hoje a unidade do Samu Araçatuba conta com 14 Médicos, 13 Enfermeiros (as), 13 Técnicos de Enfermagem e 27 Motoristas.

Em média o Samu atende mensalmente cerca de 1.239 chamados. A enfermeira responsável técnica pede para que evitem trotes, pois uma vez que a viatura de atendimento médico sai para a falsa ocorrência, outras vidas podem estar sendo salvas pelos profissionais.

Atualmente, os serviços de Pronto Atendimento são gerenciados pela Organização Social de Saúde da Santa Casa de Birigui, através de contrato com a Prefeitura de Araçatuba.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

serviço

Detran.SP: consulte pela internet multas e pontos na CNH

Publicado

em

Hoje em dia ficou fácil e rápido consultar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), ver a pontuação, multas de trânsito, defesas administrativas , autos de infração de trânsito, notificações de autuações e emissão de documentos para pagamentos. Basta acessar o site do Detran.SP para fazer tudo isso sem sair de casa.

Antes de pesquisar é preciso criar login e senha com o CPF ou CNPJ. Na consulta de multas é necessário colocar a placa ou o código do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), que consta no documento do veículo, e um número de verificação.

Importante salientar que o serviço permite verificar multas de veículos registrados apenas no Estado de São Paulo, provenientes de infrações identificadas pelo Departamento de Trânsito do Estado de São Paulo, DER (Departamento de Estradas de Rodagem), Polícia Rodoviária Federal, Companhia Ambiental do Estado de São Paulo e também pelas prefeituras conveniadas.

A consulta de multas do Detran.SP é grátis e pode ser feita pelo computador, tablet ou smartphone, mas somente pelo proprietário do automóvel.

Além do serviço pela Internet, os motoristas também podem ir pessoalmente ao Detran.SP, apresentar a CNH ou RG junto com o CPF e solicitar o serviço. Para obter mais informações, acesse o site do Detran.SP.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS