Fique Conectado

Perspectiva

Sinduscon OESP avalia que a construção civil vai voltar a crescer em 2018

Retomada de investimentos no mercado imobiliário será incentiva pela redução na taxa de juros

Para 2018, as taxas de juros reduzidas favorecerão o poder de compra do consumidor, estimulando a aquisição de imóveis
Anunciante

A reboque da retomada da economia, o cenário da construção civil vai mudar ao longo do próximo ano, principalmente devido à queda na taxa Selic, que deve acumular redução de 7,5% até dezembro e incentivar a retomada dos investimentos no mercado imobiliário. Na avaliação do presidente da Câmara Brasileira da Construção Civil (CBIC), José Carlos Martins, muitas pessoas têm dinheiro guardado no banco ou investido na bolsa porque está rendendo bem. No final do ano, com a redução na taxa de juros, elas devem começar a transferir para ativos reais. “Pode ser um imóvel, ou a reforma da casa. O mesmo vale para uma empresa que vai ampliar sua indústria. Então, o cenário deve melhorar bastante”, comenta Martins.

O sistema financeiro também demonstra otimismo. Gilberto Abreu, diretor executivo de negócios imobiliários e investimento do Santander, por exemplo, demonstrou confiança na retomada de crescimento do mercado imobiliário do país e afirma que o pior momento da crise no setor já passou.

A recuperação do mercado também deve mexer com os índices desemprego. De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil da Região Oeste do Estado de São Paulo (Sinduscon OESP), Aurélio Luiz de Oliveira Júnior, este é o momento para uma atuação mais forte no sentido de reverter esse panorama negativo. “Acreditamos que a demanda vai crescer mais em 2018, e os profissionais precisam estar preparados para atender as necessidades do mercado”.

O representante do Sinduscon OESP lembra que a Reforma Trabalhista, sancionada recentemente pelo Governo Federal, também deve dar fôlego para a recuperação do setor. “É fato é que com a reforma trabalhista vamos conseguir legalizar uma série de questões que ficavam na informalidade”.

No final das contas, de acordo com Oliveira Júnior, uma coisa leva à outra. “Quando a economia retorna ao rumo de crescimento, com a retomada de empregos e a estabilização financeira, o mercado imobiliário começa a ser novamente ativado”. Para 2018, as taxas de juros reduzidas favorecerão o poder de compra do consumidor, estimulando a aquisição de imóveis enquanto o momento está favorável.

Oque você acha disso?

Assessoria de Imprensa do Sinduscon OESP
Anunciante

FOLIA

Dilador e Tieza participam da abertura do carnaval de rua de Araçatuba

Apenas dois blocos desfilaram, apesar dos R$ 15 mil em prêmios e da estrutura para shows montada no recinto de exposições

Apesar da premiação de R$ 15 mil e de toda a estrutura montada pela prefeitura no recinto de exposições “Clibas de Almeida Prado”, apenas dois blocos participaram do carnaval de rua de Araçatuba na noite deste sábado, com desfile que saiu da avenida dos Araçás, em frente a Havan, até o recinto de exposições Clibas de Almeida Prado, onde foi montado o palco de shows. O evento foi aberto com a presença do prefeito Dilador Borges e da secretária municipal de Cultura Tieza Assis Lemos Marques de Oliveira.

O prefeito Dilador Borges fez uma avaliação na abertura do evento, conforme áudio enviado pela assessoria de imprensa, onde ele diz que festa sempre é bom, e o carnaval é uma grande festa brasileira conhecida no mundo todo.

Ele disse que apesar de Araçatuba ter ficado dois anos sem a festa de momo, é importante dar continuidade a tradição porque tem muita gente que gosta deste tipo de evento. “Fiquei contente em ver esse pessoal que veio para brincar. Temos que proporcionar essa alegria para quem gosta”, avaliou.

A secretaria Tieza disse que foi uma alegria ver a animação do público e voltou a lamentar que não havia mais pessoas no local. Ela disse que já esperava por isso porque a prefeitura está retomando o carnaval na cidade, que ficou dois anos sem a festa de momo. Ela também atribui a baixa adesão do público a realização de outros eventos na cidade.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Sessão na Quarta

Câmara de Araçatuba vai analisar contas de 2015 da Prefeitura

As contas de 2015 da Prefeitura de Araçatuba serão o único item a ser analisado na 2ª sessão ordinária do ano, que ocorre na próxima quarta-feira (14/2), após o Carnaval. O projeto de decreto legislativo que aprova as contas do Executivo é assinado pela Comissão de Finanças e Orçamento da Câmara.

A opinião favorável da comissão segue parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. O órgão aprovou as contas com recomendações, além de apontar “severa advertência” relacionada à necessidade de correções no planejamento do Índice de Efetividade da Gestão Municipal (IEGM). O índice é um indicador que avalia a efetividade das políticas públicas desenvolvidas pelos gestores municipais.

Durante o Pequeno Expediente, estão inscritos para usar a tribuna os vereadores Lucas Zanatta (PV), Márcio Saito (PSDB), Rivael Papinha (PSB) e Dr. Alceu (PV). Cada parlamentar tem até 10 minutos para falar sobre assuntos de livre escolha.

A sessão ordinária começa às 19h e será transmitida ao vivo pela TV Câmara, no Canal 6 do sistema Net Digital; pela TV Birigui, no Canal 19 em sinal aberto; pela rádio Cultura AM 1.340 kHz e também pelo Youtube e Facebook.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Perigo

Incêndio danifica casa no bairro Nova Iorque, em Araçatuba

Bombeiros trabalham para conter o fogo em casa no bairro Nova Iorque, na noite deste sábado (Fotos: Silvio Romeiro/ Colaboração)

Um incêndio de origem ainda desconhecida praticamente destruiu uma residência no bairro Nova Iorque, em Araçatuba. O incidente ocorreu na noite deste sábado (10) na rua Frederico Grandisoli. Não houve feridos.

O fogo destruiu móveis e comprometeu a estrutura do imóvel, conforme as primeiras análises. Acionados por testemunhas que notaram fogo e fumaça, o Corpo de Bombeiros de Araçatuba enviou equipes especializadas de combate a incêndio.

O fogo foi contido em poucos minutos. Até a madrugada deste domingo (11) não era possível determinar a causa do incêndio. O imóvel passaria por perícia do IC (Instituto de Criminalística). O caso seria registrado no plantão policial.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS