Fique Conectado

Perspectiva

Sinduscon OESP avalia que a construção civil vai voltar a crescer em 2018

Retomada de investimentos no mercado imobiliário será incentiva pela redução na taxa de juros

Publicado 

em

Para 2018, as taxas de juros reduzidas favorecerão o poder de compra do consumidor, estimulando a aquisição de imóveis
Anunciante

A reboque da retomada da economia, o cenário da construção civil vai mudar ao longo do próximo ano, principalmente devido à queda na taxa Selic, que deve acumular redução de 7,5% até dezembro e incentivar a retomada dos investimentos no mercado imobiliário. Na avaliação do presidente da Câmara Brasileira da Construção Civil (CBIC), José Carlos Martins, muitas pessoas têm dinheiro guardado no banco ou investido na bolsa porque está rendendo bem. No final do ano, com a redução na taxa de juros, elas devem começar a transferir para ativos reais. “Pode ser um imóvel, ou a reforma da casa. O mesmo vale para uma empresa que vai ampliar sua indústria. Então, o cenário deve melhorar bastante”, comenta Martins.

O sistema financeiro também demonstra otimismo. Gilberto Abreu, diretor executivo de negócios imobiliários e investimento do Santander, por exemplo, demonstrou confiança na retomada de crescimento do mercado imobiliário do país e afirma que o pior momento da crise no setor já passou.

A recuperação do mercado também deve mexer com os índices desemprego. De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil da Região Oeste do Estado de São Paulo (Sinduscon OESP), Aurélio Luiz de Oliveira Júnior, este é o momento para uma atuação mais forte no sentido de reverter esse panorama negativo. “Acreditamos que a demanda vai crescer mais em 2018, e os profissionais precisam estar preparados para atender as necessidades do mercado”.

O representante do Sinduscon OESP lembra que a Reforma Trabalhista, sancionada recentemente pelo Governo Federal, também deve dar fôlego para a recuperação do setor. “É fato é que com a reforma trabalhista vamos conseguir legalizar uma série de questões que ficavam na informalidade”.

Filipe Fornari

No final das contas, de acordo com Oliveira Júnior, uma coisa leva à outra. “Quando a economia retorna ao rumo de crescimento, com a retomada de empregos e a estabilização financeira, o mercado imobiliário começa a ser novamente ativado”. Para 2018, as taxas de juros reduzidas favorecerão o poder de compra do consumidor, estimulando a aquisição de imóveis enquanto o momento está favorável.

Deixe sua opinião

Fonte:
Assessoria de Imprensa do Sinduscon OESP
Anunciante

acordo

Odebrecht vai devolver R$ 7 milhões à Prefeitura de SP

Valor representa 25% dos R$ 28 milhões que a empresa recebeu pela instalação do canteiro de obra na Zona Sul da capital.

A Odebrecht vai devolver R$ 7 milhões à Prefeitura de São Paulo.

A construtora assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público, a administração da capital e o governo do estado por ter participado de um cartel formado por empreiteiras para vencer as licitações de sete obras viárias na cidade.

Os R$ 7 milhões representam 25% dos R$ 28 milhões que a Odebrecht recebeu pela instalação do canteiro de obra do prolongamento da Avenida Jornalista Roberto Marinho, na Zona Sul, e do túnel até a Imigrantes.

Segundo o promotor Silvio Marques, o cartel fraudou licitações de R$ 4 bilhões. “A Odebrecht participou dessa fraude oferecendo propostas acima do valor de referência nos lotes que ela não queria ganhar, e ofereceu uma proposta que foi declarada vencedora em um dos lotes, do prolongamento e do túnel da Roberto Marinho”, disse. “Ela ganhou uma parte e ajudou as outras empresas a ganharem as outras obras.”

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

inocência/ms

Ônibus escolar trava freio em cima de linha férrea e é atingido por trem

O acidente teria ocorrido na zona rural da cidade e estudantes de uma escola estadual gravaram o ocorrido

(Divulgação)

Um vídeo gravado por crianças estudantes de uma escola estadual e que mostra um ônibus escolar que quebrou em meio aos trilhos de passagem sendo atropelado por um trem acabou  viralizando na pequena cidade de Inocência, interior do Mato Grosso do Sul.

Ainda de acordo com informações extra oficiais, o acidente teria ocorrido na segunda-feira (18) por volta das 11h30, uma pane fez com que o ônibus estragasse em meio a travessia da linha de trem, o motorista teria retirado todas as crianças e após algum tempo um trem passou e atropelou o veículo causando mais destruição.

Em contato com o assessor da prefeitura de Inocência, ele disse que realmente o acidente aconteceu, mas ninguém ficou ferido.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Memória

Morre, em Birigui, o jornalista Leonardo Sabioni

Morreu na tarde desta terça-feira (19), o jornalista biriguiense Leonardo Sabioni. Locutor e apresentador de TV, Sabioni faleceu na Unimed de Birigui, onde tratava de uma forte pneumonia.

O prefeito de Birigui, Cristiano Salmeirão, ao saber do falecimento do jornalista, decretou luto oficial no município. “Esse decreto é uma singela homenagem a um dos pioneiros da Comunicação Social em Birigui”, frisou Salmeirão.

Quando vereador, Cristiano Salmeirão foi autor da maior honraria do município ao jornalista Leonardo Sabioni, que recebeu título de Honra ao Mérito da Câmara. “Meus sinceros votos de pesar aos familiares”, completou o prefeito. O luto oficial não altera os horários de funcionamento das repartições públicas.

Nascido em 23 de setembro de 1932, em Birigui, Leonardo Sabioni foi um dos pioneiros no empreendimento da radiodifusão na cidade. Foi um dos fundadores do Sistema Sabioni de Comunicação e foi o principal responsável pela abertura da TV Birigui no município.

Filipe Fornari

Casado com a senhora Zenaide Aparecida Bosquini Sabioni, teve os filhos Paulo Roberto Sabioni e Waldecir Jose Sabioni . Waldecir seguiu os caminhos do pai e administra várias rádios do Sistema Sabioni de Comunicação, além de ser locutor na Rádio Tropical FM.

Foi ajudante de alfaiate, vendedor e tintureiro antes de fazer um teste na Rádio Clube de Birigui, em 1950. A rádio pertencia ao senhor Domingos Lot Neto. Foi locutor comercial, diretor de programação e narrador, além de apresentador oficial dos eventos transmitidos pela emissora.

Atuou, também, na Rádio Cinquentenário e Rádio Uirapuru, que depois seria de sua propriedade. Foi líder de audiência no Jornal Falado Uirapuru, referência de programa jornalístico da região.

Também realizou a transmissão radiofônica de vários eventos, entre eles cívicos, festivos e esportivos de Birigui, com destaque para os carnavais, desfiles de 7 de setembro e aniversário da cidade.

Foi o idealizador do jornalzinho que era distribuído nas portas do cinema, chamado Jurema . Foi colaborador dos jornais O Biriguiense, A Verdade e A Cidade .

Foi proprietário do Cine Bem Hur, que funcionava ao ar livre ao lado da Prefeitura Municipal. Foi, ainda, proprietário do jornal O Noroestino.

Em 2000, depois de muita luta, conseguiu dar a Birigui sua primeira emissora de televisão, a TV Birigui. Apaixonado pela Comunicação Social, fundou o jornal tabloide O Formigão, que é distribuído gratuitamente aos sábados em Birigui.

Os locais e horários do velório e do sepultamento serão divulgados em breve pelos familiares do jornalista.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

GRATUITO

Teatro do Sesc Birigui recebe espetáculo inspirado em cabarés nesta quinta, dia 21

'Cabaret Trixmix' mescla números de dança, teatro, música e circo; entrada é gratuita

Na Bele Époque francesa, eram muito comuns os cabarés, espaços de diversão que ofereciam atrações de dança, música, teatro e outros elementos artísticos. Partindo deste ponto da variedade, a Trixmix Produções, de São Paulo, traz ao palco do Teatro do Sesc Birigui seu show “Cabaret Trixmix”, nesta quinta, dia 21, às 20h. A entrada é gratuita e os ingressos começam a ser distribuídos no local às 19h.

Historicamente, os líderes da União Soviética apoiaram amplamente o circo como uma das formas de arte mais importantes da Rússia. Assim como os espetáculos russos, este cabaré reúne uma grande diversidade de gêneros, como dança, canto, truques mágicos e paródias, além principal expertise russa: a acrobacia.

“O cabaré por definição do dicionário Aurélio é exatamente o que proponho fazer. No caso do Sesc é um pouco diferente, pois não há mesas nem cadeiras e o espetáculo não tem números sensuais e burlescos, mas tem várias linguagens artísticas como o circo, humor, mágica e poesia. Esses são os elementos que compõem um bom cabaré.”, explica a diretora e curadora Raquel Rosmaninho. Os números são alinhavados por um mestre de cerimônias, que dá a tônica de humor ao comando do show e convida a plateia a fazer parte de momentos repletos de surpresa e encantamento.

O elenco conta ainda com com: Alejandro Muniz (mágico, mestre de cerimônias e humor), Cesar Rossi (Roda Cyr e acrobacia), Paulo Maeda e Helder Vilela (acrobacia em dupla e parada de mãos), Ana Paula Eloy (violinista) e Ricardo Cavadas (números cômicos). Segundo a diretora, o espetáculo nasceu como show de variedades que a cada mês mudava totalmente o elenco e o espetáculo.

Filipe Fornari

Companhia – A Trixmix Produções se dedica à produção artístico-cultural, criação de espetáculos e agenciamento de artistas. Criada em Londres em 2005 e estabelecida em São Paulo em 2007, já produziu mais de 80 formatos de espetáculos de variedades para diferentes ocasiões. Em seus projetos, já se apresentaram mais de 150 artistas, incluindo circenses, burlescos, atores, bailarinos, ilusionistas e músicos, do Brasil e exterior.

Entre seus trabalhos realizados, destacam-se as cerimônias de abertura e encerramento da 15ª edição dos Jogos Olímpicos Asiáticos (Doha, 2006), coordenação temática de circo do Fábricas de Cultura (2007-2009), coordenação do programa de circo do Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (2011 -2015), stage managing das cerimônias de abertura e encerramento da Copa do Mundo FIFA 2014, criação e direção do Trixmix Cabaret – espetáculo de variedades, em cartaz de 2007 a 2014 em São Paulo.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS