Fique Conectado

Famosos

Zilu Camargo confirma fim do noivado com empresário

Anunciante

O noivado de Zilu Camargo com o empresário Marco Antonio Teles está cancelado. A informação foi dada por ela em entrevista à revista Veja.

Para Zilu, fofocas na internet fizeram com que ela repensasse sua decisão. “Não estou mais noiva. Ainda vamos conversar, mas surgiu uma fofocaiada aí, coisa de que não gosto”, disse. Recentemente, prints de conversas entre Teles e outra mulher pipocaram na internet.

Entre mensagens como “Você me deixa louco” e “Que dia você chega em São Paulo”, há também reclamações do empresário. “Cadê você? Deve estar com seu macho. Desculpa”, escreveu Marco em uma das conversas.

“Ele afirma que é fake, eu ainda estou pensando na vida. Rede social é uma coisa que pode beneficiar ou destruir uma pessoa, então precisa ser levada a sério. Não digo que terminamos, mas também não digo que estamos juntos. Preciso analisar o que é melhor para mim, terminar de resolver minhas pendências de partilha com o ex, estou com a cabeça em outra coisa”, afirmou, sem citar Zezé di Camargo nominalmente.

Oque você acha disso?

Metrópoles
Anunciante

DO BRASIL PRO MUNDO

Estudantes podem usar Enem para ingressar em universidades portuguesas

Para se candidatar, estudantes brasileiros não podem ter cidadania portuguesa nem morar no país há mais de dois anos

Os estudantes brasileiros que sonham em fazer graduação fora do país têm portas abertas em Portugal. O país já tem 28 convênios firmados com o Brasil, que permitem a utilização do nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para o ingresso em faculdades portuguesas.

Desde 2014 que o Brasil vêm assinando acordos com instituições de ensino superior em Portugal para que a nota do Enem seja considerada. A Universidade de Coimbra, a faculdade que tem mais alunos brasileiros fora do Brasil, foi a primeira a firmar a parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação do Brasil.

Para se candidatar, os estudantes brasileiros não podem ter cidadania portuguesa nem morar em Portugal há mais de dois anos. Além disso, devem ter o certificado de conclusão do ensino médio e um passaporte válido.

As exigências valem para as inscrições em qualquer universidade ou instituto de ensino superior. Além disso, os candidatos devem checar quais outros requisitos podem ser exigidos, de acordo com o curso ou faculdade que escolherem.

Segundo o Inep, as instituições de Portugal que aceitam o Enem têm liberdade para definir qual será a nota de corte para o acesso dos estudantes brasileiros aos cursos ofertados. Na Universidade do Porto, por exemplo, as notas do exame podem ter um peso diferente em função do curso que o candidato pretende ingressar.

Além disso, as datas de matrícula, prazos de inscrição e números de vagas também variam de acordo com cada instituição. É importante que os estudantes estejam atentos aos calendários das faculdades.

Outra variável é o preço das mensalidades, que em Portugal são chamadas de propinas. Mesmo as universidades públicas são pagas e os valores podem variar bastante. No país, as universidades públicas concentram a maior parte dos alunos do ensino superior (mais de 80% das cerca de 370 mil matrículas).

Experiências

Alguns brasileiros já passaram pela experiência e contam suas histórias em blogs, canais do YouTube e páginas do Facebook.

Uma dessas estudantes é a brasileira Francine Maia, que mora em Lisboa desde o ano passado. Francine, além de ter um canal no YouTube, onde conta detalhes de sua trajetória, lançou também um blog/site chamado Abrasileirando. Nele, ela escreve sobre o processo de admissão na faculdade, como é viver em Portugal, como conseguiu o visto de residência permanente, e fala também dos seus passeios e viagens por Portugal e pela Europa.

A estudante, após decidir que queria morar em Portugal, se candidatou a vagas em duas instituições: a Universidade do Porto (UPorto) e a Universidade de Lisboa (ULisboa). Acabou optando pela capital do país, onde frequenta a faculdade de Letras.

Dificuldades

Em seus posts e vídeos, Francine conta experiências positivas mas também descreve dificuldades que os brasileiros podem enfrentar ao fazer a opção de estudar em Portugal. Uma delas é, sem dúvida, a financeira. Além de arcar com os custos das mensalidades, os estudantes não podem esquecer do custo de vida, que inclui alimentação, hospedagem e outros gastos, com material de estudo e lazer, por exemplo.

De acordo com o Inep, os convênios não envolvem transferência de recursos e não preveem financiamento estudantil por parte do governo brasileiro. Mas, dependendo de cada instituição portuguesa, é possível pleitear e conseguir bolsas de estudo ou descontos nas mensalidades. O importante é checar as condições de cada universidade.

Ainda segundo o Inep, a revalidação de diplomas e o exercício profissional no Brasil dos estudantes que desejam cursar o ensino superior em Portugal estão sujeitos à legislação brasileira aplicável à matéria.

A Agência Brasil compilou informações e links sobre os institutos que têm convênios com o Brasil.

Confira:

Universidade de Coimbra (UC)

Para informações de candidatura.

Representantes da UC estarão no Salão do Estudante, em março deste ano, em várias cidades. Veja aqui.

Universidade de Aveiro (UA)

Recebem candidaturas com ou sem a nota do Enem. A diferença é que, quem não tiver feito o exame, deve realizar as provas de ingresso obrigatórias. Para esclarecimento de dúvidas sobre o processo de candidatura.

Universidade dos Açores (UAC)

Os Açores são um conjunto de nove ilhas portuguesas situadas no oceano Atlântico. Para informações dirigidas aos estudantes internacionais, acessar ou escrever para o email [email protected]

Universidade da Beira Interior (UBI)

Situada na cidade da Covilhã, porta de entrada para a Serra da estrela, a UBI é uma universidade pública localizada no centro do triângulo Lisboa-Porto-Madri. Informações para estudantes brasileiros aqui.

Universidade de Algarve (UAlg)

No caso dos candidatos brasileiros, as provas de ingresso serão substituídas pelos resultados obtidos no Enem (a UAlg exige o mínimo de 500 pontos na prova de redação e pelo menos 475 pontos em cada uma das restantes provas).

Os diplomas conferidos pela UAlg são válidos e reconhecidos em todos os países da União Europeia, permitindo fazer pós-graduação em qualquer universidade da Europa.

Universidade de Lisboa (ULisboa)

Nos últimos três anos, a ULisboa recebeu cerca de 2 mil estudantes de mobilidade provenientes de países da América Latina, cerca de 1,5 mil provenientes do Brasil, no âmbito de programas e acordos de cooperação.

Estudantes brasileiros que precisem de informações podem enviar acessar o site ou enviar e-mail para [email protected]

Universidade Lusófona (ULusófona)

Situada em Lisboa, a ULusófona abre concurso para estudantes estrangeiros não residentes da União Europeia. Informações no site.

Universidade da Madeira (UMa)

Situada na Ilha da Madeira, arquipélago português no Oceano Atlântico. Informações aqui.

Universidade do Minho (Uminho)

A Universidade do Minho (UMinho), com 19 mil alunos nas cidades de Braga e Guimarães, é uma das principais instituições de ensino superior de Portugal e recebe atualmente cerca de 500 estudantes brasileiros. Informações aqui.

Universidade do Porto (U.Porto)

Na Universidade do Porto, as notas do Enem podem ter um peso diferente em função do curso que o candidato escolher. Aos Estados que integram a CPLP – Comunidade de Países de Língua Portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste) pode ser aplicada a redução de até 50% na mensalidade paga pelos estudantes nacionais desses países. Informações aqui.

Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria)

Informações para estudantes estrangeiros. Para esclarecimento de dúvidas, enviar e-mail para [email protected]

Instituto Politécnico de Beja (IPBeja)

Informações aqui.

Instituto Politécnico de Bragança (IPB)

O Instituto Politécnico de Bragança possui um programa de internacionalização envolvendo a mobilidade anual de mais de 500 estudantes e 100 docentes, fruto da colaboração com várias instituições de ensino superior europeias e de países de língua oficial portuguesa.

A página do Gabinete de Relações Internacionais (GRI) constitui o principal veículo de comunicação com os alunos e docentes do IPB e das suas instituições parceiras.

Instituto Politécnico do Porto (IPP)

O instituto tem investido no fortalecimento de laços com o Brasil nos últimos anos. Já são mais de 60 protocolos assinados.

Instituto Politécnico Portalegre (IPPortalegre)

Informações para estudantes brasileiros aqui.

Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA)

O Instituto tem escolas superiores de Design, Gestão, Hotelaria e Turismo, e Tecnologia. Informações aqui.

 

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Saúde

Conheça os efeitos da bebida alcoólica no corpo

Muitas pessoas acreditam que tomar bebida alcoólica de vez em quando não faz mal à saúde. O que muita gente não sabe são os efeitos que o consumo excessivo pode causar, seja ele de curto ou longo prazo.

De acordo com a médica Carolina Pimentel, gastroenterologista do Hospital de Transplantes do Estado de São Paulo, quanto mais etanol no corpo, mais o fígado trabalha, já que o órgão é responsável pelo metabolismo do organismo. “As outras funções ficam prejudicadas porque o fígado desvia para essa urgência, prejudicando o metabolismo”, explica.

Outro fator importante causado pelo álcool é o sobrecarregamento do rim. O etanol atrapalha a função do hormônio diurético, que garante que o corpo não perca muita água, fazendo com que o rim deixe de concentrar a urina, perdendo mais água que o habitual.

“Como a bebida leva o corpo a fazer um esforço muito grande para colocar a substância para fora, é preciso diluir em água e eliminar na forma de urina, causando a desidratação”, afirma.

Para a doutora o pior consumo é aquele que é feito de uma vez só. “Se uma mulher bebe mais de 20g de etanol, diariamente, por mais de 10 anos, ela corre o risco de causar uma cirrose no fígado. Nos homens, o número consumido pode chegar a 60g por dia”, explica.

Mas a médica alerta: “Cada corpo reage de uma maneira, tudo depende da forma de consumo, tipo da bebida, frequência e sexo da pessoa”. A bebida alcoólica também acelera o metabolismo, aumenta a pressão arterial, fazendo a pessoa suar mais e perder os sais minerais.

O nosso organismo conta com uma barreira que separa as toxinas para que elas não entrem no cérebro. Porém, o etanol é capaz de passar essa barreira no córtex cerebral, que cuida da nossa movimentação, e atinge o cerebelo, a parte que controla o equilíbrio, prejudicando a capacidade de coordenação, fazendo com que algumas funções fiquem lentas.

Se engana quem pensa que não apresentar os efeitos do álcool não terá problema. “A pessoa que não fica bêbada apenas não tem esses efeitos tão grandes, mas eles acontecem dentro do organismo. Esse é o perigo do álcool, achar que sem sintoma a pessoa está bem.

Os sintomas de uso crônico podem demorar muito para aparecer e quando aparecem já pode ser sinal de doença avançada”, explica Pimentel.

A médica diz que é importante beber com moderação, estar sempre bem hidratado, evitar a exposição ao calor e estar bem alimentado, já que o jejum aumenta os sintomas da bebida.

Além da cirrose, o álcool pode causar doenças no sistema nervoso, demência, problemas de coração como cardiopatia cirrótica, prejuízo no pâncreas, pancreatite, câncer de pâncreas, alterações no intestino, perda de musculatura, diminuição no apetite e desnutrição.

Quem bebe grandes quantidades, diárias ou não, deve conversar com seu médico para fazer exames e investigar os sinais de comportamento do fígado por causa das bebidas.

“Consumir grandes quantidades eventualmente pode ser tão danoso quanto o consumo diário. Alcoólatra não é só quem bebe todo dia”, finaliza.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

ALERTA

Novo golpe no WhatsApp divulga promoção falsa da marca O Boticário

Hackers se utilizam de campanha verdadeira da marca para enganar vítimas

A marca O Boticário é alvo de um golpe no WhatsApp mais uma vez. Cibercriminosos estão aproveitando uma promoção da marca para espalhar um novo golpe através do aplicativo de mensagem.

A empresa de perfumaria está fazendo uma campanha para divulgar uma nova linha de produtos. Os hackers criaram uma campanha falsa parecida com a original para roubar informações das vítimas.

Segundo DFNDR Lab, laboratório da PSafe, por meio de um link enviado por mensagem, o usuário é direcionado a uma página que questiona se ele gostaria de receber uma amostra grátis do novo produto. Ao clicar em “Sim, claro”, a vítima está, na verdade, concedendo permissão ao hacker para enviar notificações futuras, que podem ser utilizadas par golpes.

Depois de clicar em “sim”, a vítima é levada a responder três perguntas e a compartilhar a falsa promoção com contatos do WhatsApp.

O Olhar Digital dá dicas de como não cair no golpe: o ideal é sempre verificar a veracidade da promoção, checando, inclusive, o link da original. Neste caso, a mensagem recebida no WhatsApp tem erros gramaticais e no nome da empresa.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS