Fique Conectado

Superliga

Tifanny fecha com Bauru e será 1ª transexual da Superliga de vôlei

Segundo o COI, atleta não tem vantagem física ao jogar contra mulheres

Anunciante

Quase dez meses depois de fazer história e se tornar a primeira atleta transexual brasileira a conseguir autorização da FIVB (Federação Internacional de Vôlei) para atuar entre as mulheres, Tifanny Abreu quebrou outro tabu. Na tarde desta terça-feira (5), o Vôlei Bauru anunciou que contará com a atacante para a edição 2017/2018 da Superliga feminina de vôlei.

De acordo com o clube, Tifanny ainda não tem data prevista para estrear. Depois de jogar na Série A2 da Itália na última temporada, pelo Golem Software Palmi, ela voltou ao Brasil para passar férias ao lado dos familiares. A goiana, então, fechou um acordo para usar as instalações do time do interior paulista a fim de se recuperar de uma cirurgia na mão esquerda.

A contratação, a princípio, foi descartada, pois Tifanny tinha planos de voltar a viver na Europa, onde já se sentia plenamente adaptada -além da Itália, ela chegou a atuar em campeonatos masculinos de Portugal, Espanha, França, Holanda e Bélgica.

Porém, a boa receptividade que teve em Bauru, não só das companheiras de equipe como da torcida, a fizeram mudar de ideia. Outro fator que pesou na decisão de permanecer no país foi a proximidade com os familiares.

VANTAGEM FÍSICA?

A confirmação de que Tifanny poderá atuar no voleibol brasileiro reacende uma polêmica: por ter nascido homem, ela teria vantagem física ao jogar contra mulheres?

Segundo o COI (Comitê Olímpico Internacional), a resposta é não. Desde janeiro de 2016, a entidade que controla os esportes olímpicos no mundo autoriza atletas trans a participarem de disputas femininas, desde sejam cumpridas determinadas regras, como fazer tratamento hormonal para diminuir a quantidade de testosterona na corrente sanguínea, caso de Tifanny.

Com três vitórias em dez jogos, o Vôlei Bauru ocupa atualmente a nona posição da Superliga feminina. O time entra em quadra novamente no domingo (10), às 13 horas (de Brasília), para encarar o São Cristóvão Saúde/São Caetano em casa. Com informações da Folhapress.

Oque você acha disso?

Anunciante

CIFRAS

Neymar recebe até R$ 1,8 milhão por post nas redes sociais

Atleta tem, só no Instagram, quase 89 milhões de seguidores

Com quase 89 milhões de seguidores no Instagram; 61 milhões no Facebook; e 38 milhões no Twitter, Neymar é um fenômeno nas redes sociais. E por conta disso é alvo de muitas marcas.

Um estudo feito pela consultoria Blinkfire e veiculado pelo jornal espanhol Mundo Deportivo aponta que o brasileiro pode receber até 1,8 milhão de reais por post.

Sua popularidade é tão alta que, nessa semana, sua festa de aniversário foi bancada por diversos patrocinadores e rendeu diversos ‘posts patrocinados’ nas redes, tanto de Neymar como de seus convidados.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Esporte

Com ajuda do Vasco, Valdiram é internado em clínica de reabilitação

Sensibilizado pela situação do ex-atacante Valdiram, que defendeu o Vasco entre 2006 e 2007, o Cruz-Maltino interveio e conseguiu uma internação para ele na Clínica Jorge Jaber, para que possa se tratar da dependência de álcool e drogas. O ex-jogador, que tem 35 anos, foi encontrado, nesta semana, morando em uma rua em Bonsucesso, Zona Norte do Rio.

José Pinto Monteiro, vice-presidente social do Vasco, conseguiu a internação com a ajuda de Junior Tomé, da Pelada Rubro Negra. O pai de Júnior é terapeuta-chefe na clínica.

A Clínica Jorge Jaber já acolheu Mendonça, ex-jogador do Botafogo. O local é referência no tratamento de dependência química e fica em Vargem Pequena, Zona Oeste do Rio.

Valdiram foi achado Serviço Social do Vasco após uma matéria do jornal Extra, que mostrou a atual situação pela qual passa o ex-atacante, vivendo sob a marquise de um restaurante falido.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

reforços

Valdívia realiza sonho no São Paulo e avisa: “É a primeira vez que fico mais ansioso”

Raí apresenta Valdívia no São Paulo (Foto: Reprodução)

O São Paulo apresentou nesta sexta-feira, no CT da Barra Funda, o seu sexto reforço para este ano: Valdívia. O meia assinou contrato de empréstimo por uma temporada com o Tricolor.

– Agradeço muito a Deus por estar em um clube tão grande como o São Paulo. Agradeço diretoria e comissão pela confiança. Estou vivendo um sonho, muito feliz mesmo. Meus primos são são-paulinos, sempre falaram para torcer pelo clube. Sempre tive esse carinho desde criança. Hoje tenho a oportunidade de jogar no time que pensava desde criança. Muito feliz. Espero que seja uma caminhada boa – falou Valdívia.

Questionado sobre a queda de rendimento nos últimos anos, o meia admitiu que precisa voltar a atuar em alto nível. Mas acredita que a passagem pelo Atlético-MG o ajudou.

– Falta, sim, mas venho trabalhando forte. Ano passado tive uma temporada muito boa individualmente, mas os gols não saíram. Minha função tática no time eu ajudei. É trabalhar, pensar positivo e mentalizar coisas boas. Tenho qualidade para fazer. Aqui no São Paulo tenho certeza que vai dar certo. Vai ser um ano diferente para mim e para o São Paulo. Não vejo a hora de poder estrear. É a primeira vez que fico mais ansioso. Não vejo a hora de estrear com a camisa do São Paulo – acrescentou o reforço do Tricolor.

Apresentado pelo diretor executivo de futebol do São Paulo, Raí, Valdívia brincou sobre beleza e charme. Veja o que ele disse sobre estar ao lado do ídolo são-paulino.

– Ele é poko charme, eu sou poka beleza. Sou muito brincalhão fora de campo, jogador é de resenha fora de campo. Fica mais fácil. Tenho amizade com Nenê e Rodrigo Caio. É entrosar em campo para as coisas fluírem – brincou.

Depois de ganhar destaque no Internacional, Valdívia teve a carreira atrapalhada por conta de séria lesão no joelho esquerdo. Emprestado ao Atlético-MG no ano passado, o meia teve sequência na reta final do Brasileirão, mas não empolgou. Agora, no São Paulo, ele terá a missão de jogar pelas pontas no esquema de Dorival Júnior. O técnico gosta muito do jogador.

– Estou muito feliz com a chegada do Valdívia. Vínhamos acompanhando e estudando a viabilidade com as equipes envolvidas. Acompanhamos o Valdívia desde o Internacional. É notório o potencial do jogador, versátil, habilidoso e veloz. Temos certeza e estamos passando para ele que o São Paulo sempre foi um clube que recuperou muitos jogadores que têm potencial e que passaram por momentos que não eram esperados no início – falou o diretor executivo de futebol Raí.

– Um outro lado que o São Paulo sempre teve é de ser o time que detecta talentos. Valdívia é um exemplo que podemos transformar na prática. Gostamos muito da vontade e felicidade que ele teve de vir para o São Paulo, de ter esse crescimento aqui no clube – acrescentou Raí.

Líder do Grupo B do Campeonato Paulista, o São Paulo volta a campo pelo estadual no domingo, dia 18, para receber o Santos, no Morumbi. Antes disso, na quinta-feira, dia 15, o Tricolor vai até Maceió para encarar o CSA, no estádio Rei Pelé, pela segunda fase da Copa do Brasil.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS