Fique Conectado

Atrás das Grades

Polícia prende traficante Rogério 157 em operação com 2,9 mil agentes

Publicado

em

As forças de segurança do Rio prenderam na favela do Arará, o traficante Rogério Avelino de Souza, o Rogério 157 (Tânia Rego/Agencia Brasil)
Anunciante

O traficante Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, estava desarmado quando foi preso na manhã de hoje (6), na zona norte do Rio de Janeiro, e ofereceu “resolver a vida” dos policiais civis que efetuaram sua prisão. As informações foram contadas pelo delegado Gabriel Ferrando, da 12ª DP, que comandou a equipe que prendeu o criminoso.

“Ele não chegou a oferecer [suburno], mas, notem, a ousadia foi tanta, que ele chegou a insinuar que a nossa vida estaria resolvida”, disse o delegado, que participou da operação integrada entre as forças estaduais e federais de segurança pública e defesa. Outras seis pessoas foram presas nas comunidades, e dois menores foram apreendidos.

AnuncianteClínica Fornari

Segundo Ferrando, uma conjugação de informações reunidas pela Inteligência da Polícia Civil permitiu identificar pontos em que havia “grandes chances” de encontrar Rogério 157 nas favelas do Mandela, Mangueira, Tuiuti e Arará, onde ele foi efetivamente localizado.

Reconhecimento

Os policiais encontraram o criminoso em uma casa na comunidade, e ele tentou se passar por outra pessoa. A Polícia Civil, no entanto, havia destacado policiais que trabalharam na Rocinha e conheciam a fisionomia de Rogério 157 que, segundo as investigações, havia coberto tatuagens e cicatrizes para dificultar o reconhecimento.

“[Rogério 157] não ofereceu resistência. Ele tentou se passar por outra pessoa, mas havia policiais capacitados que prontamente o reconheceram”, disse o delegado. “Policiais que já o haviam investigado e com um conhecimento mais detalhado dos seus traços fisionômicos foram fundamentais para essa prisão”.

O delegado destacou o trabalho de inteligência e a integração  com as forças federais permitiu prender o criminoso no interior de uma comunidade, sem que houvesse troca de tiros. “Se não é um cenário como o que foi montado no dia de hoje, dificilmente ele seria encontrado tão vulnerável”.

O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, Roberto Sá, disse que vai pedir a transferência do criminoso para um presídio federal, com o objetivo de dificultar a comunicação dele com a quadrilha que comanda. O secretário disse considerar a prisão emblemática e parabenizou o trabalho das forças de segurança.

“Foi uma prisão emblemática muito embora eu não goste de enaltecer nem glamourizar criminoso”, disse.

O secretário de segurança pública destacou ainda o esforço de manter mais de 500 policiais militares na Rocinha diariamente, para impedir a atuação das quadrilhas de Rogério 157 e Nem, que disputam o controle do crime organizado. Durante a manhã de hoje, tiros foram ouvidos na comunidade e, segundo o secretário, os disparos foram feitos por criminosos rivais que comemoravam a prisão de Rogério 157.

Segundo Sá, as forças de segurança continuarão monitorando a Rocinha, “em razão dos desdobramentos que a prisão do traficante pode ocasionar”. “Temos diversos mandados de prisão que continuarão sendo cumpridos dia a dia”.

O porta-voz do Comando Militar do Leste, coronel Roberto Itamar, disse acreditar que as operações integradas têm obtido resultados além de prisões e apreensões.

“Um exemplo é  a pressão que vem sendo feita pelas forças de segurança nas organizações criminosas, de maneira que tenham que se movimentar e, com isso, se mostrar melhor para os órgãos de inteligência”, disse o coronel, que acrescentou: “Não há mais ponto na área metropolitana do Rio em que as forças de segurança e o Estado não possam chegar. As forças armadas vem propiciando essa possibilidade aos órgãos de segurança pública”.

Deixe sua opinião


Agência Brasil
Anunciante

flagrante

PM recupera moto furtada e prende marceneiro por receptação em Araçatuba

Publicado

em


Policiais militares recuperaram na tarde desta quarta-feira (19) uma motocicleta Honda/Titan com placa de Araçatuba furtada em frente a um shopping no bairro Guanabara.

A PM chegou até o veículo depois de receber informações que nos fundos do bairro Porto Real 2, indivíduos estariam desmontando uma motocicleta.

AnuncianteClínica Fornari

Os policiais Cb Saimon e Cb Tabata (equipe C) com apoio de outras viaturas e do helicóptero Águia, conseguiram localizar os suspeitos.

Policiais que estavam na aeronave cercaram o local e conseguiram abordar 7 pessoas, sendo 6 adolescentes e um adulto identificado como sendo o marceneiro J.M.A.A. de 24 anos.

A prisão aconteceu na tarde desta quarta-feira (19) no bairro Porto Real 2. (Regional Press)

Indagado sobre a motocicleta, J.M. confessou que havia comprado o veículo de um desconhecido pelo valor de R$ 150 e que iria desmontar para vender as peças.

Segundo ele, a motocicleta havia sido furtada em frente ao shopping Praça Nova na tarde de hoje.

Os policiais foram até o shopping e em contato com a proprietária do veículo, a mesma desconhecia o furto.

Policiais do helicóptero Águia cercaram o local e desembarcaram para efetuar a abordagem. (Regional Press)

O acusado recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao plantão policial. Os adolescentes foram ouvidos e liberados.

A ocorrência está em andamento e o site Regional Press trará a qualquer momento mais informações.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Atrás das grades

Acusado de assassinar idosa de 84 anos é preso pela DIG em Araçatuba

Publicado

em

Na imagem, Alexandre (de azul) é levado para uma das celas da delegacia. (Regional Press)

Alexandre Rodrigues, de 35 anos, foi preso na manhã desta quarta-feira (19) acusado de ser o responsável pela morte da aposentada Luíza Cogo, no bairro Vila Mendonça, em Araçatuba.

A vítima de 84 anos morava sozinha e foi encontrada morta por um sobrinho no dia 9 de setembro caída dentro de casa.

AnuncianteClínica Fornari

A idosa apresentava marcas pelo corpo e indícios de violência sexual, que posteriormente foi constatado través de laudo do Instituto de Criminalística (IC), os abusos.

Após tomar ciência do crime, a DIG passou a colher informações e imagens de circuito de câmeras de residências próximas do local do crime que mostraram Alexandre nas imediações.

Crime ocorreu no bairro Vila Mendonça no último dia 9 de setembro. (Fábio Ishizawa/Regional Press)

Diante da suspeita que ele seria o autor do homicídio, a DIG solicitou mandado de busca na casa de uma tia de Alexandre, no bairro Jardim Alvorada, local onde havia informações que ele estaria escondido.

Na residência a moradora reconheceu Alexandre nas imagens, porém informou que não via o sobrinho a alguns dias.

Depois de várias diligências em locais suspeitos, os policiais encontraram Alexandre no cruzamento da Rua Regente Feijó com a Avenida Mário Covas.

Levado ao plantão policial, ele foi interrogado e confessou que teria sido o autor do crime.

Alexandre confessou em interrogatório que teria assassinado idosa. (Imagem/O Liberal Regional)

Ele permanece preso em uma das celas da delegacia aguardando mandado de prisão temporária solicitado pelo delegado.

Ele será transferido para cadeia de Penápolis onde ficará a disposição da justiça.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

resposta rápida da PM

Três são presos por roubo a cartório em Araçatuba; R$ 12 mil são recuperados

Publicado

em

(Thiago Augusto/Regional Press)

Três pessoas foram presas em flagrante acusadas de participar de um assalto em um cartório de Araçatuba. O crime ocorreu na manhã desta quarta-feira (19).

Armado de revólver, o assaltante identificado como W.B.S. de 18 anos entrou no cartório, na rua Carlos Gomes , rendeu funcionários e fugiu com pelo menos R$ 10 mil em dinheiro.

AnuncianteClínica Fornari

Câmeras de segurança flagraram o momento em que o acusado entrou em um carro Fusion preto, ocupado pelo casal L.P.M. de 24 anos, T.S.R. de 22 anos e uma criança de apenas seis meses de idades.

A Polícia Militar passou a procurar pelo veículo, que teve a placa revelada pelas imagens.

(Thiago Augusto/Regional Press)

Durante as buscas, ainda no final da manhã, o veículo foi localizado no cruzamento da avenida Prestes Maia e rua Marcílio Dias, bairro Planalto.

No veículo estava o casal, que foi abordado com o filho no carro. Os policiais apreenderam cerca R$ 1 mil no veículo e uma quantia em dinheiro na casa dos ocupantes. A arma não foi localizada.

W.B.S. é acusado de ter entrado no cartório e de posse de uma arma de fogo efetuado o roubo. (Sílvio Romeiro/Regional Press)

De posse das imagens das câmeras de segurança que flagraram a ação dos marginais, a PM conseguiu localizar W.B.S., o terceiro envolvido no crime no bairro Cecap.

Levados ao plantão policial, os três acusados foram autuados em flagrante e permaneceram presos a disposição da justiça. A criança seria entregue ao Conselho Tutelar.

O valor total recuperado pela Polícia Militar foi de R$ 12.665.

(Thiago Augusto/Regional Press)

Deixe sua opinião

Continue Lendo

DF

Vídeos mostram resgate de vítima de sequestro amarrada pelo pescoço

Publicado

em

REPRODUÇÃO/VÍDEO

Policias militares encontraram um homem amarrado pelo pescoço em uma árvore, por volta das 22h dessa terça-feira (18/9). Vídeos mostram o momento em que a vítima de sequestro relâmpago foi resgatada pela Polícia Militar do DF. Confira:

AnuncianteClínica Fornari

De acordo com a PM, a corporação recebeu uma denúncia de que o homem havia sido sequestrado por três bandidos armados em Sobradinho, e jogado no porta-malas do próprio carro, um GM Kadett. Logo após o crime, o veículo seguiu em direção à Rota do Cavalo, próximo ao Itapoã e Paranoá.

Após receberem o chamado, os policiais iniciaram ronda na área e localizaram o Kadett abandonado perto do Colégio Santa Helena. Ao entrarem em um pinheiral, o homem foi encontrado amarrado pelo pescoço na árvore.

O crime chocou os sete policiais que participaram do resgate. Um deles era o sargento Sandro, do Grupo Tático Operacional (GTOP), que achou que a vítima estava morta à primeira vista.

“É uma coisa que assusta. Passou pela minha cabeça se ele estava morto ou se precisava de socorro. Quando eu cortei a corda, que estava com duas voltas no pescoço e nas mãos, como se estivesse crucificado, ele caiu no chão e reagiu”, contou o militar.

Segundo o sargento, é possível que os criminosos tenham tentado matar o homem para que eles não fossem reconhecidos.“A única dúvida que ficou foi que, se eles estivessem com armas de verdade, não teriam usado a corda. Mas não descartamos nada. A bandidagem não tem limite”, declarou.

Os bandidos fugiram e, até o momento, não foram capturados. A vítima foi encaminhada para a 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho) e registrou ocorrência. Ele foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML), para exame de corpo de delito.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998