Fique Conectado

Violência

Mulher asfixia gestante, arranca bebê do útero e se passa pela mãe

A acusada teria usado o sangue da vítima espalhado pelo corpo para dar realidade à história que contou aos médicos

Publicado 

em

Anunciante

Uma jovem de 18 anos estava grávida de oito meses quando foi morta asfixiada, teve a barriga cortada e o filho arrancado do corpo por uma mulher de 38 anos e pelo marido dela, de 34.

O crime ocorreu em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, na terça-feira (5/11), e a acusada, Aline Roberta Fagundes teria perdido um bebê aos quatro meses de gestação havia pouco tempo.

De acordo com o tenente da Polícia Militar Givanildo Graciano, o casal de criminosos foi denunciado pelo próprio filho, de 14 anos, que acionou a polícia após chegar em casa e notar um colchão com marcas de sangue, usado para enrolar o corpo da vítima, Gabrielle Barcelos.

A perícia, estando no local, constatou que a jovem estaria grávida e teria sido morta asfixiada. Depois de falecer, teve o corpo aberto e o bebê retirado do útero.

Filipe Fornari

No entanto, ao mesmo tempo em que a polícia chegava à casa do casal, a suspeita do crime acionou a emergência do hospital da cidade após dizer que havia dado à luz no meio da rua. Ela foi socorrida por uma ambulância e levada para o hospital com o marido. Segundo o tenente, a criança recém-nascida teve que ser reanimada devido a uma parada cardiorrespiratória.

A mulher, se passando pela mãe da menina, foi atendida, mas os médicos comprovaram que seria impossível ela ter dado à luz na terça-feira (5).

Portanto, a PM foi chamada e, segundo Graciano, a acusada, depois de ser pressionada, confessou o crime, revelando ter usado uma faca para abrir a barriga da gestante, utilizando as mãos para asfixiá-la. A mulher teria espalhado o sangue da vítima pelo corpo para dar realismo à sua história.

O homicídio pode ter sido motivado por causa do interesse da criminosa pelo bebê da jovem, já que, segundo testemunhas, o casal vinha aliciando a gestante, dizendo que a ajudaria com enxovais. Nas redes sociais, um dia antes de morrer, Gabrielle havia postado um texto ansiando pelo nascimento da filha, e disse: “Falta pouco para ver seu rostinho”.

Os acusados foram levados para a delegacia da cidade e a criança requer cuidados especiais, mas seu quadro de saúde é estável. As informações são do “Hoje em Dia”.


Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante

Investigação

Corpo da menina Vitória tinha pés e mãos amarrados, diz advogado

O advogado da família de Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, de 12 anos, Roberto Guastelli, disse em entrevista ao G1 que o corpo da menina encontrada morta em uma mata, em Araçariguama, interior de São Paulo, após oito dias desaparecida, estava com os pés e as mãos amarrados.

Embora não saiba explicar o que poderia ter motivado um crime tão horrendo, Guastelli também afirmou que tem convicções de que o crime foi motivado por vingança, justamente pelo modo como o corpo foi encontrado.

A polícia não confirmou as informações, pois o caso está sob sigilo, mas segue investigando e aguarda laudo do Instituto Médico Legal (IML) para confirmar as causas da morte.

O enterro foi neste domingo (17), em Araçariguama (SP), cidade onde ela vivia com a mãe.

Filipe Fornari

Ainda segundo entrevista do advogado, que teve acesso a informações do IML, “Vitória Gabrielly já estava morta há sete ou oito dias, ou seja, ela foi morta no mesmo dia em que sumiu. Só não sabemos se ela estava lá desde o dia 8 de junho ou se foi colocada depois”.

Segundo a PM, ela estava ao lado dos patins e com a mesma roupa que vestia no dia do desaparecimento.


Deixe sua opinião

Continue Lendo

COVARDIA

Segurança é detido acusado de bater cabeça da esposa contra o muro provocando desmaio

Um segurança de 50 anos foi detido em flagrante por policiais militares no final da tarde de sábado acusado de agredir a esposa com um soco e depois de bater sua cabeça contra um muro, provocando desmaio da vítima. o caso aconteceu no bairro Hilda Mandarino.

De acordo com o boletim de ocorrência, durante a tarde o segurança discutiu com a esposa e teria dado um soco em sua cabeça, e em seguida batido contra um muro. Ainda de acordo com o que foi relatado à polícia, a mulher desmaiou e depois foi socorrida por vizinhos e levada ao pronto-socorro municipal, onde ficou em observação até às 18h.

Ao chegar em casa, segundo ela, o marido impediu sua entrada e com um facão na mão, disse que se entrasse iria fazer picadinho. A vítima acionou a Polícia Militar, que foi até o local e deteve o acusado. Ele negou as acusações e os policiais não encontraram o facão que teria sido usado pelo homem para ameaçar a mulher.

O casal foi levado ao plantão policial onde o delegado determinou a prisão em flagrante, deixando o segurança à disposição da Justiça. Ele seria encaminhado para audiência de custódia.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

ato infracional

Adolescente acusado de tráfico é apreendido pela PM no Lago Azul

Um adolescente de 17 anos foi apreendido por policiais militares na manhã de domingo (17) com pinos de cocaína na Rua Antônio Spironeli, no bairro Lago Azul, em Araçatuba.

Uma viatura da Polícia Militar composta pelos policiais Cb Adelman e Sd Leal (equipe A) realizava patrulhamento preventivo no bairro quando os PMs avistaram um menor com uma sacola plástica nas mãos.

Ao ver a viatura, o suspeito dispensou a sacola no chão e saiu correndo.

Os policiais perseguiram o adolescente por alguns metros e conseguiram efetuar a abordagem.

Filipe Fornari

Após uma revista pessoal, nada foi encontrado, porém na sacola plástica dispensada havia 56 pinos de cocaína cheios e 810 pinos vazios.

O adolescente recebeu voz de apreensão e foi levado ao plantão policial para ser autuado em flagrante por ato infracional de tráfico de drogas.


Deixe sua opinião

Continue Lendo

Investigação

Menor suspeito de agredir namorada com mordidas é apreendido em SP

Vítima contou à polícia que levou chutes, socos e mordidas do namorado, além de ter sido arrastada pela calçada

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela polícia sob suspeita de ter agredido a namorada, de 26, na madrugada deste domingo (17), no bairro São Joaquim, em Santa Bárbara d’Oeste (SP).

A vítima acionou a polícia, que a encontrou com hematomas no rosto e no braço. Ela contou aos agentes que levou chutes, socos e mordidas do namorado, além de ter sido arrastada pela calçada.

Na abordagem, segundo a polícia, foi necessário o uso de “força física moderada” e algemas, pois o adolescente reagiu. Ele ainda apresentava um suposto quadro de embriaguez.

O caso foi registrado como ato infracional e violência doméstica. De acordo com a Polícia Civil, a Vara da Infância e Juventude deve decidir ainda nesta segunda-feira (18) se o agressor cumprirá medida socioeducativa ou se ele será liberado.

Filipe Fornari

A vítima recebeu atendimento médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Edson Mano. A unidade não informou o estado de saúde dela.


Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS