Fique Conectado

Tecnologia

Defesa Civil do Estado lança a Operação Chuvas de Verão 2017/2018

Operação visa preservar vidas e reduzir danos humanos, materiais e ambientais; alertas de riscos de desastres via SMS serão usados

Publicado

em

A iniciativa tem o propósito de preservar vidas e reduzir danos humanos, materiais e ambientais, principalmente no período de chuvas que se aproxima
Anunciante

A Defesa Civil do Estado de São Paulo iniciou na sexta-feira (1º de dezembro) a “Operação Chuvas de Verão”, que se estende até 31 de março de 2018.  A iniciativa tem o propósito de preservar vidas e reduzir danos humanos, materiais e ambientais, principalmente no período de chuvas que se aproxima.

O lançamento da ação aconteceu em evento no Palácio dos Bandeirantes, no qual foram entregues a 49 municípios cartas de suscetibilidade, elaboradas pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), e setorizações de risco, elaborados pelo IPT por meio de contratação da Defesa Civil Estadual.

AnuncianteClínica Fornari

Durante a “Operação Chuvas de Verão” são deflagrados os Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs), específicos para escorregamentos e inundações, com o objetivo de prevenir e mitigar os impactos associados aos eventos típicos do período chuvoso.

Ao todo, serão operacionalizados oito planos preventivos, que abrangem os 175 municípios mais vulneráveis do Estado, sendo um específico para inundações (Vale do Ribeira) e sete para escorregamentos (Região Metropolitana de São Paulo, Vale do Ribeira, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Serra da Mantiqueira, Região de Campinas, Região de Sorocaba e Região de Itapeva).

Além dos municípios citados, todos os demais são diariamente monitorados e assistidos pela Defesa Civil Estadual. Para preparar os agentes municipais que operam os Planos Preventivos de Defesa Civil (PPDCs) são realizadas Oficinas Preparatórias para a Operação Chuvas de Verão.

As oficinas funcionam como treinamento das práticas preventivas e operacionais para minimizar os efeitos de eventos como deslizamento de terra e inundações. Desde 2015, no mesmo período, ocorre a atuação conjunta de diferentes agências do Estado e município de São Paulo no Centro Integrado de Comando e Controle – CICC (Rua Jorge Miranda, 568, São Paulo/SP).

Essa integração tem como objetivo a consolidação de forma integrada de um sistema de preparação e resposta a eventos adversos, decorrentes dos fenômenos naturais típicos do período de verão, visando, assim, a otimização e integração dos trabalhos para obtenção da maior eficácia e produtividade dos recursos humanos e materiais.

Para o verão de 2017/2018 a população conta ainda com a nova ferramenta disponível em todo o Estado para auxiliar a Defesa Civil a emitir alertas de riscos de desastres via SMS diretamente à população. O serviço foi desenvolvido pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil e está sendo implementado em São Paulo pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC/SP).

Desde o dia 16/11, todos os usuários de celular do Estado de São Paulo estão recebendo gradativamente uma mensagem SMS informando sobre a ativação do sistema. Para se cadastrar, a pessoa só precisa responder essa mensagem com o número do CEP de interesse.  Com isso, o cidadão passa a receber alertas sempre que a Defesa Civil identificar uma probabilidade de risco mais severa na área que abrange o CEP indicado.

O cadastramento poderá ser feito a qualquer tempo, mesmo que a pessoa não receba a mensagem inicial. Basta enviar um SMS para o número 40199, escrevendo o CEP de interesse. Para cadastrar mais de um CEP, é necessário enviar uma mensagem por vez. Não há limite para a quantidade de CEPs que podem ser cadastrados.

Os alertas são curtos, com até 160 caracteres, e visam apenas informar sobre um possível risco. A qualquer momento, a população pode buscar informações detalhadas no site da Defesa Civil estadual, incluindo orientações sobre o que fazer em cada situação.

A vantagem do sistema SMS é que ele é acessível nos celulares mais simples, sem necessidade de smartphones ou pacote de dados. Por isso, seu alcance é potencialmente maior.

Deixe sua opinião

Portal do Governo do Estado de São Paulo
Anunciante

ATENÇÃO MULHERES

Campanha de prevenção contra o câncer do colo do útero sofreu alteração no dia 29 

Publicado

em

A Secretaria de Saúde de Birigui, por meio do Ambulatório de Saúde da Mulher, informa que a campanha de prevenção contra o câncer do colo do útero agendada para o dia 29 de setembro (sábado) irá sofrer alterações.

Visando concentrar o atendimento em um único ponto da cidade, o exame preventivo será feito somente no Ambulatório de Saúde da Mulher, que atende na praça Gumercindo de Paiva Castro, sem número, Centro. O atendimento será das 7h às 13h.

AnuncianteClínica Fornari

Com a mudança, as UBSs não irão atender no dia 29 de setembro, porém continuam atendendo normalmente à população de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. A mulher deve apresentar o cartão do SUS (Sistema Único de Saúde), comprovante de residência, CPF e RG (original e uma cópia).

Para realizar o exame, a mulher não pode estar menstruada. É orientado ainda a não ter relação sexual, usar pomada ou creme e fazer ducha vaginal dois dias antes da coleta.

O câncer do colo do útero é o terceiro tumor mais frequente na população feminina e a quarta causa de morte por câncer no Brasil.

Os preventivos coletados serão analisados pelo Hospital do Câncer de Barretos. Em casos de alterações, as pacientes receberão acompanhamento na rede municipal de saúde e, caso necessário, serão encaminhadas para o hospital de Barretos para tratamento.

O exame preventivo é indolor e detecta lesões e estágios iniciais do câncer do colo do útero. É recomendável que o preventivo seja feito uma vez por ano ou conforme orientação médica.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Assistência

Araçatuba promove Fórum Municipal de Prevenção ao Trabalho Infantil

Publicado

em

O encontro teve participação de servidores municipais das áreas de assistência social, de educação e de saúde (Divulgação)

O Secoi (Serviço de Convivência Infanto Juvenil), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) de Araçatuba, em parceria com o Senac (Serviço Nacional do Comércio), promoveu nesta quarta-feira (19) o Fórum Municipal de Prevenção ao Trabalho Infantil.

O encontro, que ocorreu na sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), teve participação de servidores municipais das áreas de assistência social, de educação e de saúde.

AnuncianteClínica Fornari

Foi composta mesa diretora com os seguintes integrantes: a coordenadora do Secoi, Anezia Gabas; o diretor do Departamento de Proteção Básica da SMAS, Éderson Ribeiro Costa; o juiz da 1ª Vara do Trabalho de Araçatuba, Adhemar Prisco da Cunha Neto; procuradora regional do Trabalho da 15ª região, Ana Raquel Machado Bueno; juíza do TRT da 15ª região, Rosana Nubiato Leão; técnico do Senac, Rejan Belmiro Pompeo Filho; pedagogo social e assessor pela empresa ECA Agência Capacitea – Assessoria em Desenvolvimento Humano e Social, Sergio Calixto.

 AÇÕES ESTRATÉGICAS

Anézia Gabas, coordenador do Secoi, explicou a importância das políticas públicas na erradicação do trabalho infantil. De acordo com ela, as ações diante o tema, em Araçatuba, são realizadas desde 2001 com a criação do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil).

“O Ministério de Desenvolvimento Social constatou, através de pesquisas, que o trabalho infantil ocorria com maior incidência no ambiente doméstico. Dessa forma, constituíram-se as Ações Estratégicas do Peti, em 2014”.

Ainda de acordo com Anézia, desde então, o Peti passou a atuar dentro dos serviços de convivência de crianças e adolescentes do município, como o Secoi, Programa Lobato (municipais), Arca (Associação de Reinserção Social de Crianças e Adolescentes e Associação Beneficente Batista João Arlindo (associações parceiras da SMAS).

“O Fórum que realizamos hoje é o fechamento do trabalho realizado com famílias atendidas nas seis unidades dos Cras (Centros de Referência de Assistência Social)”.

Em parceria com o Senac Araçatuba foram  realizados, de julho a setembro, 32 workshops com essas famílias.

Através de dinâmicas, os profissionais do Senac deram orientações sobre o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) e tiraram dúvidas sobre o que pode e o que não poder ser considerado trabalho infantil.

Ao final do encontro, os participantes fizeram questionamentos e apresentaram sugestões relacionadas ao tema. Uma das informações divulgadas foi a respeito da realização da 7ª Audiência Pública de Composição do Plano Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador.

Essa audiência é de organização da Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo e Drads (Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social), a acontecer na Etec Araçatuba no dia 27 de setembro, das 8h às 17h.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Araçatuba

Criança internada na UTI Neonatal recebe visita surpresa de PMs da Rocam e se emociona

Publicado

em

Visita surpresa de policiais militares da Rocam emocionou menino internado na UTI Neonatal da Santa Casa

Ao tomar conhecimento da admiração que o pequeno Pedro Henrique tem pela Polícia Militar, em especial pela Rocam – equipe que utiliza motocicletas – os policiais prepararam uma visita surpresa na semana em que o garoto completa 6 anos.

O encontro, marcado pela emoção e a solidariedade, ocorreu na noite desta quarta-feira (19) na UTI Neonatal da Santa Casa de Araçatuba, unidade que há algum tempo faz parte da rotina do garotinho.

AnuncianteClínica Fornari

O menino foi presenteado com bolo, brinquedos e peças que imitam equipamentos usados pela PM. A surpresa de aniversário emocionou policiais, funcionários da Santa Casa, familiares e o pequeno, que ficou muito feliz com a inesperada visita de seus ‘heróis’. A Rocam pertence ao pelotão de Força Tática.

ESPERANÇA

O pequeno Pedro Henrique foi diagnosticado com Síndrome de Guillain-Barré, um distúrbio neurológico em que o sistema imunológico passa a atacar o sistema nervoso, podendo causar alterações motoras, atrofias, fraqueza gradual nas pernas, braços e troncos e, em alguns casos, podendo levar à total paralisia.

O distúrbio é desencadeado por infecções bactericidas ou virais e pode ter ligação com o vírus da zika, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

Os policiais da Rocam de Araçatuba ficaram comovidos e muito satisfeitos com a visita ao pequeno guerreiro. “Fazer uma criança feliz não tem preço, é realmente muito especial”, comentou um dos policiais militares.

“Estamos todos torcendo muito pelo nosso garoto”, afirmaram os patrulheiros da Rocam ao Regional Press.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

Impugnado

TRE barra candidatura do deputado estadual Itamar Borges

Publicado

em

A penalidade foi imposta pelo TJ-SP, ao acatar denúncia feita pelo MP de esquema para desvio de verba da Prefeitura de Santa Fé do Sul (Foto: Divulgação/Alesp)

Mais votado em municípios da região de Araçatuba em 2014, o deputado estadual Itamar Borges (MDB) teve o pedido de registro de sua candidatura à reeleição negado pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral do Estado de São Paulo).

Na última segunda-feira, a corte acatou, por unanimidade, pedido de impugnação da candidatura do emedebista feito pela PRE (Procuradoria Regional Eleitoral).

AnuncianteClínica Fornari

O parlamentar, que é de Santa Fé do Sul, município da região de São José do Rio Preto, pode recorrer no TSE (Tribunal Superior Eleitoral). As informações são do jornalista Arnon Gomes, do jornal O Liberal Regional.

De acordo com a Procuradoria, Itamar não pode disputar a eleição deste ano por ter condenação à suspensão dos direitos políticos por oito anos em decisão proferida por órgão colegiado em ação por improbidade administrativa.

A penalidade foi imposta pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), ao acatar denúncia feita pelo Ministério Público de esquema para desvio de verba da Prefeitura de Santa Fé do Sul e da Fundação de Educação e Cultura daquele município, mediante emissão, empenho e pagamento de notas fiscais frias, com a posterior lavagem de dinheiro. A inelegibilidade, nesse caso, é prevista na lei complementar 64/90.

Apesar do que diz Prieto, a defesa de Itamar afirma que esse processo foi anulado na esfera penal. “Sobre o mesmo fato, duas outras ações civis tramitaram por todas as instâncias judiciárias e a decisão final foi pela absolvição do deputado, tendo havido o trânsito em julgado com relação a ele.

Uma terceira ação, base desta impugnação eleitoral, ainda está em tramitação no Tribunal de Justiça de São Paulo, ou seja, em segunda instância, e está suspensa (sobrestada) aguardando parecer de tribunal superior”, diz a assessoria do deputado, em nota.

Enquanto tenta reverter sua situação junto à Justiça Eleitoral, Itamar segue normalmente com sua campanha na tentativa de se eleger para o terceiro mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS

error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998