Fique Conectado

Veja as fotos

Corregedoria da Polícia Civil apura selfies de policiais com Rogério 157

Policial tira selfie com o criminoso Rogério 157, preso nesta quarta-feira (6), no RJ
Anunciante

A corregedoria interna da Polícia Civil abriu um processo para apurar a divulgação de selfies e fotos de policiais civis com o traficante Rogério 157, preso na manhã de hoje (6).

As fotos tiradas pelos policiais com o traficante detido circularam nas redes sociais e, na visão do secretário de segurança pública, Roberto Sá, são fruto de “euforia”.

“A gente não deve glamourizar criminosos. Ele é mais um dos 4 mil criminosos que as polícias prendem por mês, mesmo com a escassez de recursos. Mas é emblemática, sim, essa prisão. Então, houve uma euforia, uma alegria, que é muito possível pelas fotos que tenha passado do ponto”, disse Sá.

O secretário defendeu que é preciso “compreender a euforia”, mas enfatizou que qualquer tipo de ato que “glamourize” criminosos deve ser reprovado.

O chefe da Polícia Civil, Carlos Leba, informou que os policiais envolvidos prestarão esclarecimentos em oitivas.

“O evento já é objeto de apuração pela corregedoria interna, inclusive motivando a oitiva das pessoas envolvidas, porque entendemos que o que sai do protocolo tem que ser objeto de esclarecimento e aperfeiçoamento”, disse Leba.

Oque você acha disso?

EBC
Anunciante

MARÍLIA

Foto de jovem segurando arma na sala de aula viraliza e polícia investiga o caso

Há suspeita de que a arma seja de brinquedo, mas tudo será apurado pela Polícia Civil. Diretoria da escola estadual de Marília (SP) registrou boletim de ocorrência e se reuniu com os pais do adolescente de 15 anos.

Foto mostra o estudante segurando a arma dentro da sala de aula em Marília (SP) (Foto: Facebook / Reprodução )

foto de um estudante de 15 anos segurando uma arma dentro de uma sala de aula de uma escola estadual de Marília (SP) teve repercussão nas redes sociais e agora a Polícia Civil investiga o caso.

A foto foi postada no perfil do adolescente na quarta-feira (7) com a legenda “Que tiro foi esse?”, refrão do hit da cantora Jojo Todynho.

De acordo com a Diretoria Regional de Ensino, existe a suspeita de que a arma que aparece na foto seja de brinquedo, o que será apurado pela polícia.

A diretoria da Escola Estadual Antônio Augusto Neto confirmou o ocorrido e disse que além do registro do boletim de ocorrência, uma reunião com os pais e o próprio estudante foi feita, onde foi explicado a gravidade do ato e as consequências.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

paraguai

Pistoleiro que cobrava R$ 2 mil para matar é preso na fronteira

Era procurado por dois homicídios

Em 2013, Arnaldo também teria tentado cometer homicídio ao cobrar uma dívida de US$ 3 mil dólares.

Foi preso na fronteira em Pedro Juan Caballero, no Paraguai o pistoleiro Arnaldo Andrés Benitez Dávalos, de 42 anos. Le teria sido contratado para cometer um assassinato em Assunção.

Arnaldo era procurado por dois homicídios em 2015 e 2017. Ele também era autor de um roubo em 1997. Segundo informações policiais, Arnaldo cobrava R$ 2 mil para cometer assassinatos, e teria sido contratado para cometer um homicídio ou liderar um grande assalto em Assunção.

Ainda de acordo com o site ABC Color, ele estaria envolvido em um tiroteio entre narcotraficante em março de 2015, em Pedro Juan Caballero, a época morreu uma criança de 2 anos atingida por um tiro.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Três Lagoas/MS

Homem matar ex-mulher a tiros e se suicida em seguida

(Imagens: Laís Eger Penha)

Um homem de 42 anos efetuou três disparos de arma de fogo contra a ex-companheira na tarde desta sexta-feira (09) em Três Lagoas. Após atirar na mulher, Larissa Souto Pereira de Freitas, de 42 anos, ele cometeu suicídio.

Eles estavam separados há três meses e, segundo informações, o homem, identificado como Marcos Sergio da Silva Castro, não aceitava o fim do relacionamento. Quando a mulher estava chegando ao condomínio onde mora, o ex marido atirou contra ela, se suicidando logo em seguida. O filho do casal, de 22 anos, presenciou o momento do crime.

O caso aconteceu no Jardim Alvorada. A vítima foi encaminhada pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Auxiliadora onde foi confirmado a morte de Larissa.

De acordo com informações de vizinhos da vítima, o ex companheiro, que era mototaxista, não aceitava o fim do relacionamento e na tarde desta sexta-feira após atirar três vezes contra Larissa, ele se suicidou com um tiro no peito.

 

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS