Fique Conectado

Ciência

Pesquisa revela que cérebro de pessoas com depressão sofre mudanças

Publicado

em

Anunciante

Pesquisadores da Universidade de Edimburgo descobriram que pessoas com depressão apresentam uma matéria branca de menor qualidade no cérebro. Essa informação está sendo avaliada para que, no futuro, possa ser utilizada para a descoberta de tratamentos mais eficazes contra a doença.

O novo estudo publicado na Scientific Reports revelou uma ligação entre a depressão e a estrutura da substância branca do cérebro, que é usada para processar emoções e pensamentos. A pesquisa, que foi conduzida pela Universidade de Edimburgo, na Escócia, analisou dados de 3.461 pessoas. Estes dados foram coletados em um banco do Reino Unido, tornando-se o maior estudo desse tipo na história da ciência.

Os cientistas usaram imagens baseadas em ressonância magnética para criar mapas altamente detalhados das fibras do cérebro. Ao compararem o cérebro de pessoas com depressão com o de indivíduos saudáveis, os estudiosos perceberam que havia diferenças substanciais na integridade, ou qualidade, da substância branca.

Segundo Heather Whalley, que liderou a equipe, “há uma necessidade urgente de fornecer tratamento para a depressão e ter uma melhor compreensão dos mecanismos que levam à doença. Isso dará uma chance melhor de desenvolver novos e mais eficazes métodos de tratamento. Os próximos passos serão analisar como a ausência de mudanças no cérebro se relaciona com uma melhor proteção contra a angústia e o baixo humor”.

Dados sobre a depressão

A depressão tem sido considerada uma epidemia na sociedade moderna. Estima-se que 40 milhões de adultos [adaa.org], o que equivale a 18% da população, estejam sendo afetados pela doença apenas nos Estados Unidos. Somente um terço das pessoas que sofrem de transtornos relacionados à ansiedade recebem tratamento.

Pesquisas como esta realizada na Escócia são fundamentais para melhorar a qualidade de vida de milhões de cidadãos, possibilitando que a ciência descubra as causas físicas que levam a essa desordem emocional.

O estudo apoia a tese de que a depressão é também uma condição física, e não apenas química ou psicológica. A partir dessa análise, é possível provocar uma mudança fundamental na forma como a doença é tratada.

Em outra iniciativa importante, pesquisadores da UCLA começaram a usar pulsos magnéticos para direcionar as partes específicas da mente associadas à depressão. Essa e outras pesquisas do mesmo gênero poderão permitir que a cura da doença seja encontrada no futuro, ajudando milhões de pessoas a viverem com mais saúde, felicidade e bem-estar.

Oque você acha disso?

Anunciante

Espaço

Trump assina programa para levar homem a Lua e Marte

Objetivo da ação é impulsionar "tecnologias incríveis"

Publicado

em

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou nesta segunda-feira (11) o documento que dá o pontapé de partida em um programa para levar o homem novamente à Lua e, em seguida, a Marte. A diretiva se chama “Space Policy Directive 1” e ordena que a Nasa lidere um programa espacial “inovador” para fazer os astronautas norte-americanos pisarem novamente no satélite natural da Terra e, “eventualmente”, também no planeta vermelho.

“Desta vez não se trata apenas de colocar nossa bandeira e deixar nossas pegadas. Estabeleceremos uma base para uma missão rumo a Marte e, talvez, além”, declarou o mandatário.

+ NASA irá desvendar novas descobertas em conferência especial

Anteriormente, o vice-porta-voz da Casa Branca, Hogan Gidley, já havia afirmado que “Trump mudará nossa política para viagens humanas no espaço para ajudar a América a se tornar a força motriz da indústria espacial, obter uma nova consciência do cosmos e impulsionar uma tecnologia incrível”.

A última vez que o homem pisou na Lua foi em 1972, na missão Apollo 17, realizada pela Nasa, mas as viagens para o astro foram interrompidas por causa de seu elevado custo. A partir de então, tanto os EUA quanto a União Soviética passaram a focar em projetos na órbita da Terra. (ANSA)

Oque você acha disso?

Continue Lendo

REMIX

YouTube lançará serviço de streaming de música em 2018

Remix concorrerá com empresas como Spotify e Apple Music

Publicado

em

O YouTube deve lançar, em 2018, um serviço de streaming de música para concorrer com empresas como Spotify e Apple Music.

Segundo a Bloomberg, a Alphabet, conglemerado que detém a plataforma de vídeos, já assinou com a gravadora Warner Music e está negociando cm Universal e Merlin – o serviço será batizado de “Remix”.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Acidente

Criança usa lençol para fugir de apartamento e cai do 3º andar no interior de SP

Publicado

em

Uma menina de 9 anos tentou fugir de uma vizinha e caiu do terceiro andar de um prédio em um conjunto habitacional no Jardim Heitor Rigon, em Ribeirão Preto (SP), na manhã desta segunda-feira (11). A criança foi socorrida e permanece na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE).

A Polícia Militar informou que a menina e os irmãos, de 10 e 11 anos, foram deixados no apartamento pela mãe. As crianças tentaram sair da casa pela janela do quarto usando uma corda feita com lençóis amarrados.

Segundo a PM, a irmã mais velha disse que os três queriam fugir de uma vizinha, que havia discutido com a mãe delas no domingo (10) e as ameaçou na manhã desta segunda-feira. A vizinha chegou a danificar a porta do apartamento da família com um pedaço de pau.

“A irmã mais nova foi a primeira a descer, porém, o lençol não aguentou e cedeu com ela pendurada, e ela veio a cair ao solo. Segundo as informações dos policiais que chegaram primeiro ao local, ela estava com fortes dores no abdômen, mas estava consciente”, disse a tenente da PM Helena Maria Balduíno de Morais.

O G1 destaca que a menina foi socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada ao HC-UE. Os irmãos dela não ficaram feridos.

A vizinha deve ser responsabilizada pelo acidente, assim como a mãe das crianças, por deixá-las sozinhas no imóvel. “Ela deixou de proteger as crianças, que é dever dela como mãe. Essas crianças deveriam estar ou com a avó, uma babá, ou em uma creche, não poderiam estar sozinhas”, explicou a tenente.

A briga entre as vizinhas teria sido motivada por ciúmes: a agressora acusa a mãe das crianças de ter se envolvido com o marido dela. O homem nega o caso.

A Delegacia de Defesa da Mulher investiga a situação. A mãe das crianças e a vizinha devem prestar depoimento durante ainda nesta segunda (11).

De acordo com o HC-UE, a garota está passando por avaliação na sala de trauma e o estado de saúde é considerado estável.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante Sou Mais Familia

MAIS LIDAS DO DIA