Oi, o que você está procurando?

Vigilância orienta visitantes sobre cuidados com Aedes

Nesta quinta-feira, a equipe da Vigilância Epidemiológica estará presente nos dois cemitérios da cidade, para orientar os visitantes

Com a chegada do Dia de Finados, os cemitérios municipais recebem centenas de visitantes para homenagear seus familiares. Por isso, o Serviço de Vigilância Epidemiológica de Penápolis orienta sobre os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Nesta quinta-feira (02), Feriado de Finados, a equipe da Vigilância Epidemiológica estará presente na Necrópole Municipal de Santa Cruz e na Necrópole Jardim da Paz, para orientar os visitantes.

O encarregado do Serviço de Vigilância Epidemiológica, Franklin Cordeiro, explica que a população deve ficar atenta aos vasos, aos enfeites plásticos, aos vasos de flores naturais embalados, já que podem acumular água parada. “As embalagens plásticas que enfeitam os vasos devem ser retiradas, pois retêm a água da chuva. Mesmo em pequenos recipientes, a larva do mosquito pode se proliferar. O ideal é que os vasos de flores sejam completados com areia e tenham furos na parte inferior para escoamento da água”, afirma.

Ainda segundo o encarregado, os visitantes devem optar por vasos com flores artificiais. “Nos vasos fixos, é necessário preencher com cimento até a borda superior e também fazer furos na parte inferior. Precisamos ficar atentos pois qualquer descuido pode contribuir para a proliferação do mosquito”, alerta Cordeiro.

“Os recipientes utilizados nas homenagens acabam tornando-se um grande problema de saúde pública, acumulando água parada e criando o mosquito da dengue. Com esses cuidados básicos, é possível prestar as homenagens no Dia de Finados, sem problemas de focos do mosquito transmissor pelos cemitérios”, conclui.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!