Oi, o que você está procurando?

Mutirão de limpeza recolhe 250 quilos de lixo na linha férrea

A ação foi realizada para eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti

Nesta semana, um mutirão de limpeza recolheu 250 quilos de resíduos descartados irregularmente na linha férrea, em seu trecho urbano. Todo o material poderia se tornar um criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

O mutirão de limpeza reuniu a equipe do Serviço de Vigilância Epidemiológica, atiradores do Tiro de Guerra, o CEA – Centro de Educação Ambiental e servidores do Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis), além de membros do Conselho do Meio Ambiente.

Segundo o encarregado do Serviço de Vigilância Epidemiológica, Franklin Cordeiro, a equipe já realiza um monitoramento da linha férrea. “Detectamos uma grande quantidade de resíduos descartados incorretamente e que podem se tornar um criadouro do mosquito”, afirmou.

Foram recolhidos cerca de 250 quilos de possíveis criadouros do mosquito Aedes, entre latas, garrafas, copos, sacos plásticos, entre outros detritos. A limpeza foi realizada no trecho da linha férrea, localizado entre as ruas João Antonio de Castilho e Giácomo Paro.
Ainda segundo o encarregado, neste período chuvoso, há um maior risco de proliferação de larvas, e consequentemente, um aumento nos casos das doenças.

“Alertamos para que a população tenha consciência e realize o descarte correto do lixo. Os materiais descartados na rua ou em locais desabitados entopem bueiros, acumulam água e trazem risco para a saúde pública. Penápolis tem uma excelente estrutura com a coleta de lixo e seletiva que atende a todos os bairros”, enfatizou.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!