Oi, o que você está procurando?

Idoso é agredido ‘brutalmente’ por funcionário de cartório em Brasília

Denúncia foi feita nas redes sociais por advogada que testemunhou agressão

Um idoso foi “covarde e brutalmente agredido” dentro do 2º Ofício de Registro Civil, Títulos e Documentos e Pessoas Jurídicas de Brasília, na 504 Sul, por um funcionário. “A vítima era uma pessoa visivelmente pobre e humilde, que só adentrou no cartório para utilizar o banheiro e saiu de lá covardemente agredido com danos que serão irreparáveis”, contou uma testemunha nas redes sociais. A postagem sobre a agressão ainda repercute, até a manhã deste domingo (5), mais de 3.5 mil curtidas, 2.45 mil compartilhamentos e quase 500 comentários.

Domingos da Paixão Reis foi agredido, nesta sexta-feira (3), quando saía do cartório. O caso funcionário, que não foi identificado, tentou fugir pelas portas do fundo. Advogada, Alinne Marques foi uma das testemunhas da agressão, registrada na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul). Segundo ela, o agressor “fugiu do local pra escapar do flagrante e correu pela porta de trás do cartório, indo à uma delegacia para se fazer de vítima”.

A advogada denunciou ainda que o idoso recebeu o devido socorro. “O cartório abandonou a vítima sangrando, quase desmaiado sem prestar o mínimo assistência, e só apareceu para fazer algo depois de muito ter que brigar para isso”, contou no post. Marques acompanhou a vítima ao hospital, à delegacia e ao IML.

“Fizemos uma denúncia ao Ministério Público e acionamos a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Iremos a todas as esferas que pudermos”, declarou advogada ao Metrópoles. “O agressor fez o que fez, mas não contava com uma pedra no meio do caminho. E essa pedra sou eu, que não vou desistir até que veja a justiça para esse senhor”, afirmou no Facebook. O cartório não se pronunciou sobre a agressão.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!