Fique Conectado

CAMPINAS

Jovem sai de culto para socorrer casal durante temporal e morre em SP

A vítima estava em um culto na igreja Assembleia de Deus Ministério Belém do Pará quando foi socorrer um casal dentro de um carro

Publicado 

em

Anunciante

Após tentar salvar pessoas durante um temporal na noite desse sábado (18), em Campinas, interior de São Paulo, um homem, de 36 anos, foi arrastado pela enxurrada e acabou morrendo. O corretor de imóveis Eduardo Gomes da Silva chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Segundo informações do G1, a vítima estava em um culto na igreja Assembleia de Deus Ministério Belém do Pará quando foi socorrer um casal dentro de um carro. No momento do resgate, de acordo com um amigo dele, o jovem escorregou com a correnteza e foi levado até ficar preso embaixo de um ônibus.

“Ele era um cara que me ajudava muito. Onde a gente ia, se tinha alguém precisando, ele ajudava. Ele abria mão dele mesmo para ajudar. A gente sente muito porque ele era muito querido por todos, muito querido dentro da nossa igreja, dentro da comunidade dele”, contou Thiago Souza de Andrade.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Fonte:
Anunciante

minas gerais

Em congresso de prefeitos, Ciro se irrita com tempo de fala e é vaiado

Já ao questionar a ausência de Jair Bolsonaro (PSL) no evento, o pré-candidato foi aplaudido

(Reuters/Adriano Machado)

pré-candidato Ciro Gomes (PDT) se irritou diante de uma plateia de prefeitos e deixou o palco sob vaias no Congresso Mineiro de Municípios, em Belo Horizonte.

Ciro considerou pouco o tempo de cinco minutos de fala e de três minutos para resposta concedidos no evento e perdeu a cabeça quando foi interrompido após a primeira pergunta. O formato é o mesmo para os sete pré-candidatos que participarão do evento.

A segunda pergunta, feita em seguida, era semelhante, e ele se indignou pois foi interrompido ao falar sobre aquele assunto.

“Eu estava respondendo e fui interrompido na resposta para em seguida me perguntarem a mesma coisa. Vocês acham isso razoável?”, questionou.

Filipe Fornari

Segundo Ciro, ele não foi avisado de que teria somente cinco minutos para falar de temas importantes como tributos e federalismo.

“Falar coisa séria por cinco minutos. Vocês acham delicado isso? Eu não sou demagogo”, disse Ciro, que costuma se alongar em exposições sobre economia nos eventos aos quais comparece.

“A conversa fiada é solução pra qualquer tipo de problema”, ironizou.

Diante do tom irritado de Ciro, a plateia começou a protestar, o que elevou a tensão.

“Eu sou convidado de vocês. Escuta se não eu me retiro”, disse.

Foi aplaudido, porém, ao questionar a ausência de Jair Bolsonaro (PSL). “Cadê o Bolsonaro, por que ele não veio?”

Diante da explicação de que teria mais cinco minutos para as considerações finais, Ciro apenas emendou: “Muito obrigado a todos”, e saiu vaiado.

Ele foi cercado por jornalistas, mas não comentou o episódio e deixou o local.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

tse

Ministra Rosa Weber é eleita nova presidente do Tribunal Superior Eleitoral

Eleita por seis votos a um, Rosa Weber substituirá Luiz Fux no comando da Corte a partir de 14 de agosto.

A ministra Rosa Weber, eleita nova presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

A ministra Rosa Weber foi eleita nesta terça-feira (19) nova presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O ministro Luís Roberto Barroso foi eleito vice-presidente.

Eleita por seis votos a um, em votação secreta, Rosa Weber substituirá o ministro Luiz Fux no comando da Corte, a partir de 14 de agosto.

Rosa Weber é ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) e permanecerá no cargo até 25 de maio de 2020.

Nascida em Porto Alegre (RS), Rosa é formada pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Filipe Fornari

A nova presidente do TSE foi juíza do Trabalho, de 1976 a 1991, e juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRF-4), de 1991 a 2006.

Rosa Weber já foi ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) tornou-se ministra do STF em dezembro de 2011, indicada para o cargo pela então presidente Dilma Rousseff.

Ela tomou posse como ministra efetiva do TSE em 24 de maio de 2016, quatro após ter assumido como ministra substituta do tribunal.

O TSE é formado por, no mínimo, sete ministros:

  • Três do Supremo Tribunal Federal;
  • Dois do Superior Tribunal de Justiça;
  • Dois juristas nomeados pelo presidente da República.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

supremo

STF absolve presidente do PT Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo na Lava Jato

Maioria também descartou caixa 2 na campanha de 2010. PGR acusou recebimento de R$ 1 milhão desviado da Petrobras; defesa alegou falta de provas e disse que denúncia se baseou em delatores.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil)

O Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu nesta terça-feira (19) a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), e o ex-ministro Paulo Bernardo, marido dela, da acusação de corrupção e lavagem de dinheiro em um dos processos da Operação Lava Jato.

Também foi absolvido o empresário Ernesto Kugler Rodrigues, apontado como emissário do casal no recebimento do dinheiro.

Ao apresentar a denúncia, a Procuradoria Geral da República afirmou que Gleisi e Paulo Bernardo pediram e receberam R$ 1 milhão desviado da Petrobras para a campanha dela ao Senado, em 2010.

Mas, ao julgar o caso, os ministros da Segunda Turma do STF consideraram não haver provas de que o casal recebeu propina em troca da manutenção de Paulo Roberto Costa como diretor de Abastecimento da Petrobras à época.

Filipe Fornari

Votaram pela absolvição total:

  • Dias Toffoli;
  • Gilmar Mendes;
  • Ricardo Lewandowski.

O relator da ação, Edson Fachin, e o revisor, Celso de Mello, também votaram pela absolvição dos crimes de corrupção e lavagem, mas se manifestaram a favor da condenação de Gleisi pelo crime de caixa dois eleitoral (não declaração de dinheiro recebido em campanha).

A Procuradoria Geral da República pode recorrer da decisão ao próprio STF.

Apesar de terem sido absolvidos neste caso, Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo ainda respondem a mais duas denúncias e um inquérito no STF derivados das investigações da Lava Jato.

No julgamento, prevaleceu a posição do ministro Dias Toffoli, para quem os elementos contra a senadora eram “apenas indiciais”, sem comprovação efetiva.

Relator da ação, Edson Fachin também descartou os crimes de corrupção e lavagem no caso, mas concluiu pela ocorrência de falsidade ideológica na prestação de contas de campanha da senadora em 2010.

O crime de caixa 2 tem pena de até 5 anos de prisão. A punição é menor que as dos crimes de corrupção (até 12 anos) e lavagem (até 10 anos).

Em seu voto, o revisor da ação penal, Celso de Mello, também não considerou haver provas de corrupção, porque não foi demonstrado, segundo o ministro, que Gleisi Hoffmann recebeu dinheiro em 2010 em troca de futuros favores a Paulo Roberto, após assumir o mandato.

“Também acolhendo a manifestação do relator, entendo que não estão presentes todos os elementos necessários à configuração típica do crime de corrupção passiva”, disse Celso de Mello.

O ministro também votou pela condenação da senadora somente pelo crime de caixa 2 eleitoral, e pela absolvição total de Paulo Bernardo e Ernesto Kugler Rodrigues.

Gilmar Mendes votou pela absolvição total, inclusive pelo crime de caixa 2. Durante sua participação, fez duras críticas à condução da Lava Jato e à acusação que, segundo ele, se basearam somente na palavra de delatores, sem provas.

Na mesma linha, Lewandowski disse que Gleisi e Paulo Bernardo deveriam ser absolvidos integralmente no processo. “As provas são insuficientes para sustentar qualquer condenação”.

Deixe sua opinião

Continue Lendo

acidente de trabalho

Morre trapezista que caiu durante espetáculo de circo em Cuiabá

O trapezista Rogendegson Ramos de Abreu, de 33 anos, morreu na madrugada desta terça-feira (19), no Hospital São Benedito, em Cuiabá. Ele caiu de uma altura de 20 metros durante um espetáculo no Circo Broadway no último dia 3.

Testemunhas disseram que Roger, como era conhecido, caiu fora da rede de proteção. O artista circense foi socorrido pelo serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG).

De acordo com o portal ‘O Livre’, o caso provocou uma forte comoção na cidade de Várzea-Grande, onde ocorreu o acidente.

Filipe Fornari

Deixe sua opinião

Continue Lendo

MAIS LIDAS - 24 HRS