Fique Conectado

TRAGÉDIA

Mais de 330 pessoas morrem em terremoto entre Irã e Iraque

Somente em Kermanshah, no Irã, há 328 mortes e 3,9 mil feridos. População da região foi a mais afetada pelo desastre

REUTERS
Anunciante

Passa de 330 o número de mortos no terremoto de magnitude 7,3, ocorrido no domingo (12) na fronteira entre o Iraque e o Irã. Pelo menos 6 mortes foram confirmadas no Iraque e todas as demais no Irã, número que deve aumentar nos dois países, conforme o vice-ministro de Saúde do Irã, Qasem Yan Babaie, anunciou à agência de notícias IRNA.

O terremoto, cujo epicentro teria sido a 22 km da cidade iraquiana de Derbendîxan e a 52 km da cidade iraniana de Sarpol-e Z̄ahāb, foi sentido às 21h18 (horário local, 16h18 em Brasília) em várias províncias das duas nações. Kermanshah foi apontada como a mais atingida do Irã, deixando 328 vítimas fatais e 3,9 mil feridas, segundo número divulgados pela agência IRNA. Os povoados de Ghasr Shirin, Sarpul e Azgale também estão entre os mais atingidos do país.

Além do Irã e do Iraque, o tremor ainda foi sentido em outros países, mais precisamente na Turquia, nos Emirados Árabes Unidos e em Israel. Nos dois primeiros países, onde o fenômeno foi sentido com maior intensidade, muitas cidades tiverem a eletricidade cortada por conta do desastre. O receio de réplicas do teria levado moradores das regiões mais afetadas para as ruas, à procura de lugares abertos como parques, mesmo diante das baixas temperaturas.

O representante da Cruz Vermelha no Irã, o Vermelho Crescente, afirmou que mais de 70 mil pessoas necessitam de alojamento de emergência, de acordo com o G1. O governo da região autônoma do Curdistão, no Iraque, também teria se pronunciado sobre o assunto, informando que além das quatro vítimas fatais pelo menos mais 500 estão feridas somente na província de Suleimaniya.

Ainda segundo o portal, o Irã estaria situado em uma área de grandes falhas geológicas, o que o torna um dos países com mais abalos sísmicos no mundo. Um outro desastre ocorrido em 2003, um terremoto de magnitude 6,6, deixou aproximadamente 26 mil mortos e destruiu a cidade histórica de Bam.

Oque você acha disso?

NOTICIAS AO MINUTO

15 anos

Estudante brasileira morre atropelada no Canadá

ernanda Girotto, de 15 anos, estava com a irmã, de 17, na província de Burnaby desde o início do ano para um intercâmbio de férias.

Estudante de Araraquara morreu atropelada no Canadá (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma estudante de Araraquara (SP) morreu atropelada por um carro no Canadá na quarta-feira (17). Fernanda Girotto, de 15 anos, estava com a irmã, de 17, na província de Burnaby, região de Vancouver, desde o início o ano para um intercâmbio de férias.

O G1 tentou contato com os pais da jovem, mas não conseguiu porque eles viajaram para o Canadá e devem chegar ao país nesta quinta-feira (18) para realizar o processo de liberação do corpo.

O Consulado-Geral do Brasil em Toronto e a agência de viagens responsável pelo intercâmbio também foram procurados, mas ainda não responderam às solicitações da reportagem.

Acidente

Segundo informações do site Vancouver News, a adolescente foi atropelada durante a manhã por um carro que seguia para a região norte do país pela Cariboo Road. Paramédicos que atenderam a ocorrência declararam que a menina morreu na hora. O motorista do carro teria permanecido no local do acidente.

Ainda de acordo com as informações da imprensa canadense, a polícia de Burnaby não soube informar o que causou a colisão. Na quarta-feira, foram registrados outros três incidentes menos graves na região envolvendo pedestres e ciclistas atingidos por veículos.

As autoridades ressaltaram que os acidentes com pedestres aumentam drasticamente nos meses de outono e inverno por causa das curtas horas do dia e do mau tempo.

Familiares e amigos

Diretora do colégio de Araraquara onde adolescente estudou até a 8ª série, Leliana Serafim disse que a família está abalada.

“Ontem, assim que recebi a notícia, fui à casa dos familiares e fiquei lá com eles até saírem para o aeroporto. Estão todos abalados porque não é fácil perder uma filha de 15 anos. Eles também estão muito preocupados com a irmã dela”, relatou.

Segundo a diretora, professores e funcionários do colégio também estão chocados com o que aconteceu. Nesta manhã, eles se reuniram na capela da escola para fazer uma oração.

“Na segunda-feira (22), quando retornam as aulas, vamos fazer uma atividade com os alunos da turma porque os amigos precisam ser acolhidos neste momento de dor. Fernanda era uma boa aluna, estudiosa, alegre e muito amiga”, completou a diretora.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Cazaquistão

Ônibus pega fogo e mais de 50 morrem

Apenas cinco ocupantes do ônibus conseguiram sobreviver à tragédia.

Incêndio em ônibus mata 52 passageiros no Cazaquistão. (Reprodução/Instagram)

Cinquenta e duas pessoas morreram depois que um ônibus com passageiros pegou fogo em uma estrada no oeste do Cazaquistão, nesta quinta-feira (18).

De acordo com a BBC, o acidente aconteceu às 10h30 (no horário local) em Irgiz , no distrito da região de Aktobe.

Apenas cinco ocupantes do ônibus conseguiram sobreviver à tragédia, segundo o porta-voz do Comitê de Situações de Emergências do Cazaquistão, Ruslan Imakoulov.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

europa

Polícia apreende abacaxis com cocaína na Espanha e em Portugal

Carregamento com 745 quilos da droga escondida nas frutas foi encontrado em navios.

Polícia da Espanha e de Portugal apreendeu abacaxis recheados de drogas (Foto: Reprodução/TV Globo)

A polícia de Portugal e da Espanha apreendeu centenas de quilos de cocaína escondidos dentro de abacaxis e prendeu nove membros de uma gangue que havia transportado a droga a partir da América do Sul.

As frutas estavam dentro de containers de navios. Além de apreender os 745 quilos de cocaína, a polícia desmantelou um laboratório onde a droga era processada.

“A organização internacional trouxe repetidamente grandes quantidades de cocaína ao continente europeu”, afirmaram investigadores portugueses em um comunicado.

A droga estava escondida em cilindros dentro da fruta. Os traficantes passaram uma cera amarela em volta do pacote e colocaram dentro da casca do abacaxi.

A Península Ibérica é uma grande porta de entrada para cocaína e outras drogas que chegam à Europa diretamente da América Latina ou via África.

Droga estava escondida em abacaxis (Foto: Reprodução/TV Globo)

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS DO DIA