Fique Conectado

TRAGÉDIA

Mais de 330 pessoas morrem em terremoto entre Irã e Iraque

Somente em Kermanshah, no Irã, há 328 mortes e 3,9 mil feridos. População da região foi a mais afetada pelo desastre

REUTERS
Anunciante

Passa de 330 o número de mortos no terremoto de magnitude 7,3, ocorrido no domingo (12) na fronteira entre o Iraque e o Irã. Pelo menos 6 mortes foram confirmadas no Iraque e todas as demais no Irã, número que deve aumentar nos dois países, conforme o vice-ministro de Saúde do Irã, Qasem Yan Babaie, anunciou à agência de notícias IRNA.

O terremoto, cujo epicentro teria sido a 22 km da cidade iraquiana de Derbendîxan e a 52 km da cidade iraniana de Sarpol-e Z̄ahāb, foi sentido às 21h18 (horário local, 16h18 em Brasília) em várias províncias das duas nações. Kermanshah foi apontada como a mais atingida do Irã, deixando 328 vítimas fatais e 3,9 mil feridas, segundo número divulgados pela agência IRNA. Os povoados de Ghasr Shirin, Sarpul e Azgale também estão entre os mais atingidos do país.

Além do Irã e do Iraque, o tremor ainda foi sentido em outros países, mais precisamente na Turquia, nos Emirados Árabes Unidos e em Israel. Nos dois primeiros países, onde o fenômeno foi sentido com maior intensidade, muitas cidades tiverem a eletricidade cortada por conta do desastre. O receio de réplicas do teria levado moradores das regiões mais afetadas para as ruas, à procura de lugares abertos como parques, mesmo diante das baixas temperaturas.

O representante da Cruz Vermelha no Irã, o Vermelho Crescente, afirmou que mais de 70 mil pessoas necessitam de alojamento de emergência, de acordo com o G1. O governo da região autônoma do Curdistão, no Iraque, também teria se pronunciado sobre o assunto, informando que além das quatro vítimas fatais pelo menos mais 500 estão feridas somente na província de Suleimaniya.

Ainda segundo o portal, o Irã estaria situado em uma área de grandes falhas geológicas, o que o torna um dos países com mais abalos sísmicos no mundo. Um outro desastre ocorrido em 2003, um terremoto de magnitude 6,6, deixou aproximadamente 26 mil mortos e destruiu a cidade histórica de Bam.

Oque você acha disso?

NOTICIAS AO MINUTO

Mundo

Estátuas amanhecem com lenços em defesa do aborto, na Argentina

Aproximadamente 70 estátuas nas cidades argentinas de La Plata, Berisso e Ensenada amanheceram hoje com lenços verdes amarrados, em uma manifestação a favor do aborto legal, gratuito e seguro. Entre os monumentos estão estátuas de Raúl Alfonsín, Juán e Evita Perón. Os lenços verdes são usados, tradicionalmente na Argentina, por movimentos em favor do aborto.

Segundo a Télam, agência pública de notícias da Argentina, o grupo denominado Frente de Mulheres pela Vitória foi responsável pela ação coletiva. As mulheres utilizaram cinco veículos e passaram a madrugada colocando os lenços nos monumentos e estátuas, que não sofreram danos.

Alfonsín, Juán e Evita Perón são figuras públicas emblemáticas da história argentina. O ex-presidente Ricardo Alfonsín (1983-1989) foi um dos principais defensores dos direitos das famílias das vítimas e dos desaparecidos políticos da época da ditadura.

Já o ex-presidente Juan Perón, que governou a Argentina por três vezes, é uma das figuras mais carismáticas da política do país. Atriz e mulher de Perón, Evita é considerada por muitos argentinos como a “mãe” dos pobres e excluídos. O túmulo dela no Cemitério da Recoleta, em Buenos Aires, é ponto turístico para argentinos e estrangeiros.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Internacional

Filha de Michael Jackson desabafa sobre a família: “Quando foi a última vez que me ligaram?

Paris Jackson, a filha do eterno rei do pop, Michael Jackson, tem deixado a família bem preocupada. Após várias internações e tentativas de suicídio desde os 15 anos de idade, ela vem criando polêmicas, como o pai.

Recentemente, a família resolveu se pronunciar, devido a um vídeo que a garota publicou no stories do Instagram em março, onde apareceu andando no terraço de um prédio com a legenda “eu quase morri”.

Segundo uma declaração da família para o jornal New York Post , eles estão em alerta com as atitudes de Paris, mas por enquanto não há planos de intervenção. “A intervenção não está nos planos, mas todos irão se arrepender disso se ela morrer por aí.”, disse a fonte.

Eles também opinaram sobre a relação dela com a modelo e atriz inglesa, Cara Delevigne: “A avó de Paris, Katherine, não é uma defensora de casais do mesmo sexo, na verdade, ela pode até estar perturbada e acreditar que falhou como guardiã”, afirmou.

A modelo de 20 anos, resolveu se pronunciar sobre a repercussão. Na sua rede social, ela mandou um recado para os parentes e fez um grande desabafo: “Para os meus familiares que estão falando com sites e dizendo que estão preocupados comigo: quando foi a última vez que me ligaram?”, perguntou Paris. “O Prince (irmão mais velho), não está preocupado, nós conversamos o tempo todo e saímos”, contou.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Violência

Três estudantes são mortos e dissolvidos em ácido

Dois homens, ligados a um cartel de drogas do México, já foram detidos e há ordens de prisão para outros quatro suspeitos

Autoridades de Jalisco, estado no oeste do México, afirmam que três estudantes desaparecidos desde o mês passado foram mortos e tiveram seus corpos dissolvidos em ácido. O escritório da Procuradoria-Geral de Justiça diz que dois homens já foram detidos e outros quatro suspeitos estão foragidos.

Os estudantes foram sequestrados em 19 de março nos arredores de Guadalajara, depois de trabalharem em um projeto de cinema para uma escola, numa locação que aparentemente estava sendo vigiada por membros do cartel Nova Geração de Jalisco.

Autoridades disseram que os adolescentes foram levados a outro local e um deles foi espancado até a morte. Os outros dois foram mortos em seguida.

Segundo os promotores, os corpos foram levados a uma terceira localização, onde acreditam que tenham sido dissolvidos em ácido sulfúrico.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS