Fique Conectado

Quadrilha

Justiça manda prender 8 suspeitos de atacar carro-forte em SP

Segundo informações da polícia, uma parte da quadrilha foi presa logo após a ação

Anunciante

Após o ataque a um carro-forte na Zona Leste de São Paulo na sexta-feira (10) e incendiar ao menos dez veículos, entre caminhões e carros, a justiça decretou a prisão preventiva de oito homens suspeitos do envolvimento no crime.

Segundo informações da polícia, uma parte da quadrilha foi presa logo após a ação. Dois assaltantes, porém, conseguiram fugir e invadiram uma casa sobre um pequeno mercado. Um deles fingiu ser refém do comparsa, mas foi identificado e ambos acabaram detidos.

O crime ocorrido na Avenida Ragueb Choffi, em São Mateus, contou com o uso de um caminhão para interceptar o carro-forte. Em seguida, com uma metralhadora calibre .50, capaz de derrubar um helicóptero, atirou no veículo. Os criminosos explodiram o carro-forte, mas foram interceptados pelos policiais. Houve troca de tiros.

De acordo com o portal G1, com a quadrilha a polícia apreendeu dois fuzis, coletes à prova de balas e rádio comunicadores. Dentro do caminhão usado pelos bandidos havia várias peças de carros roubados, como pneus, para-choques e portas, além de dois cofres. Todo o material será enviado para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) para análise.

Oque você acha disso?

NOTICIAS AO MINUTO

RS

Homem é preso após matar ex-mulher e sogra a facadas dentro de casa

As filhas do casal, de 4 e 6 anos, estavam no imóvel na hora do crime

Um homem foi preso suspeito de matar a facadas a ex-mulher e a mãe dela, na manhã desta quarta-feira (25), dentro de um apartamento, na Zona Norte de Porto Alegre (RS).

O autor do crime confessou o duplo homicídio e disse que assassinou a ex por ciúmes e a outra vítima por tentar impedi-lo.

De acordo com informações do G1, as filhas de 4 e 6 anos do suspeito com Mariane Isbarrola, 30, estavam no imóvel no momento do crime. O casal havia se separado há pouco tempo. A mãe de Mariane, Terezinha de Fátima Pereira da Silva, 56, tentou evitar a tragédia e acabou sendo morta.

“Apesar de ela nunca ter feito registro contra ele, colhemos informações de que ele havia se referido ao crime em uma tentativa de separação, e que tinha ameaçado matá-la, dizendo como faria”, contou ao G1 a delegada Clarissa Demartini. O homem responderá por homicídio qualificado, por motivo fútil, impossibilidade de defesa das vítimas e feminicídio.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Fatalidade

Morre jovem que teve corpo queimado em queda de avião no interior de SP

A adolescente de 17 anos que sofreu um acidente de avião em Bragança Paulista, no interior de São Paulo, há um mês morreu nesta quarta-feira (25).

Karoline Keroly da Silva Romero teve 80% do corpo queimado e estava internada Hospital Irmãos Penteado, em Campinas (SP), em estado grave.

Segundo o G1, o sepultamento ocorrerá em Campinas, no Cemitério Flamboyant, às 16h30 desta quarta.

Karoline e o piloto, de 38 anos, estavam na aeronave, que se enroscou em um cabo ligado a um sistema de alta tensão e caiu em uma área rural de Bragança. O piloto conseguiu sair da aeronave e tirar a jovem. Pouco depois, o avião pegou fogo.

Ambos foram socorridos. O piloto teve alta dias depois.

 

Oque você acha disso?

Continue Lendo

CAMUFLAGEM

Fralda, chinelo e até aparelho ortodôntico são usados pra esconder ilícitos

As apreensões ocorreram no CDP de São José do Rio Preto, Penitenciárias de Presidente Bernardes e Junqueirópolis, entre outras

No último final de semana (21 e 22 de abril), estabelecimentos prisionais subordinados a Coordenadoria de Unidades Prisionais da Região Oeste do Estado (Croeste) registraram tentativas frustradas de inserção de objetos ilícitos nos presídios e que foram barrados durante os procedimentos de revista. Vale lembrar que os visitantes flagrados são suspensos do rol de visitas e levados à Delegacia de Polícia Civil mais próxima, sem prejuízo de responderem na esfera criminal. Também é instaurado Procedimento Disciplinar para apurar a cumplicidade dos presos que receberiam os materiais podendo, ainda, ser instaurados Procedimentos de Apuração Preliminar para apurar supostas responsabilidades funcionais. Seguem informações de cada unidade prisional:

Sábado (21 de abril)
Penitenciária de Valparaíso
Duas mulheres foram flagradas durante os procedimentos de revista ao tentar visitar os companheiros que cumprem pena na unidade. Agentes constataram que elas traziam algo oculto nas partes íntimas, mas, como negaram, foram encaminhadas à Santa Casa local para passar por Raio-X, onde vieram a confessar o fato e entregar os invólucros que continham, respectivamente, cocaína e maconha. As mulheres então foram levadas para a delegacia e suspensas do rol de visitas do presídio.

Penitenciária de Junqueirópolis
Por volta das 10h deste sábado, ao submeter a visita A.S.C. à revista mecânica pelo Body Scanner, agentes descobriram que a mulher trazia 11 (onze) componentes eletrônicos escondidos no aparelho ortodôntico. Ela foi suspensa do rol de visitas e o sentenciado que receberia o material foi encaminhado para o Pavilhão Disciplinar.

Penitenciária “Vereador Frederico Geometti” de Lavínia
O scanner corporal revelou pelas imagens que a irmã de um sentenciado da unidade trazia algo suspeito em seu corpo. Após ser indagada algumas vezes e informada de que seria conduzida ao hospital para averiguação, a mulher decidiu confessar o ilícito e retirar do seu corpo o embrulho que continha um mini celular em seu interior. Após a apreensão, a mulher foi levada à Delegacia de Polícia para os procedimentos de praxe e suspensão do rol de visitas.

Centro de Detenção Provisória “Asp. Valdecir Fabiano” de Riolândia
Usando as calcinhas que vestiam, duas mulheres tentaram entrar no CDP com maconha, cápsulas e comprimidos escondidos nas peças íntimas, o que veio a ser revelado no aparelho de scanner corporal. Ambas visitariam os companheiros que cumprem pena no local, mas acabaram na delegacia junto com os objetos para as providências pertinentes.

Penitenciária de Andradina
Durante os procedimentos de revista na visitante M.F.C.L, uma servidora identificou R$ 50,00 escondido nas vestes da mulher. Por este motivo, a visitante foi suspensa do rol de visitas e abriu-se procedimento administrativo para apurar os fatos.

Penitenciária “Silvio Yoshihiko Hinohara” de Presidente Bernardes
Neste sábado (21), os solados de chinelos foram os locais escolhidos por duas visitantes para esconder, respectivamente, 13 (treze) chips de celular, de três operadoras diferentes, e 04 (quatro) invólucros de plástico contendo substância análoga à maconha. No dia seguinte, outras duas mulheres tentaram burlar a segurança com invólucros introduzidos no órgão genital, trazendo cada qual 01 (um) aparelho de telefonia celular.
As quatro mulheres foram conduzidas ao plantão policial, onde foram lavrados Boletins de Ocorrência, além de serem suspensas do rol de visitas. Já a cumplicidade dos sentenciados será verifica mediante a instauração de Procedimentos Disciplinares.

Penitenciária “Osias Lúcio dos Santos” de Pacaembu
Agentes de Segurança Penitenciária lograram êxito em impedir a entrada de 02 (dois) celulares no presídio neste final de semana. Os aparelhos estavam escondidos no órgão genital de duas mulheres, flagradas durante o procedimento de revista para entrada na unidade. Ambas foram levadas à autoridade policial e suspensas do rol de visitas. Os sentenciados que receberiam os materiais foram isolados preventivamente em Pavilhão Disciplinar, bem como, responderão a procedimento apuratório.

Penitenciária “Luiz Aparecido Fernandes” de Lavínia (PII)
De maneira semelhante, duas visitantes tentaram entrar na unidade prisional com 01 (um) celular cada, introduzido no órgão genital. Graças ao aparelho de scanner corporal, os objetos foram identificados e as mulheres conduzidas ao plantão policial, além de serem suspensas do rol de visitas. Os sentenciados foram isolados preventivamente e responderão a Procedimentos Disciplinares.

Penitenciária de Pracinha
Durante o procedimento de revista no Boddy Scanner, neste final de semana, 02 (duas) visitantes foram surpreendidas tentando adentrar a unidade portando um invólucro preto nas genitais, característico do trato prisional, contendo erva esverdeada “maconha”. Foram tomadas todas as providências de cunho administrativo e policial, inclusive, a suspensão das mulheres do rol de visitas.

Domingo (22 de abril)
Penitenciária “ASP Paulo Guimarães” de Lavínia (PIII)
Por volta das 11h30, no setor de portaria da unidade, a visitante J.C.S.B. foi surpreendida tentando ingressar no ambiente carcerário com 01 (uma) placa de mini aparelho celular. A apreensão ocorreu depois que a visitante passou pelo equipamento de detecção de metais Body scanner, que indicou a presença da ilicitude. O objeto estava acondicionado em um invólucro, confeccionado com papel carbono, fita de alta fusão, grafite em pó e papel filme, e introduzido na genitália da mulher. Com o apoio da Polícia Militar, ela foi conduzida à delegacia para as providências necessárias e o sentenciado isolado preventivamente em cela disciplinar.

Penitenciária “Maurício Henrique Guimarães” de Presidente Venceslau (PII)
Uma porção de erva esverdeada aparentando “maconha”, outra porção de pó branco aparentando cocaína e 07 (sete) invólucros de papel, entre impressos e manuscritos, foram apreendidos com uma mulher que tentava entrar na unidade prisional para visitar o esposo, com os materiais inseridos no órgão genital. Ela foi suspensa do rol de visitas, conduzida à Santa Casa e, logo depois, levada ao plantão policial.

Penitenciária “Tacyan Menezes de Lucena” de Martinópolis
As companheiras de dois sentenciados foram impedidas de entrar na unidade prisional e levadas à delegacia de polícia da cidade, além de suspensas do rol de visitas, após serem flagradas com invólucros introduzidos nas partes íntimas contendo cocaína. Foram instaurados procedimentos de infração disciplinar em desfavor dos sentenciados para apurar as participações no evento. Uma terceira mulher teve o mesmo destino ao tentar esconder maconha e comprimidos azuis em embalagens de balas de café.

Centro de Detenção Provisória de São José do Rio Preto
Neste domingo (22), por volta das 08h, uma mulher tentou entrar na unidade prisional acompanhada do filho menor para visitar o companheiro que cumpre pena no local. No momento que passava pelo setor de revista, foi solicitado à mãe que colocasse a criança na banheirinha e retirasse a fralda da mesma, para que esta pudesse ser submetida ao scanner corporal. A mulher se negou a atender a solicitação, mas depois consentiu, tentando, no entanto, esconder as fraldas entre seus joelhos. Após nova solicitação, entregou o material onde foi possível constatar um forte odor, além da presença de substância esverdeada com características de entorpecente “maconha”. Diante da situação, a mulher foi conduzida ao plantão policial para providências, além de ser suspensa do rol de visitas. O sentenciado, que seria visitado irá responder a Procedimento Disciplinar Apuratório.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS