Fique Conectado

SEGURANÇA

Denatran alerta que 84% dos recalls em airbags não foram feitos

Anunciante

O airbag dos veículos automotivos vendidos no Brasil é o componente que mais tem apresentado problemas que resultaram na necessidade de se fazer campanhas de recall. No entanto, 84% dos mais de 2,2 milhões de veículos que se encontram nessa situação não o fizeram, segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

De acordo com o diretor do Denatran, Elmer Coelho Vicenzi, 85% dos recalls dirigidos a veículos automotivos podem causar lesões. No caso das motos, acrescentou, 60% dos problemas identificados implicam em risco de queda. “No caso dos airbags, apenas 16% dos recalls foram atendidos. Isso significa que 84% desses veículos estão andando pelas ruas com seus airbagsdefeituosos”, informou Vicenzi nesta segunda-feira (13) após participar do programa Por Dentro do Governo, na TV NBR. O programa é produzido e coordenado pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, com a participação de emissoras de rádio de todo o país.

Os números citados pelo diretor constam do Boletim Recall. O documento mostra que, entre 2013 e junho de 2016, o airbag foi o componente mais afetado pelas campanhas de recall. Ele representa mais de um quarto (26%) dos componentes que apresentaram problemas. No período foram, ao todo, 60 pedidos de recall em airbags. O problema afetou mais de 2,2 milhões de veículos. Em segundo lugar ficaram os freios, com 17% do total de componentes defeituosos responsáveis por pedidos de recall; em seguida, o sistema de combustível (16%); motor (11%); problemas na direção (9%); e cinto de segurança (7%).

Em parte, a ineficiência das campanhas de recall se deve à dificuldade de o consumidor saber se seu veículo está entre os que tiveram o chassi informado nas campanhas. A fim de dar mais eficiência a essas campanhas, o governo pretende fazer uma parceria com as empresas do setor, a fim de fornecer “apenas para essa finalidade” o nome e o endereço do proprietário do veículo que precisa passar por recall. “Vamos fiscalizar o recall para garantir que o uso dessa informação está restrito a esse serviço”, garantiu o diretor do Denatran.

O diretor recomenda que os consumidores recorram ao site do Denatran para saber se o seu veículo precisa passar por algum ajuste. “Tem uma área do site onde ele pode digitar o número do chassi para ver se há algum recall pendente”, acrescentou Vicenzi.

Recall é um chamado público feito pelas empresas quando um produto ou serviço apresenta um defeito que coloque em risco a saúde e a segurança do consumidor. O objetivo é corrigir problemas e prevenir acidentes. A medida está prevista no artigo 10º do Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Semáforos sonoros

Durante a entrevista à TV NBR, Vicenzi disse que o Brasil está padronizando os semáforos sonoros, dirigidos a pedestres com deficiência visual. Ele explica que essa falta de padronização dificulta a autonomia das pessoas com deficiência, porque cada parte do país tem uma padronização diferente.

“Será uma padronização única nacional e passará por campanhas educativas. A ideia é que, ao segurar por mais de 3 segundos o botão do sinal, ele, ao ficar verde [para o pedestre] emita um sinal sonoro que vai diminuindo, de forma à pessoa saber que o tempo [para a travessia] está encerrando”, explicou o diretor.

Oque você acha disso?

Anunciante

Loteria

Mega-sena acumulada pode pagar R$ 20 milhões na quarta-feira

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2006 da Mega-sena, realizado na noite de sábado (20) em Itupeva (SP), e o prêmio de R$ 15 milhões acumulou.

Para o próximo sorteio, na quarta-feira (24), a previsão da Caixa Econômica Federal é de R$ 20 milhões.

As dezenas sorteadas foram: 01, 09, 14, 20, 25 e 54. Ao todo, 71 apostas acertaram cinco dezenas e levarão o prêmio de R$ 31.319,78 cada.

Na quadra, foram premiadas 5.500 apostas, com prêmio de R$ 577,58 cada.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Política

‘Japonês da Federal’ pode se candidatar à Câmara após cumprir pena

Newton Ishii, que ficou conhecido como o “Japonês da Federal”, estaria sendo pressionado por Sindicalistas da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) para se candidatar a uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições deste ano.

A instituição, inclusive, já consultou escritórios especializados em legislação eleitoral para saber se o agente se enquadrara na Lei da Ficha Limpa, pois ele foi condenado anteriormente por facilitação de contrabando.

Como conta o ‘Plantão Brasil’, os advogados afirmaram que Ishii seria elegível, visto que ele já terá cumprido toda a pena até o início da campanha eleitoral. O que parece dificultar a candidatura, segundo o site, é o fato do “Japonês da Federal” ser resistente à ideia.

Espera-se que cerca de 30 agentes e delegados da PF concorram nas eleições deste ano. A Fenapef contabilizou 24 pré-candidatos, em 18 Estados. Já o jornal ‘Folha de S. Paulo’ teve acesso a outros nomes, que não aparecem na lista da federação.

O Estado com o maior número de concorrentes da PF é o Paraná, berço da operação Lava Jato. Até o momento, cinco delegados e agentes manifestaram a intenção de concorrer.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Fatalidade

Mulher passa mal e morre em voo de Belo Horizonte a Buenos Aires

Uma aeronave da Azul que ia de Belo Horizonte (MG) a Buenos Aires teve de fazer um pouso de emergência em Porto Alegre para providenciar atendimento médico a uma passageira argentina que, no entanto, não sobreviveu. O voo 8762 havia saído do aeroporto de Confins na sexta-feira, 19, à noite, e não tinha nenhum pouso programado para a capital gaúcha.

A mulher não foi identificada e nem teve sua idade revelada – ela morreu de parada cardíaca durante atendimento médico de emergência no próprio Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

“Por conta da emergência médica, a aeronave realizou um pouso não programado em Porto Alegre, onde a cliente foi prontamente atendida. Contudo, ela não resistiu e morreu no ambulatório do aeroporto. A companhia lamenta o falecimento e ressalta que está prestando toda a assistência necessária aos familiares”, diz a companhia aérea em nota.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS