Fique Conectado

Saúde

Como identificar os sintomas de diabetes no bebê e fazer monitorização

A prevalência de diabetes tipo 1 em crianças menores de 5 anos ainda cresce; Dia 14 de novembro é o Dia Mundial do Diabetes

Anunciante

Estudo em Brasília mostra aumento de diabetes tipo 1 (DM1) de 3% em crianças e adolescentes desde 1970. Só na Europa, uma pesquisa indica que o número de crianças diabéticas menores de cinco anos pode dobrar até 2020, em comparação com 2005. Outros dados apontam que 4% de todas as crianças diagnosticadas com DM1 têm menos de dois anos de idade.

Como saber se o bebê apresenta sintomas?

Em lactentes ou crianças que ainda usam fraldas, os sintomas apresentados são: irritabilidade, muito choro e sede excessiva. Bebês que se alimentam exclusivamente do leite materno querem mamar toda hora – assim como os que fazem uso da mamadeira – para matar a sede.

A troca de fraldas fica mais frequente, e surge a dermatite de fralda, ocasionada pela maior incidência de fungos na região genital, causando assaduras que não se resolvem de maneira normal como nas crianças não diabéticas. “A falta de ganho de peso também é um dado importante”, afirma Marcio Krakauer, diretor da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Regional São Paulo (SBEM-SP).

E como diagnosticar?

Durante consulta de rotina ou visita a um pronto socorro por causa de um quadro viral, por exemplo, que apresenta vômito e diarreia, basta o médico pedir um exame de glicemia capilar e unir o resultado ao histórico dos sintomas acima descritos para diagnosticar o diabetes.

Como deve ser feita a monitorização em crianças abaixo de 5 anos?

É feita da mesma forma como em crianças maiores, ou seja, com exame da glicemia capilar frequente e hemoglobina glicada a cada 3 meses. Além disso, com exames que avaliam risco de doença da tireoide e doença celíaca.

Um parâmetro importante é a curva de crescimento da criança, que deve estar compatível com a faixa etária. Monitorar a glicemia continuamente com os sensores de glicose intersticial é essencial.

A terapêutica ideal nas crianças com menos de quatro anos é a utilização da bomba de infusão, uma vez que elas precisam de doses muito pequenas de insulina, que as seringas comuns não conseguem prover.

A grande dificuldade é que essas crianças pequenas têm uma sensibilidade muito grande à insulina, ou seja, uma unidade de insulina é capaz de diminuir a glicemia capilar entre 200 a 350mg. Por isso que as quantidades aplicadas, normalmente em valores decimais, geralmente menores que 0,5U, só podem ser obtidas de maneira satisfatória com uso da bomba de infusão.

A bomba com sensor tem vantagem grande por aliar a facilidade de aplicar doses pequenas de insulina com a monitorização contínua da glicemia, o que pode ajudar quanto à grande queixa dos pais, que é sempre a preocupação com o risco de hipoglicemia durante a madrugada.

Muitas crianças utilizam o free style libre sensor de glicose intersticial que não necessita calibração, já liberado para crianças acima de quatro anos. “Nesta faixa etária, não há dúvidas de que bombas de insulina e monitorização contínua sejam o melhor tratamento”, completa Dr. Krakauer, endocrinologista especializado em tecnologias aplicadas ao diabetes.

Para quem não tem condições de fazer uso dessas bombas, as insulinas de eleição são as insulinas análogas basais (Glargina/Lantus, Detemir/Levemir e mais recentemente Degludeca/Tresiba) aplicando as insulinas rápidas (Lispro/Humalog, Aspart/Novorapid, Glulisina/Apidra), disponíveis também em alguns estados brasileiros no serviço público.

Quando isso não é possível, utiliza-se a insulina NPH, (que é uma insulina intermediária cujo controle glicêmico é mais difícil de ser feito), aplicando as insulinas análogas rápidas às refeições.

O ideal é o uso de canetas aplicadoras de 0,5 UI, porém nem todas as marcas estão disponíveis para venda no Brasil.

Endocrinologistas afirmam que a mãe de uma criança diabética tem a vida completamente transformada.

Fica muito difícil trabalhar fora sem montar uma equipe de cuidadores treinados, tanto na escola como em casa, gerando um impacto psicológico muito grande, já que a dedicação é redobrada. “O melhor amigo do diabetes é o conhecimento aliado à informação de qualidade”, finaliza o médico.

Oque você acha disso?

SBEM-SP
Anunciante

APLICATIVO

Librelix: plataforma de streaming gratuita que você precisa conhecer

A existência da plataforma parte do princípio do livre acesso à cultura defendido pelo criador, Guilmour Rossi

Sem necessidade de qualquer registro ou subscrição, assim é a plataforma de streaming Libreflix, que lhe dá acesso gratuito a todo o gênero de séries, filmes e documentários.

Apesar de não ter a mesma quantidade de conteúdos que a Netflix, por exemplo, sempre é bom poupar uns trocados podendo assistir a obras independentes de qualidade.

A plataforma foi criada por Guilmour Rossi, brasileiro de 21 anos e defensor do livre acesso à cultura.

“O Libreflix é uma plataforma de streaming aberta e colaborativa que reúne produções audiovisuais independentes, de livre exibição e que fazem pensar”. No site da Libreflix, existe a aba onde os produtores independentes podem enviar as suas próprias obras audiovisuais.

Com uma biblioteca em constante crescimento, o objetivo da Libreflix é agora reunir os aplicativos necessários para garantir a expansão do serviço. Os usuários de dispositivos Android e Windows já podem descarregar os respectivos apps. Já para quem tem iPhone, é necessário esperar um pouco mais.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

1983

Sapatos usados por Michael Jackson em 1º ‘moonwalk’ vão a leilão

Peça usava pelo artista ao realizar o passo de dança pela primeira vez no palco será leiloada em 26 de maio.

Calçado usado por Michael Jackson (Foto: GWS Auctions/Divulgação)

O famoso mocassim preto usado por Michael Jackson em sua primeira apresentação de “moonwalk” no palco vai para leilão. O cantor usou o calçado durante a apresentação de “Billie Jean” no especial televisivo “Motown 25”, em 1983, fazendo sua tradicional caminhada para trás.

(Foto: Robet Wallis – Corbis ; Robet Wallis / Corbis)

“Qualquer coisa relacionada a Michael Jackson é extraordinária, e ter algo tão incrivelmente histórico como esses sapatos usados por Michael quando ele fez o famoso ‘moonwalk’ é extremamente especial. Estamos muito honrados em poder oferecê-los em leilão”, afirmou Brigitte Kruse, dona da GWS Auctions, segundo informações da CNN.

Kruse ainda informou para a CNN que a estimativa do leilão é modesta: US$ 10 mil (cerca de R$ 34 mil). Apesar da afirmação, ao entrar no site da casa de leilões, o lance mínimo atual para a peça é de US$ 50 mil (R$ 170 mil). O leilão da peça está marcado para 26 de maio, na Califórnia.

Calçado usado por Michael Jackson vai a leilão (Foto: GWS Auctions/Divulgação)

Segundo informações da casa de leilão na descrição do lote, Michael chamava o par de calçados como “sapatos mágicos”. O catálogo ainda descreve a peça como calçados que “estão em uma condição maravilhosa para sua idade, com sinais evidentes de uso para as solas”.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

SUSTO

Humoristas Tiago Barnabé e Evandro Santo sofrem acidente de carro

O veículo em que os dois estavam foi atingido por um carro que invadiu a pista e jogado para o acostamento da rodovia

© Reprodução

Os humoristas Tiago Barnabé e Evandro Santo sofreram um acidente automobilístico a caminho de Pilar do Sul, cidade próxima a Sorocaba (interior de São Paulo), onde fariam um show na noite do último sábado (21). O veículo em que os dois estavam foi atingido por um carro que invadiu a pista e jogado para o acostamento da rodovia.

Tiago Barnabé, que interpreta Narcisa no programa “Eliana” (SBT), conduzia o veículo ao lado de seu empresário, Jardielson Silva, e cortou o pulso. Evandro Santo, que atualmente trabalha no programa “Melhor da Tarde” (Band) sentou-se no banco de trás e bateu a cabeça no assento da frente, sem gravidade. Os três não sofreram ferimentos graves porque usavam cinto de segurança.

“A seis quilômetros da cidade, um veículo veio em alta velocidade e invadiu a nossa pista. Bateu o nosso carro, arregaçou o lado do passageiro todinho, quebrou o retrovisor e as duas portas. Jogou a gente até o fim do acostamento, perto de uma ribanceira. Estávamos a 80 quilômetros por hora. O carro deveria estar a 140 ou 150”, diz o empresário de Barnabé em entrevista ao UOL.

O veículo em alta velocidade não parou para socorrer Barnabé e Evandro. Apesar do susto, os dois se apresentaram em Pilar do Sul e voltaram para São Paulo com o carro guinchado.

“O impacto foi muito forte. Se tivesse pegado de frente, hoje você não estaria falando comigo. Foi Deus que nos protegeu. No primeiro momento, tínhamos cancelado porque ele [Tiago Barnabé] estava sem nenhuma condição. Estava bem agitado, mas fizemos o show em respeito aos fãs que nos esperaram”, conta Jardielson Silva.

Tiago Barnabé descreveu o acidente e tranquilizou os fãs em seu perfil no Facebook: “Obrigado, Deus, por mais uma oportunidade de vida e livramento. Eu e minha equipe acabamos de sofrer um acidente e estamos bem. Quero voltar para casa logo. O cara que jogou o carro em cima da gente na rodovia sumiu”. Com informações da Folhapress.

Oque você acha disso?

Continue Lendo

Facebook

Anunciante

MAIS LIDAS - 24 HRS