Oi, o que você está procurando?

Adolescentes ficam feridos após atropelamento em Andradina

Dois adolescentes com idade de 12 e 14 anos, moradores no jardim Europa, em Andradina, foram atropelados na tarde desta quarta-feira (25), no quilômetro 13 da estrada vicinal José Rodrigues Celestino, que demanda ao assentamento Timboré/Porto de Areia e beira do rio Tietê. O menor de 12 anos sofreu traumatismo craniano e foi transferido em uma UTI – Unidade de Tratamento Intensivo (móvel) para o hospital de Araçatuba. O de 14 permaneceu internado no PAM de Andradina. A Polícia Militar registrou boletim de ocorrência no plantão policial.

O atropelamento aconteceu quando um grupo de seis adolescentes com idade entre 12 e 15 anos, “matou” a aula do período da tarde na escola Augusto Mariani e rumaram de bicicleta para um lugar conhecido como “cachoeirinha”, próximo do quilômetro 15 da estrada que demanda ao Timboré/Porto de Areia.

No entanto, próximo do Km 13 (dois km antes do destino final), eles decidiram pedir água em um sítio localizado a 100 metros da referida vicinal. Depois de tomarem água, decidiram continuar a viagem até a “cachoeirinha”.

O acidente aconteceu quando os menores foram sair do sítio por um acesso de terra e com uma grande descida. Os menores de 12 (Andrey) e de 14 (Gabriel), estavam em uma bicicleta só, tendo o de 12 colocado os pés sobre uma pedaleira. Os outros quatro estavam um em cada bicicleta.

Com a descida muito forte, eles praticamente não usaram os freios, tendo os dois menores entrado repentinamente na via vicinal, sendo atropelados por uma Belina II, na cor verde, dirigida por Antônio Carlos Cardoso, de 52 anos, residente no bairro Santo Antônio, que havia ido até um sítio ali próximo com mais dois amigos levarem lavagem para uns porcos que um deles cria.

Sem tempo para frear, o motorista disse que os outros três menores conseguiram ir para o acostamento de grama, porém os dois entraram no asfalto, sendo pegos em cheio.

O de 14 anos bateu a lateral do corpo contra a Belina, sendo socorrido por uma ambulância do serviço de saúde do município ao pronto atendimento municipal (PAM), com suspeita de fratura do braço esquerdo, além de escoriações pelo corpo. No pronto socorro, para onde foi encaminhado, foi submetido a exames de Raio x, onde não foram constatadas fraturas, apenas cortes contusos no antebraço, passando por sutura dos ferimentos, permanecendo em observação.

Já o menor de 1 anos bateu o corpo contra o parabrisa dianteira e a cabeça (testa), contra o teto da Belina. Durante o atendimento do Corpo de Bombeiros ele sofreu convulsões, mostrando que o traumatismo craniano foi forte, o que foi constatado após exames de tomografia e a constatação da necessidade de transferência para a cidade de Araçatuba. O adolescente precisou ser entubado e respira com a ajuda de aparelhos. Seu estado é grave.

Sua mãe mora na cohab Gasparelli, porém, por ela trabalhar o dia inteiro, ele fica durante todo o tempo na casa da avô no jardim Europa, por isso o fato dos cinco estarem juntos.

Os outros três adolescentes que não se feriram, voltaram para Andradina (distante 13 quilômetros), pedalando suas bicicletas. Um outro adolescente que também não se feriu, havia retornado na unidade de resgate dos bombeiros, acompanhando a vítima mais grave.

PONTO MORTO

O motorista da Belina II informou à reportagem que “a tragédia poderia ter sido pior. Segundo ele, quando atingiu o cume de uma subida e iniciou a ladeira da vicinal, colocou o veículo em “ponto morto”, que era para economizar combustível.  Repentinamente ele foi surpreendido pela aparição dos adolescentes nas bicicletas. Nem tive tempo de frear, só vi os meninos voarem por cima do veículo. Se fosse uma carreta então a tragédia podia ser fatal”, disse ele.

Fonte: Mil Notícias

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!