Oi, o que você está procurando?

Secretaria apresenta seu sistema para criação de planos diretores agrícolas municipais

Plano Diretor Agrícola Municipal (PDAM) tem como intuito contribuir para o desenvolvimento da agricultura regional transferindo conhecimento aos agentes do agronegócio e à sociedade paulista

A importância do sistema de informações rurais Plano Diretor Agrícola Municipal (PDAM) foi tema de seminário realizado em São Paulo, no último dia 29, pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. O PDAM tem como intuito contribuir para o desenvolvimento da agricultura regional transferindo conhecimento aos agentes do agronegócio e à sociedade paulista.

Com o PDAM, é possível elaborar metodologias para os técnicos e líderes locais terem a autonomia durante o processo de levantamento de informações. Esses dados são reunidos um banco de dados com informações primárias, secundárias, relatórios de consistência dos dados organizados, gráficos de comparação de anos agrícolas e o valor de produção das atividades, que auxiliam na tomada de ações para o setor.

O sistema mostra as principais atividades agropecuárias por valor de produção, as variedades de uma espécie e até o número de contratações de mão-de-obra temporária em um ano, al ém de comparar o seu crescimento ou queda e as dificuldades do município naquele ciclo.

“Levar ao produtor rural as importantes informações geradas em nossos institutos de pesquisa é uma das principais recomendações do governador Geraldo Alckmin para nós da Secretaria de Agricultura”, lembrou o secretário Arnaldo Jardim.

Parte do “Ciclo de Seminários IEA”, a palestra comandada por Carlos Eduardo Fredo, pesquisador do Instituto, apresentou as funcionalidades do PDAM2.1, desenvolvido pelo Instituto em 2001 e adotado nos municípios de Entre Rios de Minas, no Estado de Minas Gerais, e Dourado, Lagoinha, Piraju e Apiaí, em São Paulo.

Fredo destacou que a grande motivação do projeto é superar a falta de informações agrícolas e que é fundamental que haja um interesse municipal para a implantação.

“É preciso ter um empenho municipal para superar essa barreira, pois existem muitos entraves que dificultam a implantação, como: recursos humanos e financeiros, divulgação aos produtores rurais, articulação entre segmentos do setor e supervisão permanente”, declarou Fredo

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!