Oi, o que você está procurando?

Passeata neste sábado (1º de abril) chama a atenção para o Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Evento terá início às 8h30, com saída da rua Ribeiro de Barros (esquina com o Paço Municipal)

O Comude (Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência) realiza neste sábado, dia 1º de abril, uma passeata para marcar o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, comemorado no dia 2 de abril. O evento conta com total apoio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e Auma (Associação dos Amigos do Autista).

A passeata terá início às 8h30, com saída da rua Ribeiro de Barros (esquina com o Paço Municipal). A população está convidada para participar da ação. Basta comparecer no local da concentração, de preferência, com camiseta azul, cor símbolo do transtorno autista. Os participantes vão contornar ruas da região central e finalizar a caminhada na praça Dr. Gama.

O evento será encerrado com apresentações do coral e do grupo de dança da Apae (Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais) de Birigui na concha acústica da praça. Haverá também apresentações dos músicos Rafael Zago, Darok Viana e Mário Bonfim, servidores da Secultur (Secretaria Municipal de Cultura e Turismo).

Palestra

Na próxima segunda-feira (3 de abril) será realizada também a palestra “Um Desafio Sobre, Simbólico e Imaginário no Processo de Aprendizagem do Transtorno Espectro Autista”, ministrada pela professora especialista em Docência, Língua Brasileira de Sinais e Psicomotricidade, Sueli do Nascimento.

A palestra acontecerá a partir das 19h30 no auditório da Uniesp, na rua João Escanhuela, 133, no bairro Jardim Capuano, com entrada gratuita. Conforme o presidente do Comude, Roberto Michel da Silva de Holanda, os dois eventos têm como objetivo disseminar informações para conscientizar a população sobre o transtorno e, também, diminuir o preconceito com relação aos autistas.

Dia do Autista

Todo 2 de abril comemora-se o Dia Mundial da Conscientização do Autismo, data decretada pela ONU (Organização das Nações Unidas). Desde 2008 a organização vem pedindo mais atenção ao transtorno do espectro autista (nome oficial do autismo), cuja incidência em crianças é mais comum e maior do que a soma dos casos de AIDS, câncer e diabetes juntos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!