Oi, o que você está procurando?

Sinbi firma convênio que visa economia para empresários

Empresários poderão protestar os títulos de forma eletrônica, acompanhada por um sistema de gestão de todos os atos

O Sinbi traz a seus associados um convênio que diminuirá significativamente os custos das empresas com relação aos protestos. Por meio do Instituto de Estudos de Protestos de Títulos do Brasil, seção São Paulo (IEPTB-SP), entidade que representa os 426 cartórios de protesto do Estado de São Paulo, o Sinbi disponibilizará a ferramenta denominada “Resgate de Valores”. A apresentação da novidade ocorreu na sede do sindicato, com os representantes do IEPTB.

Com ela os empresários poderão protestar os títulos de forma eletrônica, acompanhada por um sistema de gestão de todos os atos. Esta ferramenta, totalmente virtual permite o envio de títulos a protesto, o pedido de desistência/retirada, o pedido de cancelamento e até mesmo o envio de carta de anuência eletrônica. Desse modo, elimina-se a necessidade da elaboração dessa carta e demais atos notariais, tais como reconhecimento de firmas, autenticações e juntada de procurações e atas. Tudo isso com muita simplicidade, segurança, agilidade e de forma customizada. Antes, esse serviço estava disponível apenas à rede bancária e às procuradorias (União, Estados e municípios).

Economia

Antenor Marques, diretor executivo do Sinbi, explica que antes o empresário dependia dos bancos para protestar, ficando a cargo do credor o ônus do cancelamento e anuências físicas. Atualmente, os bancos não disponibilizam o cancelamento, somente o apontamento, então esse processo gera uma série de custos que agora serão eliminados. “Quando se precisa protestar alguém de outro estado, o empresário precisa antecipar todas as custas de cartório, al ém de administrar a incerteza da dívida ser paga. Mas com essa novidade, se a empresa for localizada em Birigui, no ato de emitir sua fatura, deverá mencionar na mesma que a praça de pagamento é a de Birigui. Se o cliente não pagar e precisar levar a protesto, poderá fazer via cartório de sua cidade, pagando apenas uma tarifa de R$4,15”, explica Marques.

Alguns estados ainda estão fora do sistema, tais como: Rio de Janeiro, Santa Catarina, Amazonas, Tocantins e também o Distrito Federal.

Como fazer

O processo é muito simples. As empresas fazem o credenciamento junto ao IEPTB-SP, por meio do convênio com o Sinbi, apresenta cópias autenticadas do Contrato Social (empresas Ltda.) ou Estatuto Social e Ata de Eleição de diretoria (Empresas S.A.) e documentos de identificação dos representantes legais.

Após a habilitação, estará apta para fazer o envio eletrônico de títulos a protesto, referente às suas transações comerciais e de serviços, em todos os cartórios do Estado de São Paulo pelo site www.resgatevalores.com.br.

Por meio das centrais, as empresas fazem a gestão de suas indicações diretamente pelo sistema como se estivesse presencialmente no cartório, de forma segura e sem burocracia. Para mais informações, o interessado pode ir até à sede do Sinbi, localizada na Rua Roberto Clark, 460, Centro, Birigui. O telefone é 18 – 3649 8000.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!