Oi, o que você está procurando?

Prefeitura e Unesp realizam ‘Saúde da Boca na Primeiríssima Infância’ no Jardim Planalto

Acadêmicos da Disciplina de Projetos Especiais da FOA da Unesp visitaram as salas de aulas do CEI Maria Devechio Migliorini, no Jardim Planalto, e fizeram uma avaliação clínica em 67 crianças de dois a três anos de idade para verificação da existência de cáries

Promover ações integradas de higiene bucal visando a prevenção das cáries nas crianças da rede municipal de ensino de Birigui. Esse é o objetivo do projeto “Saúde da Boca na Primeiríssima Infância”, desenvolvido pela FOA (Faculdade de Odontologia de Araçatuba), da Unesp, em parceria com as secretarias municipais de Saúde e Educação.

Na quarta-feira (29 de março) a ação ocorreu no CEI (Centro de Educação Infantil) Maria Devechio Migliorini, n o Jardim Planalto. Acadêmicos da Disciplina de Projetos Especiais da FOA da Unesp visitaram as salas de aulas e fizeram uma avaliação clínica em 67 crianças de dois a três anos de idade para verificação da existência de cáries.

Já em 65 bebês de 4 meses a 1 ano de idade foram feitas a higienização de toda a cavidade bucal com a utilização de gaze. Educadores, pais voluntários e agentes comunitários de saúde participaram da ação e foram instruídos como proceder a higiene bucal das crianças. A empresa Finobel doou ao CEI 200 escovas de dentes e material educativo com dicas de prevenir a cárie.

Escovação diária

“O objetivo é cuidar da saúde da boca desde o início da infância para evitar problemas futuros, como cáries, perdas de dentes e doenças cardíacas e reumatismo infantil. Mas não basta apenas os cuidados na escola, os pais precisam ter o hábito de fazer a limpeza ou supervisionar a escovação dos filhos diariamente em casa”, explicou o coordenador do projeto, doutor Wilson Galhego Garcia, da Unesp Araçatuba.

Garcia disse que os educadores são capacitados para auxiliarem diariamente na limpeza da boca dos alunos, além de replicarem as informações aos pais. Já os agentes de saúde têm a função de passar orientações nas visitas casa a casa. Os pais das crianças mapeadas com cáries são avisados pela direção da escola para procurarem tratamento odontológico. O projeto Saúde da Boca na Primeiríssima Infância é realizado há dois anos na rede municipal de ensino.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!