Oi, o que você está procurando?

Palmeiras supera expulsão e estreia com empate na Argentina

O Palmeiras viveu um típico jogo de Copa Libertadores em sua estreia na edição 2017 do torneio. Buscando o bi da competição, o time paulista arrancou um empate por 1 a 1 contra o Atlético Tucumán, na noite desta quarta-feira, na Argentina, em partida em que teve um jogador a menos desde a metade do primeiro tempo.

Atuando no Estádio José Fierro, que tem as arquibancadas muito próximas ao gramado e estava absolutamente lotado por cerca de 35 mil pessoas, o Palmeiras começou bem a partida cadenciando o jogo e segurando o ímpeto dos mandantes.

Estabelecido no confronto, teve a primeira grande chance com Miguel Borja, mas Lucchetti fez um milagre na defesa.

Na metade do primeiro tempo, Vitor Hugo cometeu duas faltas para matar contra-ataque em menos de cinco minutos – a segunda duvidosa -, recebeu dois cartões amarelos e acabou expulso.

O Palmeiras nem pôde se recuperar do baque e, aos 24 minutos, acabou sofrendo o gol de Zampedri, que fez seu quarto tento em cinco jogos na Libertadores.

Com um a menos, Eduardo Baptista saiu do 4-2-3-1 inicial e montou o Palmeiras no 4-4-1, com Thiago Santos e Felipe Melo pelo meio, Keno e Dudu avançando pelas laterais e Miguel Borja isolado na frente.

E foi justamente em uma jogada treinada exaustivamente pelo treinador que o Palmeiras empatou com Keno. Dudu cobrou falta frontal na área, Thiago Santos cabeceou para o meio e o camisa 27 estufou as redes.

No segundo tempo, o Palmeiras se defendeu muito bem com duas linhas de quatro e não passou sustos.

O time brasileiro apostou no contra-ataque, mas não teve tantas chances. Na melhor oportunidade do jogo, Miguel Borja perdeu sua terceira chance ao chutar para fora, sozinho dentro da área, após ótima jogada de Dudu.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!