Oi, o que você está procurando?

GOE descobre venda clandestina de anabolizantes e prende dois fisiculturistas em Araçatuba

Dois fisiculturistas foram presos por tráfico de drogas e crime contra a saúde pública nesta sexta-feira (3), em Araçatuba. Policiais civis do GOE (Grupo de Operações Especiais) apreenderam frascos de anabolizantes, cuja venda é proibida no Brasil, mais de 100 pinos de cocaína e crack.

Após investigação da Polícia Civil, a Justiça de Araçatuba expediu mandado de busca para averiguar possível prática de tráfico de drogas e venda irregular de anabolizantes em uma loja de roupas na rua Marcílio Dias, cujo dono é praticante de musculação.

Ao ser abordado, o comerciante admitiu ter frascos de anabolizantes na loja, mas negou qualquer outro tipo de droga no estabelecimento.

No entanto, os policiais, ao revistarem a loja, encontraram 111 pinos plásticos com cocaína e uma porção de aproximadamente 50 gramas de crack sob um balcão.

O comerciante foi preso por tráfico. Os policiais encontraram no celular dele, em conversas por meio do WhatsApp, indícios de envolvimento de outro praticante de musculação que seria fornecedor de anabolizantes para revenda.

Na conversa, o suspeito havia dito que iria até a loja para levar anabolizantes. Os policiais aguardaram no local a chegada do suspeito e o prenderam em flagrante com frascos da substância.

Uma motocicleta Honda Hornet, usada por ele, foi apreendida. Os policiais acharam mais anabolizantes na casa do fornecedor, no Condomínio Moradas, em Araçatuba.

Informalmente, ele admitiu aos policiais que trazia os anabolizantes do Paraguai para vender em Araçatuba, entre adeptos de musculação.

Os anabolizantes são hormônios sintéticos comumente utilizados para aumento no tamanho dos músculos, força física e resistência. Seu uso indiscriminado pode acarretar sérias consequências, segundo autoridades médicas.

Assista o vídeo:

Os dois acusados foram autuados em flagrante no plantão policial de Araçatuba. Eles seriam transferidos para a cadeia de Penápolis na manhã deste sábado (4). Nomes e idades dos presos não foram divulgados pela polícia.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!