Oi, o que você está procurando?

Assassinato brutal de três irmãs choca cidade no interior de SC

Um crime cometido na segunda-feira chocou a população de Cunha Porã, tranquila cidade de 11 mil habitantes no Extremo Oeste de Santa Catarina: três irmãs, com idades entre 12 e 23 anos, foram brutalmente assassinadas a facadas dentro da casa onde a irmã mais velha, Julyane Horbach, vivia com o marido, Gilvane Meyer.

O principal suspeito do triplo assassinato é Jackson Lahr, 24 anos, ex-namorado de uma das irmãs, Rafaela Horbach, 15 anos, com quem ele tinha um filho de dois meses – o bebê estava na casa e foi poupado. A outra irmã era Fabiane Horbach, de 12 anos.

Segundo o delegado Joel Specht, responsável pelas investigações, Lahr foi preso na cidade de São Carlos, a cerca de 30 quilômetros de Cunha Porã.

Ele passava por atendimento médico em um hospital da cidade já que, durante o crime, ele também foi atingido por golpes de faca desferidos por Meyer.

As vítimas foram enterradas na terça-feira sob forte protesto e comoção na cidade. Para o delegado, o crime é um dos mais graves da história do município, fundado em 1958 como uma colônia para abrigar imigrantes protestantes de origem alemã.

“Para uma cidade como Cunha Porã, o crime é chocante. A população ficou muito consternada com a família”, afirmou.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!