Oi, o que você está procurando?

Odebrecht cogita mudar de nome para se reerguer

A polemização de reerguer a Odebrecht, que passa pela mais grave crise em 72 anos, parece estar apenas no começo. A empresa mais corrupta do mundo já tem planos para sair do buraco. Uma das apostas é trocar de nome, além de reduzir os negócios em até 60% e disseminar a ideia de que errou ao subornar políticos.

De acordo com a Folha de S. Paulo, foi em 2013 que ocorreu a unificação da empresa pelo herdeiro do grupo, Marcelo Odebrecht. Conforme um executivo, foi uma “decisão imperial” porque havia vários especialistas contra a unificação.

Uma das maiores especialistas em marcas no Brasil, Ana Couto, discorda da medida. “Essa estratégia monolítica é muito arriscada: você fortalece o grupo como um todo, mas, quando dá um problema, a imagem cai como um castelo de cartas”, opinou.

Ainda segundo a reportagem, a eventual nova marca deve ser uma consequência de novas atitudes. “Essa mudança não pode ser mera maquiagem ou coisa de marqueteiro. O público nota que foi um mero truque”, finalizou Ana Couto.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!