Oi, o que você está procurando?

Médico é preso em Araçatuba após ser condenado por estupro de criança

O médico Roberto Rivetti Suelotto, 63 anos, foi preso nesta quinta-feira (5), em Araçatuba, após ser condenado pela Justiça a 10 anos e 8 meses de prisão por estupro de vulnerável. A sentença é do Fórum de Barueri, na grande São Paulo.

Segundo a polícia, após a condenação, o médico fugiu e se escondeu em Araçatuba. Após trabalho de investigação, equipe do Garra de São Paulo surpreendeu o condenado na manhã desta quinta-feira, ao sair de casa.

médico Roberto Rivetti Suelotto

Médico Roberto Rivetti Suelotto

Conforme relatório policial, o crime praticado pelo médico ocorreu em 2003. O médico, que é cirurgião vascular, foi condenado pela 2ª Vara Criminal de Barueri por abusar de uma criança de 10 anos. O inquérito foi feito pela Polícia Civil de Santana do Parnaíba.

Nas investigações, foi constatado que o médico exercia cargo de diretor de um hospital na cidade Osasco.

 

BUSCAS

Após a Justiça expedir o mandado de prisão, a Polícia Civil realizou diversas diligências nas cidades de Barueri , Osasco, Santos e por último, a equipe de investigação da chefia do Garra/Deic apurou que o médico havia mudado sua residência para Araçatuba, para dificultar e impedir sua prisão.

A equipe do Garra/Deic encontrou a casa do médico e após campana o condenado foi abordado e preso na rua Wandenkolk, bairro Rosele.

O réu foi apresentado no plantão policial de Araçatuba e seria encaminhado à cadeia de Penápolis. De lá, o réu deverá ser transferido para uma penitenciária de segurança máxima.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!