Oi, o que você está procurando?

Cientistas descobrem uma versão turbinada da TPM

Transtorno Disfórico Pré-Menstrual afeta entre 2% a 5% das mulheres em idade reprodutiva

A Tensão Pré-Menstural (TPM) é uma condição que grande parte das mulheres conhece muito bem, mas pesquisadores dos Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH) descobriram mecanismos moleculares que causam uma versão pior do sintoma, o Transtorno Disfórico Pré-Menstrual, revela o site G1. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista “Molecular Psychiatry” nesta terça-feira (3).

O transtorno causa os mesmos sintomas da TPM, como tristeza, ansiedade e irritabilidade, porém de forma mais intensa. Cerca de 2% a 5% das mulheres em idade reprodutiva são afetadas pelo problema. “Nós encontramos um gene suspeito de ter uma expressão desregulada.

Isso aumenta a evidência de que o Transtorno Disfórico Pré-menstrual é um distúrbio e uma resposta da célula ao estrogênio e progesterona”, disse Peter Schmidt, do NIH.

“Este é um grande momento para as mulheres, porque demonstra que aquelas afetadas pelo Transtorno Disfórico Pré-menstrual têm uma diferença intrínseca no seu aparelho molecular em resposta aos hormônios sexuais”, disse David Goldman, outro autor da pesquisa, segundo o G1.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!