Oi, o que você está procurando?

Após fiscalização e apreensão de ônibus, atrasos em rotas da TUA geram reclamações

Usuários da TUA (Transportes Urbanos de Araçatuba) estão reclamando dos constantes atrasos registrados nas rotas nesta quarta e quinta-feira, depois que a empresa foi alvo de uma fiscalização conjunta entre a Secretaria de Mobilidade Urbana e Polícia Militar.

A reportagem apurou que agentes de Secretaria de Mobilidade Urbana fizeram a fiscalização na sede da empresa, sobre os itens de segurança veicular. Ainda não há um balanço do resultado porque está sendo elaborado um relatório sobre a ação. A princípio foram constatados problemas como pneus “carecas” e itens de sinalização.

Já a Polícia Militar fez a ação nas ruas, e as primeiras informações indicam que pelo menos seis veículos foram retirados de circulação, até que a empresa faça a regularização dos mesmos. A fiscalização ocorreu em 45 veículos, que é a frota da empresa na cidade.

ATRASOS

No dia em que teve início a fiscalização começaram os problemas com atrasos nas linhas. Hoje ainda foram registradas muitas reclamações, principalmente no terminal rodoviário. Usuários chegaram a falar em atraso de até duas horas.

A doméstica Maria Santa Macedo, de 67 anos, trabalha meio período no bairro Nova York e sempre pega o ônibus para ir embora por volta das 11h. “Hoje fiquei duas horas no ponto e o ônibus passou perto das 13h, fiquei o tempo todo esperando”, contou.

Outro Usuário, Francisco Vila Boas, reclama que no bairro Concórdia também teve problema com os horários. Vandelice Ribeiro da Mata, que mora no Atlântico, disse que também enfrentou problema de espera dos ônibus.

Uma passageira que preferiu não se identificar, disse que ontem durante dois horários seguidos, a tarde, o ônibus não passou. No terceiro horário ela pegou o ônibus com destino ao conjunto Porto Real, e afirma que na volta não teve ônibus. “Tive que dormir por lá”, afirmou ela.

A copeira Maria Aparecida Santana ficou quase uma hora no ponto, no bairro Lago Azul, e o ônibus não passou. Ela pegou um moto-táxi e mesmo assim acabou chegando meia hora atrasada no trabalho.

A reportagem enviou os questionamentos para a assessoria de imprensa da TUA, que ainda não enviou resposta.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!