Oi, o que você está procurando?

Saiba como foi a gravação do especial de fim de ano do Rei

Mais um dezembro se aproxima e, claro, Roberto Carlos não poderia ficar de fora. O cantor, que há mais de 40 anos apresenta seu especial na Globo, já está com o desse ano preparado. Em duas noites de gravações, Roberto subiu em um palco intimista e recebeu convidados para celebrar esse momento, que levou o nome de “Simplesmente Roberto”.

Por superstição, ou não, o cantor não falou com a imprensa, mas ao iniciar o show proferiu algumas palavras. “Gostaria de falar muitas coisas para vocês, mas eu não sou de falar, eu sou de cantar”, disse.

Como é de costume, Roberto não poderia iniciar sua apresentação sem a clássica “Emoções”. E foi emocionado que o Rei fez brilhar outros sucessos, como “Amada Amante”, “Outra Vez”, “Olha” e “Sua Estupidez”. O cantor também contou com a presença de Zeca Pagodinho, Rafa Gomes e Milton Guedes, que se apresentaram na primeira noite; e recebeu Marisa Monte, Gilberto Gil e Caetano Veloso no segundo dia de gravações.

Com tantos convidados, Roberto se rendeu à fofura de Rafa Gomes, finalista do “The Voice Kids”. “Quando a vi no programa, fiquei encantado. Pensei: ‘quero tê-la no me u especial esse ano’”, explicou o Rei sobre o convite.

A cantora mirim, de 10 anos foi a primeira a confirmar presença e ainda arrancou sorrisos do ídolo. “Cantar com o nosso Rei é uma honra. Ele foi muito simpático comigo. Adorei!”, contou Rafa Gomes, ao fim da apresentação.

No especial, também vai ao ar o clipe da música “Chegaste”, que o artista gravou com a cantora Jennifer Lopez, em Los Angeles; e mais os bastidores do encontro.

Samba

Zeca Pagodinho e Roberto Carlos. O que esperar dessa mistura? Quem acompanha os especiais do Rei já deve ter visto esses dois juntos em outras oportunidades, mas para o “Simplesmente Roberto”, o papo rendeu, além de músicas, muitas risadas.

No palco, a ideia era fazer uma homenagem aos 100 anos do samba, mas foi muito mais do que isso. Juntos, os cantores protagonizaram cenas cômicas e tiveram de repetir as canções por diversas vezes, pois alguém errava a letra ou o compasso. Depois de repetir mais de cinco vezes, eles conseguiram.

“Imagina o Rei cantando ‘Caviar”, diz Zeca sobre seu sucesso. “Já é a terceira vez que participo do especial. A primeira foi há 30 anos. Mesmo assim, fico nervoso”, garantiu o sambista.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!