Oi, o que você está procurando?

Grupo faz refém após tentativa frustrada de roubo a banco

Homens fortemente armados com fuzis tentaram explodir um caixa eletrônico no Shopping Granja Viana, em Cotia, durante a madrugada. Uma equipe da polícia militar suspeitou do comboio e fez uma abordagem. Neste momento, houve troca de tiros, dois policiais ficaram feridos, a quadrilha conseguiu fugir e chegou ao bairro Jardim João 23.

Por já monitorar os criminosos, a Polícia Civil sabia que uma oficina mecânica da região era um ponto de encontro. Houve uma segunda troca de tiros, registrada em vídeo por uma moradora do bairro. As imagens mostram 4 minutos de tiroteio de fuzis e pistolas.

Durante o tiroteio, antes da invasão de sua casa, Lucimar ligou para uma sobrinha. Os homens fugiram pelo bairro e invadiram sua residência na Rua Padre João da Cunha.

Ela estava sozinha em casa no momento da invasão e foi mantida refém, mas não ficou ferida, apesar das ameaças. “Conseguiram quebrar minha porta dos fundos, que era de vidro. Deram tiros nela, arrombaram e entraram. Nesta hora eu já estava lutando pela minha vida”, relatou dona Lucimar. Ela disse que empurrou o guarda roupas para impedir que entrassem em seu quarto, mas acabaram entrando.

Os policiais civis negociaram com os criminosos durante aproximadamente uma hora. Os criminosos exigiram a presença da imprensa, de familiares e de um advogado que garantisse a integridade deles. A polícia, em contrapartida, exigiu que a quadrilha liberasse pentes de fuzis.

A quadrilha se rendeu e às 6h55 os primeiros criminosos deixaram a casa. Pelo menos quatro deles foram baleados e apresentaram ferimentos na perna. Quinze homens entraram na casa de Lucimar, e Cléber Alcântara Barros, de 32 anos, emprestou a oficina para a quadrilha. Todos foram presos.

Os policiais também encontraram duas granadas na vizinhança que foram atiradas pelos criminosos. Uma delas foi detonada e localizada junto a estilhaços e marcas de sangue na laje de um imóvel vizinho. A outra foi desativada pela Força Tática.

Outros 30 kg de explosivos ainda foram encontrados na oficina mecânica, bem como carros blindados utilizados na fuga. Às 11h, a área onde os artefatos foram localizados continuava isolada devido ao seu grande poder de explosão.

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) assumiu as investigações. Os 13 criminosos presos foram levados para prestar depoimento na delegacia. Foram apreendidos sete fuzis e coletes à prova de balas.

Shopping
O esquadrão antibomba foi até o Shopping Granja Vianna na manhã desta sexta para averiguar a presença de artefatos no local, pois a quadrilha chegou a instalar explosivos nos caixas. O empreendimento abriu por volta das 11h e funciona normalmente.

 

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!