Oi, o que você está procurando?

Fama não elege: saiba como foram as celebridades nas urnas

Para alguns famosos, nem sempre a carreira artística dá certo. Para outros, o mundo da fama pode ser um atalho na hora de tentar um novo trabalho. Diferentemente de Luciano Huck, que preferiu apenas votar neste domingo (2) de eleição, Dudu Nobre, Verônica Costa, a ex-BBB Tati Pink e outras celebridades apostaram no mundo da política.

Entre cantores, mulher-fruta, atores e ex-BBBs, apenas a mãe do artista Wesley Safadão – passando por uma crise com a ex-mulher -, a funkeira Verônica Costa e o músico alagoano Lobo foram eleitos.

Com 40% dos votos válidos, Dona Bill virou vereadora da cidade de Aracoiaba (CE) pelo PSDB. Ainda no Nordeste, o cantor Lobo foi o vereador mais votado em Maceió. No Rio de Janeiro, a famosa Mãe Loura do Funk foi eleita pela quinta vez, também como vereadora.

Na lista das celebridades que não se deram bem, estão o cantor Dudu Nobre, candidato a vereador pelo PT do B no Rio de Janeiro, a ex-BBB Tati Pink, que nem chegou perto de ser eleita em Recife e o ator Theo Becker, que somou apenas 421 votos na capital carioca.

Suélem Cury, ou melhor, a Mulher Pera, já havia tentado um lugarzinho na política nas eleições de 2012 e 2014, mas mesmo em 2016 ainda não conquistou seu eleitorado. Quem também se deu mal foi o ator Thammy Miranda, candidato a vereador em São Paulo.

Ele somou mais de 12 mil votos, mas não se elegeu. Sandra de Sá, com quase 2 mil votos, e a ex-paquita Cátia Paganote, com 167 votos, tentaram ser vereadoras no Rio, sem sucesso. MC Serginho usou a fama do seu hit “Eguinha Pocotó”, mas só cativou 1366 votos.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!