Oi, o que você está procurando?

Sobe para 108 o nº de mortos em naufrágio de barco de imigrantes

O balanço do naufrágio de um barco de pesca que transportava centenas de migrantes diante do litoral egípcio subiu para 108 mortos depois da descoberta de mais 53 corpos, indicou o ministério da Saúde.

A embarcação afundou na quarta-feira (21) no Mediterrâneo, a 12 km da localidade de Rosetta.

No total, 163 pessoas foram resgatadas.

‘Era o apocalipse’
O egípcio Ahmed Mohamed, de 27 anos, relatou nesta quinta-feira (22) o momento de pânico após o naufrágio de uma embarcação superlotada na quarta-feira a 12 quilômetros do litoral de Rosetta, cidade da costa mediterrânea do Egito.

“Éramos 200, o barco já estava cheio. E chegaram outros 200. O barco tombou e começou a afundar”, contou Ahmed Mohamed, algemado na maca de um hospital. “Era o apocalipse. Todos tentavam sair vivos. Nadei 10 quilômetros”.

Desaparecidos
Na manhã de quinta-feira (22), na praia ao norte de Rosetta, na foz do Nilo, dezenas de pessoas se reuniram, algumas lendo o Alcorão, à espera de informações sobre seus parentes desaparecidos, constatou um jornalista da AFP.

O Egito se converteu há pouco tempo em um ponto de partida para muitos candidatos à imigração, dispostos a pagar grandes somas de dinheiro para chegar à Europa.

Desde o início da primavera (hemisfério norte), centenas de pessoas a bordo de embarcações precárias foram resgatadas ou interceptadas pela guarda-costeira egípcia. Mas não ocorreram recentemente naufrágios desta magnitude.

'Era o apocalipse', diz Mohamed Ahmed, que sobreviveu a naufrágio com dezenas de mortos (Foto: Eman Helal/AP)

‘Era o apocalipse’, diz Mohamed Ahmed, que sobreviveu a naufrágio com dezenas de mortos (Foto: Eman Helal/AP)

Segundo o Escritório do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados, 10% dos migrantes que chegam à Europa o fazem partindo de barco do Egito. A travessia inclui com frequência perigosas baldeações no meio do mar.

Na terça-feira, o exército egípcio havia anunciado que interceptou um navio que transportava 68 migrantes. Na quarta-feira interceptou outro com 294 pessoas a bordo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!