CONECTE CONOSCO

Praças e inativos da PM-SP podem trabalhar nos Jogos Olímpicos do Rio

Publicado em



Polícial Militar de São Paulo, praça e inativo há menos de 5 anos e com até 55 anos de idade, pode trabalhar nos jogos olímpicos do Rio/2016. A informação é do serviço de Comunicação Social da PM paulista.

Conforme nota divulgada pelo órgão, a atuação é junto à Força Nacional com remuneração por diárias, no valor de R$ 560,50, durante 30 dias (não haverá desconto de imposto de renda), alcançando R$ 16.800,00 no total de dias trabalhados.

O interessado e escolhido terá transporte aéreo ida e volta ao Rio de Janeiro. A escala será de 6h x 18h para atuar apenas com máquinas de raio-x, em agasalho fornecido pela Força Nacional.

O militar terá direito a alojamento (levar roupa de cama) e alimentação fornecida durante o serviço. Pagamento de quinzena antecipada em depósito diretamente na conta do interessado (em até cinco dias após confirmação do cadastramento). As inscrições podem ser feitas pelo site: http://intranet.dfnsp.mj.gov.br/cadastroinativos/

O plantão para auxílio nas inscrições ou esclarecimento de dúvidas ocorre nas sedes dos CPAs e CPIs em todo o Estado de São Paulo e também nas sedes da ACSd e da AFAM, no sábado e no domingo (dias 29 e 30 de julho), bastando a apresentação da funcional.

Há possibilidade de inscrição também nos mesmos locais indicados, em formulário escrito, se houver alguma dificuldade com o sistema (internet). O prazo para inscrições encerra-se no dia 01 de agosto.

O embarque está programado para o dia 2 de agosto, em horário e local a serem divulgados na página da Polícia Militar do Estado de São Paulo (internet).

Na região de Araçatuba, mais informações poderão ser obtidas por meio do telefone do CPI-10: (18) 2102-5200. Haverá plantão de atendimento neste final de semana, das 9h às 18h.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
Fonte:
Anunciante

BALANÇO

Penápolis registra três furtos no fim de semana

Publicado em

Imagem ilustrativa

Três furtos ocorreram no final de semana em Penápolis. Dois dos casos foram registrados em imóveis e o outro dentro de uma associação. Na oportunidade, criminosos levaram diversos objetos, entre vestimentas, documentos e dinheiro. Ninguém se feriu.

A primeira ocorrência foi na tarde de sábado (14), em uma residência na rua Prefeito Dr. Ênio Soliani, no Jardim Altimari. Um comerciante de 52 anos contou à polícia que saiu do local, por volta das 8h, para participar de um churrasco entre amigos, deixando o filho.

O garoto se ausentou por volta das 14h para participar do evento. Quando retornaram, às 18h, a vítima notou que a casa estava toda bagunçada e os quartos revirados, constatando ter sido levado joias, tênis, carteira e um compressor. Não havia, a princípio, sinais de arrombamento no local.

DORMINDO
Na madrugada de domingo (15), uma mulher de 36 anos procurou o plantão policial para registrar o furto em sua residência na rua Antônio Senatore, no Jardim São Vicente. Ela disse que estava dormindo com o marido e os três filhos, quando ouviu um barulho no quintal.

Ao sair para ver o que era, se deparou com uma pessoa fugindo do local. A vítima contou que, para ter acesso, o bandido entrou pelo telhado, conseguindo levar duas bermudas jeans e uma camiseta que estavam no varal. O criminoso tentou furtar uma bicicleta, mas não conseguiu em razão da roda traseira enroscar em um fio da TV, causando barulho.

O último caso aconteceu no período da tarde, por volta das 15h30, em uma associação que fica na avenida Mato Grosso. Uma pensionista de 71 anos foi ao local e deixou a bolsa que carregava em uma mesa. Por motivos a serem apurados, a vítima contou que dois rapazes entraram na sede, tomaram água e, ao saírem, levaram a bolsa dela, contendo documentos pessoais e de uma moto e carro, celular, chaves e R$ 32 em dinheiro.

A mulher perguntou a integrantes de uma banda, que tocaria na associação, se eles tinham visto os suspeitos saindo com a bolsa dela, entretanto, ninguém soube informar. Os casos serão investigados pela Polícia Civil.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

investigação

Casal e criança são mortos com 50 tiros no Paraná

Publicado em

O casal Robson Ferreira, de 31 anos e Daniele Ferreira, de 27, morreram baleados dentro de um carro com cerca de 50 tiros em Ponta Grossa (PR) no último domingo (15).

Segundo o G1, o filho de casal, de seis anos,  chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital.

Quatro pessoas – três filhos do casal e uma mulher  que estava na calçada – ficaram feridas. A Polícia Civil acredita que o crime tenha sido encomendado.

Segundo os policiais, Robson estava com tornozeleira eletrônica e cumpria pena por roubo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO

violência

Jogador de basquete é morto por casal de adolescentes no interior de SP

Publicado em

Um jogador de basquete de 18 anos foi atraído para uma emboscada e agredido com 30 facadas por um casal de adolescentes, no sábado (14), em Piedade, no interior de São Paulo.

A vítima, Samuel Rodrigues de Carvalho Campos, que também teve parte do corpo queimada pelos agressores, morreu na madrugada desta segunda-feira (16), no Hospital Regional de Sorocaba.

O crime brutal chocou os moradores da cidade, onde Samuel integrava uma equipe local de basquete. Segundo a família, o rapaz era sondado por equipes profissionais. A mãe do jovem, Andrea Carvalho Campos, que estava no hospital quando o filho morreu, fez um apelo por justiça.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações indicam que Samuel teria saído algumas vezes com uma garota de 17 anos, o que provocou ciúme no namorado dela, de 15, que decidiu se vingar.

Ele convenceu a jovem a atrair o atleta para um parque municipal, onde o rapaz foi surpreendido pelo agressor, que o atingiu com uma faca. Uma das facadas perfurou o pulmão da vítima. O casal, que teria sido ajudado por um terceiro adolescente, ainda ateou fogo ao corpo.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
CONTINUE LENDO
error: Conteúdo protegido. LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998
77