Oi, o que você está procurando?

Nova imagem da nebulosa de Órion revela estrelas de pouca massa e planetas

A nebulosa de Órion fica entre 1500 e 1800 anos-luz do sistema solar, ao sul do Cinturão de Órion, e é um dos objetos astronômicos mais fotografados e examinados do universo.

A última imagem feita da nebulosa, porém, traz novidades sobre ela. A foto infravermelho publicada na última segunda-feira (18) revela uma concentração de estrelas de baixa massa que não eram conhecidas anteriormente. Prováveis planetas flutuantes também foram identificados.

A compreensão de como esses objetos se formaram é muito importante para entender a formação de estrelas em geral e a origem do sistema solar.

A imagem foi feita pela sofisticada câmera HAWK-I, que fica no European Southern Obervatory (ESO) no deserto do Atacama, no norte do Chile.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!