Oi, o que você está procurando?

SEU CORPO

5 movimentos e posições para aproveitar o ponto G

Keila explica que a masturbação e o vibrador ajudam muito a despertar várias sensações no corpo feminino, sendo, assim, excelentes complementos para o sexo.

Para a mulher encontrar o ponto G sozinha na masturbação é um pouco mais complicado do que com a ajuda do parceiro, de acordo com Keila. Mas abaixo ela passa algumas dicas de movimentos/posições para ajudar nos dois casos:

  1. Deitada de bruços, com os dedos buscando a parte superior do canal da vagina com movimentos fortes e lentos;
  2. Deitada de bruços, com os dedos buscando a parte superior do canal da vagina, simulando uma penetração rápida;
  3. Deitada de costas, colocando o dedo no interior da vagina como se tivesse cavando um buraquinho em direção ao colchão;
  4. Na masturbação, sozinha, a mulher deve buscar as posições sentadas sobre a cabeceira da cama, buscando uma posição em que seja confortável o alcance dessa região. Ajuda colocar um travesseiro em baixo das pernas;
  5. Deitada de lado em posição fetal com um travesseiro dobrado entre as pernas.

Homem tem ponto G?

Keila explica que o correlato do ponto G masculino seria a região inervada da próstata, alcançada ou pelo toque retal ou pela região exterior do períneo (entre os testículos e o ânus). “Mais do que ficar buscando ‘respostas prontas’ quando o assunto é sexo e, no caso, o prazer do homem, vale mais buscar investir nas carícias em várias regiões do corpo e sob diversas formas”, diz.

“Embora não sejam todos, alguns homens simplesmente têm pavor só em pensarem em ser tocados nessa região (isso se dá muito em virtude do mito de que o prazer anal está relacionado com a homossexualidade, o que é não verdade). Para esses homens, desista dessa tentativa pelo ânus; a tentativa talvez seja mais frutífera pelo períneo e, mesmo assim, olhe lá!”, comenta a sexóloga.

“Já outros homens deixam declarados essa preferência para as suas parceiras e, se elas não tiverem ressalvas quanto a isso, ‘maravilha’. O ânus do homem é uma região erógena, por sua proximidade à próstata que se dá por ele. A próstata, por sua vez, é uma região extremamente vascularizada e inervada, que quando estimulada proporciona prazer intenso”, acrescenta Keila.

A verdade é que, tanto no caso da mulher como do homem, vale sempre lembrar que as pessoas são únicas. O que é bom para uma, pode não ser legal para outra. Não há mal nenhum em tentar buscar o chamado ponto G, muito pelo contrário, esta pode ser uma busca prazerosa. O que não é válido é ficar “obcecada(o)” com isso, achando que este é o único caminho para um sexo realmente prazeroso.

O diálogo entre o par é fundamental. Não se deve ter medo de perguntar do que o outro gosta ou não gosta. “É sempre bom saber até onde seu par topa ou não topa determinadas carícias. Respeitar os gostos e limites do outro é um excelente caminho”, ressalta Keila.

No sexo, assim como num relacionamento em geral, não há regras… O importante é querer e estar disposta para viver aquilo naquele determinado momento!

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!