Oi, o que você está procurando?

Usineiro Luiz Zancaner morre em grave acidente em estrada de Guararapes

Morreu na noite deste domingo (26), em um grave acidente em Guararapes, o empresário Luiz Guilherme Zancaner, dono do grupo Unialco e ex-presidente da Udop (União dos Produtores de Bioenergia), entidade que reúne um conglomerado de mais de 60 usinas de etanol e açúcar espalhadas por todo o Brasil.

A morte do empresário, de 59 anos, se deu em um trecho da vicinal Angelo Zancaner, que liga a usina de sua propriedade ao município de Guararapes. Um motorista que passava pelo local viu o carro do empresário, acidentado, a uma distância de cerca de 30 metros da pista. A Polícia Militar foi acionada por volta das 22h15.

Zancaner pode ter perdido o controle da caminhonete em que viajava após uma das rodas tocar uma boca de lobo à beira da pista. Partes do veículo ficaram espalhadas pelo local após capotamento. Um dos pneus chegou a ser arrancado.

Na página de Zancaner no Facebook, amigos e sua própria companheira confirmam, em mensagens publicadas na madrugada desta segunda-feira, a morte do empresário. Apesar de ainda não ter uma definição, o corpo do usineiro deve ser enterrado em Guararapes, cidade onde sua família é bastante tradicional.

RECUPERAÇÃO

Em novembro de 2015, a Justiça de Guararapes autorizou, conforme publicação no site do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), a recuperação judicial de oito empresas ligadas ao grupo Unialco, de Guararapes, que tem como principal área de atuação o setor sucroalcooleiro. A ação judicial tem valor de causa estimado em R$ 1 milhão.

De acordo com despacho do juiz Mateus Moreira Siketo, da 2ª Vara Cível do Fórum de Guararapes, a medida se fazia necessária de movo “a se proporcionar às devedoras a alternativa da recuperação judicial, para viabilizar a superação da situação de crise econômico-financeira exposta, a fim de permitir a manutenção da fonte produtora, do emprego dos trabalhadores e dos interesses dos credores, promovendo, assim, a preservação da empresa, sua função social e o estímulo à atividade econômica”.

Para conduzir o processo de recuperação, a Justiça nomeou um advogado como administrador das oito empresas que compõem o grupo – Unialco S/A – Álcool e Açúcar, Transportadora Cristal – Transportes Rodoviários Ltda, Unialco MS Participações S/A, Alcoolvale S/A – Álcool e Açúcar, Alcoolvale Agrícola e Comercial Ltda, Flanagan Participações Ltda, Itaporã Agroenergética Ltda e LW – Sugar Participações S/A .

Todas as empresas envolvidas no processo tem como endereço sede a estrada vicinal Ângelo Zancaner, Km 30, na zona rural de Guararapes. Para obter o direito à recuperação, o grupo, que sempre teve como líder o empresário Luiz Guilherme Zancaner, teve de apresentar uma série de documentos à Justiça.

O juiz responsável por autorizar a recuperação estabeleceu 16 itens que deveriam ser cumpridos à risca pelo grupo. Entre eles, a prestação de informações periódicas sobre a situação de cada empresa envolvida na transação. Um plano para o saneamento das dívidas também deveria ser construído e oficializado judicialmente.

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!