Oi, o que você está procurando?

CBF age nos bastidores contra CPI da Máfia do Futebol

Como a CPI do Futebol no Senado parece ter emperrado, a partir da ação conjunta de integrantes da ‘bancada da bola’, a CBF age agora para enfraquecer a CPI da Máfia do Futebol, instaurada na Câmara dos Deputados. Na próxima quinta-feira, a pauta da CPI prevê a votação de cinco requerimentos de convocação do presidente da entidade, Marco Polo Del Nero.

Disposta a evitar a presença do dirigente na CPI, a CBF tem trabalhado nos bastidores para tornar sem efeito o ímpeto de alguns poucos deputados da comissão, interessados em investigar denúncias de corrupção que apontam para a confederação e seus principais diretores.

Essa foi uma das missões do secretário-geral da CBF, Walter Feldman, em visita a Brasília na terça-feira. Ele conversou com vários parlamentares que fazem parte da CPI, a fim de reforçar os laços que os unem à CBF.

Na verdade, a pauta da próxima quinta repete a da última terça, que não pôde ser votada por falta de quórum na CPI.

Além de Del Nero, a CPI quer ouvir o ex-tesoureiro da entidade, Ariberto Pereira, conhecido entre funcionários da CBF como o dono do cadeado da caixa preta da confederação. Sua convocação foi pedida pelo deputado Major Olimpio (SD/SP).

Os comentários aqui não refletem a opinião do site, e são de responsabilidade do autor. O comentário NÃO É PUBLICADO automaticamente em seu Facebook, fique tranquilo!
28